Angela Natel On sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015 At 05:41


A segunda imagem na foto é a de meu primeiro quadro em tinta acrílica, de quando comecei a aprender a técnica em 2009. Lembro que enfrentei inúmeros questionamentos a respeito da escolha da imagem: algo obscuro, uma Igreja, um cemitério, uma forca...
Gostei da imagem e a escolhi, dentre muitas outras opções. O objetivo era aprender a pintar em tela, e para primeiro quadro, pareceu-me um bom desafio.
Hoje me senti compelida a escrever a respeito, depois da notícia da selvageria que destruiu obras de arte de valor inestimável para a humanidade no museu da cidade de Mossul, no norte do Iraque, por fundamentalistas religiosos (primeira imagem).
É claro que não há comparação entre as obras destruídas no Iraque e meu primeiro quadro em tinta acrílica, pintado em 2009. Mas há algo em comum entre essas obras: todas foram destruídas sob argumentação religiosa.
Sim, esse quadro inofensivo foi destruído. Eu o guardava como uma relíquia, já que se tratava do primeiro de uma série que vim a produzir. A arte me ajudou em diferentes aspectos: emocional, social, criativo, entre muitos outros. Era um lembrete de que eu poderia ir sempre além, alcançar novos horizontes e superar o medo do desconhecido. Creio que a maioria das pessoas compreende este sentimento com relação a determinados objetos que lhe são caros, não pelo valor de mercado que se lhes atribui, mas pelo valor sentimental e subjetivo que eles representam em uma questão pessoal.
Certo dia, um amigo insistiu para que eu lhe desse de presente este quadro, exatamente pelo que ele representava: meu primeiro quadro. Apesar da relutância interior, pesei o valor do amigo a despeito do valor do quadro, e presenteei-lhe. Por muito tempo encontrei o quadro em um lugar de destaque na sala de jantar da casa deste meu amigo, e me alegrava ver não a imagem ou a peça sendo valorizada, mas minha pessoa, bem como minha constante recordação na casa de um amigo querido.
Até que um dia, em um lugar público, meu amigo contou-me, sem o menor remorso, que uma conhecida autodenominada missionária, ao visitá-lo deu de cara com meu quadro na parede e atribuiu-lhe uma presença supostamente demoníaca, por causa do teor da imagem retratada nele. Diante desta manifestação, e a pedido da religiosa, meu amigo entregou-lhe o quadro, para que fosse destruído.
No momento em que ele me contou, não sabia se ria ou chorava. A única lembrança que tenho do quadro é a imagem da foto – pelo menos, a mania de fotografar tudo o que faço me deu uma vantagem desta vez -, parecia-me inconcebível tal ato e eu não sabia explicar o porquê deste sentimento que se instalou dentro de mim que representava tanta tristeza e tanta indignação.
Eu não sabia até o dia de hoje, quando me deparei com a outra imagem, da destruição das obras de arte no Iraque. Ao ler um comentário de outro amigo, referindo-se à matança de pessoas, compreendi uma frase de Heine que li há muito tempo atrás: “Onde se lançam livros às chamas, acaba-se por queimar também os homens” (prefácio de ‘Fahrenheit 451’ – Ray Bradbury – p.20). A arte é muito mais do que objetos lançados ao mundo, fruto do trabalho humano. A arte é a extensão do homem, de sua criatividade, é a produção cultural do ser humano, a maneira como o ser humano se eterniza e faz história. Quem é capaz de destruir a produção cultural humana, é capaz de destruir um ser humano.
Não é exagero pensar que quando uma pessoa se levanta para queimar livros, cds, imagens ou qualquer produção artística, sob o argumento que for, poderá não distinguir o valor de uma vida quando sua argumentação chegar a âmbitos equivalentes. Quem é capaz de queimar um quadro, pode massacrar uma pessoa, seja com palavras ou atitudes, seja física, emocional ou espiritualmente.
As religiões do mundo não possuem base suficiente para respaldar atos como os descritos acima. Tais atitudes revelam o perigoso fundamentalismo que não enxerga além de seus estatutos, e que por isso os tem acima do valor da vida humana.
Essa é a razão porque senti urgência em deflagrar atos como este, não menosprezando as vidas que se perdem por causa da perseguição religiosa, muito pelo contrário, alertando para o fato de que atitudes como as descritas aqui são o prenúncio de que coisas muito piores podem estar por vir.
Não sei se aquele amigo compreende a profundidade do que aconteceu, e não o culpo por isso. O que me entristece é o descaso para com as implicações de atos tão trágicos como estes.

