Angela Natel On quarta-feira, 24 de junho de 2015 At 05:51

São 7 (sete) livros para 7 (sete) diferentes ganhadores! – Muitas chances para você ganhar!
- válido somente para território brasileiro -
Para o 1º nome sorteado: Prêmio 1) O Profeta do Islam: Muhammad
Para o 2º nome sorteado: Prêmio 2) Muhammad: O Mensageiro de Deus, de Dr. Abdul
Para o 3º nome sorteado: Prêmio 3) Um breve guia ilustrado para compreender o Islã
Para o 4º nome sorteado: Prêmio 4) Até quando? - O cuidado pastoral em contexto de violência contra a mulher praticada por parceiro íntimo (Aileen S. Carrol e Sérgio Andrade)
Para o 5º nome sorteado: Prêmio 5) Índia – a fronteira do sonho (Robson S. Oliveira)
Para o 6º nome sorteado: Prêmio 6) O Profeta do Islam: Muhammad
Para o 7º nome sorteado: Prêmio 7) Um breve guia ilustrado para compreender o Islã
Para participar, é só curtir a página Angela Natel, entrar no link da promoção e clicar no botão verde escrito “quero participar”:
2) Clique no botão verde escrito ‘quero participar’ no link:
https://www.sorteiefb.com.br/tab/promocao/464363
O resultado do sorteio será divulgado dia 03/07/2015 (sexta-feira) na página Angela Natel a partir das 18h:
https://www.facebook.com/pages/Angela-Natel/137128436426391
Lembrando que somente os participantes que realizarem os dois passos requeridos é que receberão seus prêmios caso sejam os ganhadores.
Aproveite e compartilhe com seus amigos!

0 comentários:

Liberdade de Expressão


É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se:
“é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença"(inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da"argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.