Angela Natel On sábado, 6 de agosto de 2011 At 06:17
Esteja entre os primeiros a orar por este

6 de Agosto - Dia 6
A o norte do Paquistão, na região fronteiriça com a China ao Norte,
Afeganistão ao Nordeste e India ao Leste, tem uma das vistas mais
lindas do mundo. A região abriga uma das cinco montanhas mais
altas do mundo, e é lá que as tribos nortenhas do Paquistão podem
ser encontradas. Totalizando cerca de 410.000 pessoas, os Kolai são
uma dessas tribos (ano passado oramos pela tribo Kho). Muitas pessoas nesta região trabalham como fazendeiros e pastores. As tribos do norte estão isoladas por montanhas e fronteiras políticas. Muitos
dos Kolai têm diversos problemas de saúde devido à qualidade ruim
da água e à má nutrição. Água potável, e o sistema de saneamento
básico alcançam menos de 8% da população. Hoje, a grande maioria do povo são Muçulmanios Sunni (ortodoxos) e alguns também
praticam o shamanismo. Eles acreditam que há um mundo invisível
de demônios, fadas e espíritos ancestrais, portanto dependem dos
shamans para curar os doentes, se comunicar com os espíritos e controlarem eventos.
Adore ao Senhor como o único verdadeiro Libertador do poder do
pecado, da morte e dos demônios. Proclame a Jesus como o verdadeiro
Senhor do povo Kolai, suas vilas e cidades.
Ore para que os Kolai tenham favor àqueles que trazem o Evanelho.
Peça ao Senhor que Ele levante obreiros que possam lidar efetivamente
com as forcas espirituais significativas que agem na região Kolai. (Mc 6:13,
At 10:38)
Precisa-se de pessoas para ajudar com as questões sanitárias e de
nutrição.

0 comentários:

Liberdade de Expressão


É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se:
“é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença"(inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da"argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.