Angela Natel

27/02/2015
Angela Natel On terça-feira, 24 de fevereiro de 2015 At 12:20

Angela Natel On At 07:17
Angela Natel On domingo, 22 de fevereiro de 2015 At 08:36

Atenção: Novo sorteio de livros no Facebook!!!
Sorteio "Extremos” – Coleção ‘A obra-prima de cada autor’
Dois livros para um único ganhador – um desafio para o leitor sagaz!
O ANTICRISTO
Friedrich Wilhelm Nietzsche
Apresenta críticas ao cristianismo e a seu modo de valorar. Nietzsche expõe suas opiniões contra as práticas cristãs e especialmente contra Paulo de Tarso, que segundo ele, foi um dos apóstolos que mais deturparam a mensagem original de Jesus Cristo.
Utilizando-se de citações e teorias de outros filósofos para validar sua tese, o autor pretende levar os leitores a questionarem a si mesmos e a suas próprias crenças, sejam elas religiosas ou não.
Editora Martin Claret
IMITAÇÃO DE CRISTO
Tomás de Kempis
É considerada a mais importante obra da literatura cristão, à exceção da Bíblia.
Kempis escreveu numerosos textos teológicos e espirituais, mas seu nome está ligado principalmente a esta obra. Em linguagem e estilo simples - conhecido como sermo humilis, ou "discurso humilde", tal como na Bíblia -, o livro enfatiza a vida espirital, afirma a comunhão como prática para fortalecer a fé e encoraja uma vida pautada no exemplo de Cristo.
Seus textos são provavelmente a melhor representação da devotio moderno - movimento religioso que procurou tornar a religião cristã compatível com a mentalidade "moderna" que surgiu na Europa no final do século XIV.
Editora Martin Claret
Para participar, é só curtir a página Angela Natel, entrar no link da promoção e clicar em quero participar:
1) Curta a página:
https://www.facebook.com/pages/Angela-Natel/137128436426391
2) Clique em ‘quero participar’ no link:
https://www.sorteiefb.com.br/tab/promocao/427631

O resultado do sorteio será divulgado dia 27/02/2015 (sexta-feira), na página Angela Natel a partir das 18h:
https://www.facebook.com/pages/Angela-Natel/137128436426391
Lembrando que o sorteio é realizado pelo sistema do Facebook no Aplicativo 'Sorteie-me', que gera automaticamente o link do resultado, não podendo ser realizado o mesmo sorteio novamente.
Bom desafio e boa leitura a todos!
Angela Natel On sábado, 21 de fevereiro de 2015 At 05:07
Angela Natel On At 03:56
Angela Natel On sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015 At 09:16
Angela Natel On At 08:02
Hermes C. Fernandes: Por que Deus permite o martírio de cristãos?: A legenda da TV árabe diz: "Eles suplicaram àquilo que adoram e morreram por seu paganismo." Por Hermes C. Fernandes ...
Angela Natel On At 06:12
Angela Natel On quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015 At 09:50

"Eu nunca vou se curvar a seus ídolos
Eu sei quem eu sou
Você vai ter que me colocar no chão
Para me calar
Esta é a minha posição final
Você não pode me matar, eu já estou morto
Este é o grito do mártir
Assim, enquanto a multidão exige minha cabeça
O meu tempo chegou para morrer
A morte é apenas o começo de tudo o que eu estou vivendo
Esta é a minha posição final
Colocada sobre o altar
Esta é a minha posição final
Colocada sobre o altar
Esta é a minha posição final
Levante-se, minhas convicções não estão à venda
E eu sei quem eu sou
Eles não podem negar a verdade dentro de mim
Então, eu vou sofrer em suas mãos
Arrastado pelas ruas como um criminoso
Minha minha própria carne e sangue culpado por associação
Não é o inferno para pagar por este filho apóstata
Matá-lo!
O grito hipócrita
Ele serve um novo rei
Matá-lo!
Seus olhos cegos não podem ver
Eu sirvo o verdadeiro rei
Agora, as rochas começam a voar
E a minha boca se enche de sangue
Eu posso ouvir minha mãe chorando, mas uma só voz não é suficiente
Eu estava enfrentando a ira cheia de inferno
Fraco, uma vez que é
Eu estava de frente para uma boa morte, bem, isso é glorioso
Cara a cara com o túmulo que eu esperava
E agora, meus assassinos estavam frente a frente com uma fé que eles não podem ignorar
Esta é a minha posição final
Eu nunca vou se curvar a seus ídolos
Eu sei quem eu sou
Você vai ter que me colocar no chão
Para me calar
Esta é a minha posição final
Você não pode me matar, eu já estou morto
Este é o grito do mártir
Assim, enquanto a multidão exige minha cabeça
O meu tempo chegou para morrer"
Angela Natel On quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015 At 04:29
Angela Natel On terça-feira, 10 de fevereiro de 2015 At 10:05
Angela Natel On At 06:17
Blog do EsquiZilton: JULGUEM A PROFECIA, E NÃO O PROFETA!: É bem comum ouvirmos nos meios pentecostais e neopentecostais a orientação de que “devemos julgar as profecias, mas não os profetas”. Mas...
Angela Natel On At 03:44

