Angela Natel On quarta-feira, 25 de janeiro de 2012 At 06:00


lobo em pele de ovelha
Por Thiago Ibrahim
Você sabe a diferença entre ser gospel e ser cristão?
A expressão gospel (que em inglês significa evangelho) está na moda no Brasil. Faz parte da identidade que muitos evangélicos assumiram e assinam embaixo. Mas será que ser gospel significa mesmo ser cristão ( que quer dizer aquele que é de Cristo)?
Esse termo faz parte de uma enxurrada de outros termos americanos que invadiram nossas igrejas e nossa teologia, e fizeram com que perdêssemos muito da nossa essência. Você pode achar que essa é apenas uma discussão semântica, mas te convido a continuar lendo, pra perceber a diferença entre os dois.
Abaixo, querido leitor, elenquei a diferença de compreensão do evangelho e da vida por parte do ensinamento gospel e do ensinamento reformado cristão. Acompanhe:
O gospel alcança o favor do Rei para possuir a terra;
O cristão busca a justiça do Reino e confia na provisão.
O gospel decreta/profetiza a vitória e busca o novo de Deus;
O cristão suporta as provações confiando que o Deus de sempre nunca o abandonará.
O gospel vive rompendo em fé e movendo o sobrenatural a seu favor;
O cristão alcança por meio da fé (dada por Deus) a salvação de sua alma e espera ser feita avontade de Deus.
O gospel enxerga a Bíblia como um amuleto que o livrará de todos os males da vida (se aberta em Salmos 91, é claro);
O cristão tem a Bíblia como a única regra de fé e prática.
O gospel é dizimista;
O cristão é generoso.
O gospel jejua para chamar a atenção de Deus;
O cristão jejua como forma de servir e se humilhar.
O gospel defende o que o pastor dele fala;
O cristão defende aquilo que diz a Bíblia.
O gospel gosta de modinha;
O cristão mantém os valores do Reino.
O gospel acha que é filho do Rei, por isso merece o melhor;
O cristão o sabe que é um pecador e que o que tem é fruto da Graça.
O gospel busca no evangelho satisfazer seus interesses e ser abençoado;
O cristão abençoa o seu próximo e está pronto a abrir mão do seu próprio interesse em favor do irmão.
O gospel limpa o pé pra pisar no “altar” da “casa de Deus”.
O cristão faz de todo lugar um altar e de sua vida um sacrifício pra Deus.
O gospel almeja pisar na cabeça de seus inimigos;
O cristão dá a oferece a outra face perdoando e amando aos que lhe fazem mal.
O gospel busca o Reino de Deus e a sua justiça, pois assim receberá todas as coisas;
O cristão busca o Reino de Deus e a sua justiça confiando na provisão diária.
O gospel busca a Deus e espera receber;
O cristão busca a Deus e está pronto a servir.
O gospel suporta o irmão por causa do culto;
O cristão suporta o culto por causa do irmão.
E você, o que tem sido: GOSPEL ou um simples CRISTÃO? Pense nisso!
***
Thiago Ibrahim é blogueiro, podcaster e colaborador no Púlpito Cristão

0 comentários:

Liberdade de Expressão


É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se:
“é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença"(inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da"argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.