Angela Natel On sexta-feira, 4 de maio de 2012 At 10:23


- Há somente cinco textos que fundamentam a lei dos dízimos e além deles não há outros. 

- Após DEUS criar um povo para Si, Ele escolhe uma das doze tribos de Israel para dedicar-se ao sacerdócio.

- Essa escolha se deu através de Finéias que segundo Números 25 fez justiça ao matar um casal que profanou o nome de DEUS e assim reivindicou a santidade de DEUS perante os israelitas:


“E eis que veio um homem dos filhos de Israel,
e trouxe a seus irmãos uma midianita,
à vista de Moisés,
e à vista de toda a congregação dos filhos de Israel,
chorando eles diante da tenda da congregação.

Vendo isso Finéias,
filho de Eleazar, o filho de Arão, sacerdote,
se levantou do meio da congregação,
e tomou uma lança na sua mão;
E foi após o homem israelita até à tenda,
e os atravessou a ambos,
ao homem israelita e à mulher, pelo ventre;
então a praga cessou de sobre os filhos de Israel.

E os que morreram daquela praga foram vinte e quatro mil.

Então o SENHOR falou a Moisés, dizendo:

Finéias, filho de Eleazar,
o filho de Arão, sacerdote,
desviou a minha ira de sobre os filhos de Israel,
pois foi zeloso com o meu zelo no meio deles;
de modo que, no meu zelo,
não consumi os filhos de Israel.

Portanto dize:
Eis que lhe dou a minha aliança de paz;
E ele, e a sua descendência depois dele,
terá a aliança do sacerdócio perpétuo,
porquanto teve zelo pelo seu Deus,
e fez expiação pelos filhos de Israel.”.
(Números 25:06-13).

- Zinri levou uma midianita para dentro de sua tenda, no acampamento israelita, para praticar sexo.

- Ele se descuidou tanto da lei de Deus que não respeitou a presença do Santo no acampamento de Israel.

- O ato de Finéias foi uma expiação para a nação de Israel, na verdade, seu ato serviu como advertência do julgamento de Deus.


- Por este motivo, os descendentes de Finéias se tornaram sumos sacerdotes.

- Eles continuaram a servir posteriormente no Tabernáculo e no Templo.

- Mesmo assim, não deveria toda a tribo de Levi participar diretamente realizando os rituais do santuário, mas somente a casa de Arão, irmão de Moisés. 

- Aos levitas ficava a oportunidade de servir a casa de seu irmão Arão. 

- Desta forma o sacerdócio estava estabelecido junto com o santuário e com suas obrigações especificadas pelo SENHOR e é determinada a forma de vida desse sacerdócio bem como seu sustento e todas as leis que regem seu serviço de caráter figurativo, provisório, pois era cerimonial e apontava para a vinda de CRISTO.


“Também todas as dízimas do campo,
da semente do campo, do fruto das árvores,
são do SENHOR; santas são ao SENHOR.
Porém, se alguém das suas dízimas resgatar alguma coisa,
acrescentará a sua quinta parte sobre ela.
No tocante a todas as dízimas do gado e do rebanho,
tudo o que passar debaixo da vara,
o dízimo será santo ao SENHOR.
Não se investigará entre o bom e o mau,
nem o trocará; mas, se de alguma maneira o trocar,
tanto um como o outro será santo;
não serão resgatados.
Estes são os mandamentos que o SENHOR ordenou a Moisés,
para os filhos de Israel, no monte Sinai.”.
(Levítico 27:30-34).

- Após completar as instruções no livro de Levíticos, DEUS anuncia que a décima parte do produto da terra é para Ele. 

- Aqui não é feita qualquer especificação.

- O décimo animal que passasse na contagem do pastor seria dado ao SENHOR como dízimo sem se importar se era perfeito ou defeituoso. 

- Neste caso não era uma porção igual. 

- O dízimo que fala aqui não era o melhor, nem o primeiro, mas o derradeiro.


- Os pastores ensinam que o dízimo é a primeira parte e a melhor que devemos dar ao SENHOR. 

- Vemos que Levíticos não é nem de longe padrão para os falsos dízimos que exigem os pastores para a pregação dos seus evangelhos.


