Angela Natel On sexta-feira, 19 de agosto de 2011 At 08:53
Sufismo é um movimento centrado numa dimensão interior e mística da experiência
espiritual no Islã. Frequentemente os sufistas procuraram entrar na presença do Divino e purificar seu ser interior. Movimentos sufistas são geralmente liderados por guias que
são muito reverenciados. Alguns muçulmanos ortodoxos, inclusive o principal movimento
muçulmano na Arábia Saudita, os Wahhabis, consideram os sufistas como hereges.
A maioria dos muçulmanos em Senegal e Gambia estão afiliados às irmandades Sufistas
como a Tijaniyyah, Xaadir (Qadiriyya), Mourides e os Layene. Grupos separados se formaram em cada movimento ao redor de líderes e doutrinas específicas.
Os Mourides, sediados em Touba, Senegal, foram fundados por Amadou Bamba em 1883.
Bamba (1850-1927) foi um místico muçulmano, um marabu e um líder espiritual que
instruiu sobre meditação, rituais, trabalho e o estudo do Alcorão. Sua ênfase no trabalho
produziu frutos e seus discipulos são conhecidos por sua ética de trabalho. Amadou Bamba
não apoiou a conquista francesa da África ocidental, mas ele foi contra a guerra santa.
Ele encorajava o que ele chamava de jihad al-akbar, “a luta maior”, a qual deveria ser lutada através do aprendizado e o temor a Deus. A irmandade Mouride em Senegal e Gambia
controla muitos setores das economias locais. Seguidores frequentemente doam parte de
sua renda ao movimento. Abdoulaye Wade, o atual presidente do Senegal é um Mouride
comprometido. Imediatamente após sua eleição em 2000, Wade viajou para a cidade santa
de Touba para procurar a benção do líder espiritual da irmandade. (O grande Marabu).


Idéias para Oração:

Os líderes Mourides são guias espirituais para 3 a 5 milhões de pessoas, e os líderes principais de Touba, a segunda maior cidade do Senegal (pop. De 0,5 a 1,5 milhão). Ore pelos líderes
Mourides e seus partidários para que realmente conheçam o Deus vido. As barreiras economicas,
sociais e espirituais são significativas (você pode orar baseado em Atos 13:4-12)

0 comentários:

Liberdade de Expressão


É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se:
“é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença"(inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da"argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.