Angela Natel On sexta-feira, 5 de agosto de 2011 At 08:16

5 de Agosto Dia 5

Escrito no início de Março/2011
No primeiro rascunho em Dezembro de 2010 do livreto do “30 dias de oração”, foi incluido um artigo citando as eleições egípcias e o governo de Mubarak (as eleições estão
marcadas para Setembro de 2011). Então aconteceu a revolução na Tunisia, seguida pela
renúncia do Presidente Hosni Mubarak no Egito. No início de Março de 2011 estamos preparando diversas versões do material dos “30 dias” para impressão. A revolta Líbia contra
Muammar Qaddafi está acontecendo mas o ditador ainda é muito perigoso e determinado.
Demonstrações em massa ainda estão acontecendo em muitos países. O mundo Muçulmano está em grande inquietação. O rei ungido da colina de Sião reina (veja Salmo 2).
Quem sabe como Ele pode guiar o futuro?
O desejo por liberdade que os Tunisianos, Egípicios, Líbios, Yemenitas e outros expressaram nos últimos meses estão profundamente arraigados no coração humano. De
forma definitiva, este sentimento só pode ser saciado pelo Messias. Ele deve reinar sobre todos
os povos da Terra com Justiça e Retidão (veja Salmo 72 e Daniel 7:13-14). Ele irá julgar e
eventualmente corrigir os erros (Atos 17:31). A beleza de seu reino justo nos novos Céus e
nova Terra serão inigualáveis (Apoc. 21:14)
Idéias para Oração
Adore ao Messias que nos livra da culpa e do poder do pecado. Um dia ele irá nos libertar até
mesmo da presença do pecado. O Messias nos livra do poder da morte, nós iremos ressurgir com
corpos que nunca perecerão. O Messias se opõe a toda corrupção, opressão e injustiça. Ele venceu o Maligno e as atitudes, valores e caminhos deste mundo.
Ore pelo Oriente Médio e Norte da África em relação aos eventos atuais.
Os Muçulmanos reconhecem Jesus como o Messias sem perceberem o que isto significa e que
ele dá a verdadeira liberdade através de sua morte e ressureição. Ore para que muitos conheçam
o Messias.
Ore por proteção, encorajamento e força aos crentes neste tempo de crise

0 comentários:

Liberdade de Expressão


É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se:
“é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença"(inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da"argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.