Angela Natel On domingo, 21 de agosto de 2011 At 08:57
Uma onda da Ásia Central

Precisamos realizar a obra daquele que me enviou. A noite se aproxima, quando ninguém
pode trabalhar. – João 9:4 (NVI)
A Russia é conhecida por sua rica história, a perseverança de seu povo em tempos difíceis e suas obras de arquitetura. Pinturas solenes de ícones, estepes
vastos, florestas enevoadas, chícaras de chá e sopas
maravilhosas podem vir à sua mente quando você
pensa na Russia. Ainda assim, este país está mudando rapidamente. Moscou, a capital tem a maior população muçulmana das cidades européias. Estima-se de 400mil a 2 ou 3 milhões de muçulmanos.
(imigrantes ilegais provavelmente são milhares).
Muitos dos muçulmanos da cidadde vêm das
repúblicas pobres da antiga União Soviética da Ásia
Central. Tajiques, uzbeques, afegãos, kazaques, tatares e muitos outros estão vindo em números recordes, procurando por qualquer tipo de trabalho.
Eles frequentemente vivem juntos em casas apertadas em condições difíceis, economizando o máximo para enviarem dinheiro às suas famílias. Eles passam por espancamentos, assasinatos e até bombardeios e muitos são escravos de empregadores
temíveis. A vida em Moscou não é fácil, mas às vezes
é bem melhor do que há em suas terras natais.
Longe de sua terra natal, das tradições familiares e
da pressão familiar e cultural, surgem novas tentações aos muçulmanos da Ásia Central, mas também uma nova abertura para ouvirem a Palavra.
“Eu costumava odiar a Russia e não queria mais
voltar”, disse um crente de passado muçulmano.
Após ver o potencial para alcançar muçulmanos
de sua terra natal, ele ficou empolgado sobre o potencial de ministério. “Agora eu sinto que a Russia é minha segunda terra natal”.
Apesar do filme Jesus, o DVD Maria Madalena e
bíblias em russo serem bem recebidos, há apenas
um número pequeno de crentes enfocados no alcance aos muçulanos. Como os muçulmanos em
Moscou são frequentemente imigrantes, eles ficam
sufocados com a vida na cidade grande, sentem
falta de sua família e em procura de amigos. É
um bom momento de proclamar o Evangelho
para eles.



Idéias para Oração:

Peça a Deus para abrir os corações dos muçulmanos
na Russia.
Ore pela tradução e impressão de literaturas cristãs
de qualidade para os muçulmanos que falam russo e por
novos convertidos aprendendo a caminhar com o Messias.
Ore por unidade, visão e sabedoria para os líderes da
Russia para levar o evangelho para os muçulmanos na
Russia – fazendo discipulos deles de forma que sejam encorajados, capacitados e equipados para fazer o mesmo.
Ore por passos concretos e práticas das igrejas russas
para alcancar os muçulmanos ao seu redor.
Ore pelo discipulado de jovens convertidos. Há poucas
congregações para aqueles vindo para o Messias, a
maioria são apenas para Kazaques.

0 comentários:

Liberdade de Expressão


É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se:
“é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença"(inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da"argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.