Angela Natel On domingo, 8 de fevereiro de 2015 At 10:54
Angela Natel On At 06:36



Sorteio de Aniversário
Dia 16 de fevereiro é meu aniversário, mas quem ganha presente é você!

Desta vez serão cinco pessoas sorteadas – muitas chances para ganhar!

Primeiro nome sorteado: Prêmio 1) Perdas & Ganhos, de Lya Luft – Edição Comemorativa 10 anos - Entre alegrias, descobertas, decepções e buscas, traz nesta obra inédita desde as memórias de infância Mar de dentro, publicado em 2002, a autora busca dar um testemunho pessoal sobre a experiência do amadurecimento. Convoca o leitor para ser seu amigo imaginário: cúmplice e companheiro de reflexões que vão da infância à solidão e à morte, ao valor da vida e à transcendência de tudo.

Segundo nome sorteado: Prêmio 2) Um breve guia ilustrado para compreender o Islã, de I. A. Ibrahim - Esse guia islâmico é para não-muçulmanos que gostariam de compreender o Islã, os muçulmanos e o Alcorão Sagrado.

Terceiro nome sorteado: Prêmio 3) A Mensagem do Islã, de Abdurrahman al-Sheha - O Islam é a religião que concorda com as disposições naturais do homem. Ela encoraja os muçulmanos e os chama para que perguntem sobre as coisas que são incompreensíveis a eles, através de consultas às autoridades competentes e versadas. No Islam não há coisas obscuras ou misteriosas; ela nos permite perguntar sobre todas as coisas.

Quarto nome sorteado: Prêmio 4) As Parábolas de Jesus e seu ensino sobre o Reino de Deus, de Claiton Kunz - Um estudo ao mesmo tempo claro e profundo, com uma proposta de sequência cronológica, traz como novidade a organização dos textos num arranjo quiástico. Uma obra fundamental para o estudo das parábolas de Jesus!

Quinto nome sorteado: Prêmio 5) O Profeta do Islam: Muhammad – Biografia e Guia Ilustrado dos Fundamentos Morais da Civilização Islâmica

Para participar, é só curtir a página Angela Natel, entrar no link da promoção e clicar em quero participar:

1) Curta a página:
https://www.facebook.com/pages/Angela-Natel/137128436426391

2) Clique em quero participar no link:
https://www.sorteiefb.com.br/tab/promocao/424253



O resultado do sorteio será divulgado dia 16/02/2015 (segunda-feira), na página Angela Natel a partir das 18h:

https://www.facebook.com/pages/Angela-Natel/137128436426391

Lembrando que o sorteio é realizado pelo sistema do Facebook no Aplicativo 'Sorteie-me', que gera automaticamente o link do resultado, não podendo ser realizado o mesmo sorteio novamente.

Boa leitura para todos e vamos comemorar!
Angela Natel On sábado, 7 de fevereiro de 2015 At 04:57
Angela Natel On segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015 At 11:35

Sorteio de Aniversário
Dia 16 de fevereiro é meu aniversário, mas quem ganha presente é você!
Desta vez serão cinco pessoas sorteadas – muitas chances para ganhar!

Primeiro nome sorteado: Prêmio 1) Perdas & Ganhos, de Lya Luft – Edição Comemorativa 10 anos - Entre alegrias, descobertas, decepções e buscas, traz nesta obra inédita desde as memórias de infância Mar de dentro, publicado em 2002, a autora busca dar um testemunho pessoal sobre a experiência do amadurecimento. Convoca o leitor para ser seu amigo imaginário: cúmplice e companheiro de reflexões que vão da infância à solidão e à morte, ao valor da vida e à transcendência de tudo.

