Angela Natel On terça-feira, 7 de agosto de 2012 At 08:49

Cracolândia, São Paulo - SP.

A Marcha para Jesus é uma benção! É algo inerente ao exercício da fé cristã. Incentivado e exemplificado em toda a Bíblia, especialmente no Novo Testamento. Algo entusiástico quando se entende o chamado da grande comissão para esses dias. Sim, é hora de marcha para Jesus, não apenas por um grupo ou denominação específica, mas por todos os que se entendem cristãos e pretendem imitar o seu mestre.

A marcha para Jesus é uma benção! Aquela que acontece todo domingo à tarde realizada nos corredores de hospitais públicos. Realizada por irmãos que se movem de íntima compaixão orando pelos enfermos e seus familiares. Cristãos anônimos que disponhem de seu tempo e seu vigor pelos necessitados.

A marcha para Jesus é uma benção! Aquela que acontece nos presídios realizada pelos que vão levar a palavra de Deus aos que tem sede de justiça. Aquela que acontece pelas vielas das comunidades, pelos becos e alcança os marginalizados. Leva um pouco de esperança aos esquecidos pelas autoridades públicas. Apontam um caminho diferente daquele que eles conhecem desde a infância.

A marcha para Jesus é uma benção! A que não é divulgada nem conta com multidões, mas com os poucos ceifeiros da última hora! Os que conseguem enxergar humanidade no meio do lixo e dentro dos que estão por destrás de personagens infames. Tomados pelas drogas. Tomados pelo ódio, pela revolta. Tomados pela dor, pela perda. Marginalizados pelo sistema e deixados de lado pelos religiosos cheios de insensatez.

A marcha para Jesus de verdade acontece longe das câmeras de tv. Não sai em capa de jornal, nem em página de revista. Não conta com apoio das autoridades e, às vezes, nem mesmo dos que se dizem ministros do Evangelho. Essa marcha para Jesus é silenciosa, porém, eficaz! E se você já participa dela, persista. Caso sinta essa vontade, porém, esteja falto de oportunidade, acesse agora mesmo: http://pierreribeiro.blogspot.com.br/ou http://agmmaosdadas.blogspot.com.br/

Permaneçamos firmes!

0 comentários:

Liberdade de Expressão


É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se:
“é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença"(inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da"argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.