Angela Natel On quarta-feira, 26 de junho de 2013 At 07:54
Num encontro, como você sabe que realmente sou eu?
Isso é fácil.

Se você ouve ou vê coisas que te fazem odiar outros ou a si mesmo
Esse não sou eu.

Se você ouve ou vê coisas que te fazem sentir medo ou vergonha.
Também não sou eu.

Se você ouve ou vê coisas que te fazem querer se esconder de mim.
Adivinha: Não sou eu.


Não há ninguém como eu.

Não apaguem o Espírito.
Não tratem com desprezo as profecias,
mas ponham à prova todas as coisas e fiquem com o que é bom.
Afastem-se de toda forma de mal. 
1 Tessalonicenses 5:19-22


0 comentários:

Liberdade de Expressão


É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se:
“é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença"(inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da"argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.