Angela Natel On sexta-feira, 16 de dezembro de 2011 At 05:42

Sim! Deus não existe.
Verdade seja dita.
Não vamos mentir. Vamos contar a verdade:
Deus, de fato, não existe. Jamais existiu, pois Deus É! 
Existência pressupõe início. Existência pressupõe uma não existência anterior à existência. Deus jamais teve um início, portanto, Ele não existe. Ele simplesmente É.
Se Deus existisse, Ele teria sido criado de algo, do anterior a Deus, para que Ele pudesse vir a existir. Seria o deus de Deus. Mas não há nada antes. Deus não está na esfera do existível ou do inexistível. Deus não existe nem sequer deus inexiste, posto que Ele simplesmente É.
Conforme os astrônomos, o Universo “nasceu” há 13 bilhões de anos… Nem sei o que são 13 bilhões de anos… Se a ciência diz que o Universo nasceu, pressupõe-se que ele não existia e que este infinito foi criado de algo, do algo-anterior. Assim podemos inferir que talvez existam outros universos infinitos sendo criados neste momento e outros sendo extintos. Infinitos de infinitos que existem e inexistem. Deus não cabe nos universos, pois Ele não existe, assim como os universos existem. Deus É! Ele é Deus, nada mais, nada menos.
Não há como provar a existência de Deus, pois ao prová-la nós o negaríamos, já que se Ele existe, significa que foi criado, se foi criado, não mais é Deus, mas um ser criado por outro ser-deus de Deus.
Querer provar a existência de Deus é, além de ridículo, um tipo de negação ao próprio Deus, posto que Ele não existe, mas É. Querer dissertar sobre a não existência de Deus é igualmente ridículo e inútil, posto que o próprio Deus jamais disse existir. A existência ou não de Deus está presente apenas na limitada mente humana, que existe e por isso não consegue quebrar o paradigma da existência ou não-existência, posto estar acostumada ao tangível, ao provável. Os Deuses das religiões são invenções humanas, já que estes existem, mesmo que nas mentes. Muitas vezes até o Cristianismo sofre desta miopia. A existência pressupõe início e fim, portanto, pressupõe o fator tempo. Mas como Deus não existe, Ele está fora desta linha do tempo, pois Ele apenas É. Ele assiste ao tempo, estando fora deste, posto ser o tempo uma criação Dele. Se Deus existisse, Ele estaria dentro do tempo, que é uma criação, portanto Ele teria sido também criado pelo deus de Deus, o que seria uma negação de Deus.
Jesus jamais quis provar a existência de Deus.
Em seu encontro com Deus, relatado no terceiro capítulo de Êxodo, Deus diz a Moises:
“EU SOU O QUE SOU. Disse mais: Assim dirás aos filhos de Israel: EU SOU me enviou a vós.” 
Ele É! Simplesmente “é”…
Nele tocamos pela fé. Nada mais!
_______________________

Um filme extraído do YouTube sobre motores moleculares

0 comentários:

Liberdade de Expressão


É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se:
“é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença"(inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da"argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.