Angela Natel On sexta-feira, 25 de novembro de 2016 At 08:44


Meu nome é Angela Natel, nasci em 1979 e há mais de 20 anos estou envolvida direta e indiretamente no trabalho missionário. Em 1998 tive a oportunidade de fazer o Curso de Linguística e Missiologia (CLM) da Missão ALEM – Associação Linguística Evangélica Missionária, cujos projetos concentram-se nas áreas de Tradução da Bíblia e Educação Bilíngue e Intercultural. Após concluir duas faculdades (Letras e Teologia) e morar quatro anos em Moçambique, pude fazer também um mestrado em Teologia e me envolver no ensino e produção de materiais. 
Desde 2015 voltei a servir como membro colaborador da ALEM, junto ao Departamento de Cursos da Missão. Nesse Departamento, trabalho na criação de novos cursos, restruturação e apoio aos cursos já existentes, apoio direto aos missionários que se encontram no campo, ministração de aulas em outras Instituições e Organizações Missionárias e elaboração de materiais que atendam às necessidades na formação de tradutores da Bíblia e educadores interculturais, bem como em programas de usos das Escrituras.
Sabendo que as agências missionárias atuam sem fins lucrativos e são mantidas por doações voluntárias, é importante lembrar que quem mora em uma base tem as mesmas (ou, às vezes, até maiores) necessidades de um missionário no campo, no que diz respeito a gastos com moradia, energia, água, alimentação, higiene e saúde física e emocional. Assim, a agência, em si é apenas uma estrutura mantida pelas Igrejas, e cabe a cada missionário que vive na base ter seu próprio sustento para todas as despesas. Muitos precisam continuar em seus estudos para poder servir melhor aos que estão vindo para serem treinados e enviados a campos transculturais. Assim, prossigo em meus estudos para o doutorado em Teologia. Além de uma formação de qualidade, o missionário de base, em geral, deixa de lado cargos acadêmicos para poder servir integralmente na base, o que acarreta em perdas financeiras.
Reconhecendo que nada pode ser feito sem apoio, tanto financeiro como em oração, gostaria de te convidar a se envolver neste projeto de serviço para o treinamento de tradutores e educadores interculturais. Embora o trabalho desenvolvido seja na base da ALEM, na cidade de Brasília, é um ministério missionário de alcance transcultural e mundial, pois, nossos alunos, posteriormente ao curso, são enviados por suas comunidades eclesiásticas a diferentes povos em diversos países do mundo. Hoje, por meio dos nossos alunos, atuamos em todos os continentes.
Os desafios financeiros existem, tanto para minha manutenção pessoal básica quanto na continuidade do tratamento médico de que necessito. A necessidade, para minha subsistência, é de R$ 2.000,00 mensais (aluguel, alimentação, higiene pessoal e medicamentos). A ideia é que amigos e colaboradores que desejem fazer parte desse ministério assumam o compromisso no valor de sua escolha para depositar com alegria mensalmente na conta:
http://apoieumacausa.com/pt-BR/causes/treinando-tradutores-e-educadores-interculturais

Dessa forma podemos alcançar um sustento mensal mínimo a fim de que o trabalho possa ser realizado no campo que o Senhor Jesus tem escolhido para que eu O sirva neste momento: a base de treinamento de missionários da ALEM. É com muita alegria que me dirijo a você para expressar gratidão pelo seu interesse para com minha vida e trabalho, ao ler este projeto. Assim Deus vai escrevendo Sua História através de nossas vidas como equipe. A Ele toda a glória, no nosso meio e entre todos os povos.
Não deixe de se envolver nessa Missão: http://apoieumacausa.com/pt-BR/causes/treinando-tradutores-e-educadores-interculturais

Pela graça e para a glória de Jesus Cristo
Angela Natel



Grupo de amigos e parceiros em Missão: 

0 comentários:

Liberdade de Expressão


É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se:
“é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença"(inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da"argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.