Segundo nome sorteado: Prêmio 2) Um breve guia ilustrado para compreender o Islã, de I. A. Ibrahim - Esse guia islâmico é para não-muçulmanos que gostariam de compreender o Islã, os muçulmanos e o Alcorão Sagrado.

Terceiro nome sorteado: Prêmio 3) A Mensagem do Islã, de Abdurrahman al-Sheha - O Islam é a religião que concorda com as disposições naturais do homem. Ela encoraja os muçulmanos e os chama para que perguntem sobre as coisas que são incompreensíveis a eles, através de consultas às autoridades competentes e versadas. No Islam não há coisas obscuras ou misteriosas; ela nos permite perguntar sobre todas as coisas.

Quarto nome sorteado: Prêmio 4) As Parábolas de Jesus e seu ensino sobre o Reino de Deus, de Claiton Kunz - Um estudo ao mesmo tempo claro e profundo, com uma proposta de sequência cronológica, traz como novidade a organização dos textos num arranjo quiástico. Uma obra fundamental para o estudo das parábolas de Jesus!

Quinto nome sorteado: Prêmio 5) O Profeta do Islam: Muhammad – Biografia e Guia Ilustrado dos Fundamentos Morais da Civilização Islâmica

Para participar, é só curtir a página Angela Natel, entrar no link da promoção e clicar em quero participar:

2)    Clique em quero participar no link:

O resultado do sorteio será divulgado dia 16/02/2015 (segunda-feira), na página Angela Natel a partir das 18h:
https://www.facebook.com/pages/Angela-Natel/137128436426391

Lembrando que o sorteio é realizado pelo sistema do Facebook no Aplicativo 'Sorteie-me', que gera automaticamente o link do resultado, não podendo ser realizado o mesmo sorteio novamente.


Boa leitura para todos e vamos comemorar!
Angela Natel On domingo, 1 de fevereiro de 2015 At 05:47
…porque eu não vou mudar a minha voz para que você sinta segurança, achando que tenho alguma autoridade, quando eu falar;
…porque eu não vou pensar por você para facilitar sua jornada espiritual;
…porque eu não vou falar mais alto do que você precisa para ouvir;
…porque eu não vou lhe ensinar a determinar ou dar ordens ao Pai, como um filho mimado o faz;
…porque eu não lhe dizer que você é um vencedor quando o a sua espiritualidade está falida;
…porque eu não vou lhe ensinar a temer a Deus mais do que a amá-lo;
…porque eu não lhe direi que você é especial simplesmente por estar frequentando uma Igreja;
…porque eu não alimentarei o seu ego pregando somente as coisas que você gosta de ouvir;
…porque eu não lhe ensinarei a ser próspero a qualquer custo enquanto o mundo morre de fome;
…porque eu não lhe ensinarei a mover as mãos de Deus através de uma oferta sacrificial;
…porque eu não lhe direi que Deus me revelou algo que não está no texto, somente para fazer a mensagem melhor para você;
…porque eu não lhe direi que você não pode beber, se tatuar, ouvir músicas que não tocam na Igreja somente para facilitar o meu pastoreio;
…porque eu não vou lhe ensinar que a igreja de quatro paredes é a casa de Deus;
…porque eu não vou lhe ensinar que se você entregar o dízimo sua responsabilidade com os necessitados estará cumprida;
…porque eu não vou transformar a reunião do culto numa rave para que você fique atraído pelo ambiente;
…porque eu não vou lhe ensinar a marchar por Jesus, enquanto Ele quer que marchemos pelo próximo;
…porque eu não lhe darei uma lista do que pode ou do que não pode para você farisaicamente siga um mandamento no lugar de um Deus;
…porque eu não lhe ensinarei que há um Diabo maior do que a Bíblia conta somente para você poder colocar em alguém a sua culpa;
…porque eu não lhe ocultarei os meus erros para você pensar que é liderado por alguém melhor que você;
…porque eu não vou falar em nenhuma outra língua além da que você consegue compreender;
…porque eu não lhe tratarei melhor por causa do carro que você anda, da roupa que você veste ou do dinheiro que você põe no gazofilácio.
Dentre muitas outras coisas que poderia dizer: fique certo: sou um péssimo pastor.

https://pastorchicco.wordpress.com/2013/12/09/desculpe-me-mas-sou-um-pessimo-pastor/

Liberdade de Expressão


É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se:
“é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença"(inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da"argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.