“Todas as ofertas alçadas das coisas santas,
que os filhos de Israel oferecerem ao SENHOR,
tenho dado a ti,
e a teus filhos e a tuas filhas contigo,
por estatuto perpétuo;
aliança perpétua de sal perante o SENHOR é,
para ti e para a tua descendência contigo.
Disse também o SENHOR a Arão:
Na sua terra herança nenhuma terás,
e no meio deles, nenhuma parte terás;
eu sou a tua parte e a tua herança no meio dos filhos de Israel.
E eis que aos filhos de Levi
tenho dado todos os dízimos em Israel por herança,
pelo ministério que executam,
o ministério da tenda da congregação.
E nunca mais os filhos de Israel
se chegarão à tenda da congregação,
para que não levem sobre si o pecado e morram.
Mas os levitas executarão o ministério da tenda da congregação,
e eles levarão sobre si a sua iniqüidade;
pelas vossas gerações estatuto perpétuo será;
e no meio dos filhos de Israel nenhuma herança terão,
Porque os dízimos dos filhos de Israel,
que oferecerem ao SENHOR em oferta alçada,
tenho dado por herança aos levitas;
porquanto eu lhes disse:
No meio dos filhos de Israel nenhuma herança terão.
E falou o SENHOR a Moisés, dizendo:
Também falarás aos levitas, e dir-lhes-ás:
Quando receberdes os dízimos dos filhos de Israel,
que eu deles vos tenho dado por vossa herança,
deles oferecereis uma oferta alçada ao SENHOR,
os dízimos dos dízimos.
E contar-se-vos-á a vossa oferta alçada,
como grão da eira,
e como plenitude do lagar.
Assim também oferecereis ao SENHOR
uma oferta alçada de todos os vossos dízimos,
que receberdes dos filhos de Israel,
e deles dareis a oferta alçada do SENHOR a Arão,
o sacerdote.
De todas as vossas dádivas
oferecereis toda a oferta alçada do SENHOR;
de tudo o melhor deles, a sua santa parte.
Dir-lhes-ás pois:
Quando oferecerdes o melhor deles,
como novidade da eira,
e como novidade do lagar, se contará aos levitas.
E o comereis em todo o lugar,
vós e as vossas famílias,
porque vosso galardão
é pelo vosso ministério na tenda da congregação.
Assim,
não levareis sobre vós o pecado,
quando deles oferecerdes o melhor;
e não profanareis as coisas santas dos filhos de Israel,
para que não morrais.”.
(Números 18:19-32).

- Aqui é feita a sistematização para todo o sacerdócio.


- Essa lei deveria permanecer como inalterada durante os quarenta anos que Israel viveria peregrinando no deserto. 

- Mais tarde, quando o povo tomasse posse da terra prometida, então haveria uma mudança na lei dos dízimos. 

- Essas mudanças seriam adaptações a nova realidade. 

- DEUS não tinha a finalidade de anular o que foi dito, mas acrescentar detalhes importantes. 

- Desta forma DEUS confirmaria esta lei de dízimos repetindo-a e ampliando suas aplicações e significado, o que faz através de Seu profeta, Moisés, pois as circunstâncias iriam alterar os casos. 


- Ainda que toda tribo de Levi fosse dedicada ao sacerdócio, somente a família de Arão dentre toda a tribo, teria o encargo do serviço das cerimônias do santuário. 

- Os levitas assim serviam aos seus irmãos sacerdotes.

- Arão e sua casa, casa sacerdotal, deveriam viver das ofertas. 

- Essas ofertas eram comida e bebida que o povo trazia voluntariamente para o ritual de adoração:


“Todas as ofertas alçadas das coisas santas,
que os filhos de Israel oferecerem ao SENHOR,
tenho dado a ti,
e a teus filhos e a tuas filhas contigo,
por estatuto perpétuo;
aliança perpétua de sal perante o SENHOR é,
para ti e para a tua descendência contigo.”.
(Números 18:28).

- Os levitas deveriam dedicar um dízimo de todos os dízimos que recebessem do povo para a casa de Arão:


“Também falarás aos levitas,
e dir-lhes-ás:
Quando receberdes os dízimos dos filhos de Israel,
que eu deles vos tenho dado por vossa herança,
deles oferecereis uma oferta alçada ao SENHOR,
os dízimos dos dízimos.”.
(Números 18:26).

- Quem vivia dos dízimos diretamente, não eram os sacerdotes da casa de Arão, mas os demais levitas que serviam em suas diferentes profissões.

- O dízimo dos dízimos é chamado de oferta:


“Também falarás aos levitas,
e dir-lhes-ás:
Quando receberdes os dízimos dos filhos de Israel,
que eu deles vos tenho dado por vossa herança,
deles oferecereis uma oferta alçada ao SENHOR,
os dízimos dos dízimos.”.
(Números 18:26).

- Era portanto um centésimo.

- Arão e sua casa, que tinham o encargo exclusivo do sacerdócio não viveriam dos dízimos do povo, mas do centésimo do povo, que era o dízimo dos dízimos dos levitas, extraídos dos dízimos que eles recebiam do povo:


“Assim também oferecereis ao SENHOR
uma oferta alçada de todos os vossos dízimos,
que receberdes dos filhos de Israel,
e deles dareis a oferta alçada do SENHOR a Arão,
o sacerdote.”.
(Números 18:28).

- Assim a família sacerdotal de Arão, vivia não do dízimo do povo, mas do centésimo do povo que era 10% dos 10% que recebiam os levitas do povo e que se chamava de oferta.


- Mais uma vez vimos que o dízimo das igrejas é um falso dízimo, e não tem origem na Bíblia, pois os sacerdotes viviam do centésimo do povo, e, do dízimo dos dízimos. 


- A entrada de dinheiro é tão grande que se os pastores de hoje vivessem do centésimo, certamente isso não mudaria nada para eles, a não ser que seriam menos pastores para mais ovelhas e menos peso administrativo para operar a injustificável máquina de exploração.

- Arão e sua casa não poderiam ter qualquer propriedade:


“Disse também o SENHOR a Arão:
Na sua terra herança nenhuma terás,
e no meio deles, nenhuma parte terás;
eu sou a tua parte e a tua herança no meio dos filhos de Israel.”.
(Números 18:20).

- Contudo deveriam ter casas próprias para morar.

- A tribo de Levi deveria viver dos dízimos. 

- Esses dízimos também eram comida e bebida:


“E eis que aos filhos de Levi
tenho dado todos os dízimos em Israel por herança,
pelo ministério que executam,
o ministério da tenda da congregação.”.
(Números 18:21).

- A tribo de Levi também não poderia ter qualquer propriedade. 

- Contudo deveriam ter casas próprias para morar.

- Os dízimos são chamados de ofertas:


“Porque os dízimos dos filhos de Israel,
que oferecerem ao SENHOR em oferta alçada,
tenho dado por herança aos levitas;
porquanto eu lhes disse:
No meio dos filhos de Israel nenhuma herança terão.”.
(Números 18-24).

- DEUS só é adorado através de algo voluntário.


 - Quando não há voluntariedade não há adoração.

RESUMINDO


SACERDOTES:
GANHO EM ALIMENTOS = Ofertas e o centésimo do povo, que era o dízimo dos levitas.
RIQUEZAS = Não poderiam ter propriedades.

LEVITAS:
GANHO EM ALIMENTOS = Dízimos
RIQUEZAS = Não poderiam ter propriedades

PASTORES (hoje):
GANHO EM DINHEIRO: Nada de alimento, só dinheiro e 10% do salário dos irmãos que são os verdadeiros sacerdotes de Cristo. Fora as outras infinitas ofertas que inventaram para conseguirem dinheiro para pregarem seus evangelhos.
RIQUEZAS: Quantas puderem adquirir. Depende da ordem religiosa que seguem, dificilmente vais encontrar um na fila do SUS às 3h da madrugada tirando ficha pra si, que dirá para um irmão!

"A ÚNICA VERDADE QUE LIBERTA É A DE DEUS
AS OUTRAS APENAS MACHUCAM"

0 comentários:

Liberdade de Expressão


É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se:
“é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença"(inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da"argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.