Angela Natel On sexta-feira, 17 de junho de 2011 At 08:18

Malas abertas: um acampamento mais que especial

Entre os dias 26 de novembro e 5 de dezembro, mais um grupo de brasileiros partirá para a Colômbia para uma viagem muito especial.
A Portas Abertas realizará um acampamento com as crianças e adolescentes da Casa Abrigo Visão Ágape, para encerrar o ano letivo das crianças e para celebrar a formatura de quatro delas no último dia do evento.
O grupo ainda terá a oportunidade de conhecer famílias de cristãos refugiados em Bogotá e visitar alguns pontos turísticos.
O custo total da viagem será de aproximadamente 3.200 reais e você pode dividir o valor em seis vezes no cartão de crédito (VISA, Master e Amex), ou no boleto, ou com cheque pré-datado em quantas vezes for possível, até a data da viagem.
Foram abertas oito vagas para a viagem. Para se inscrever, você deve reencher os seguintes requisitos:
1) Formulário de inscrição inteiramente preenchido (clique aqui para fazer o download do arquivo de Word);
2) Passaporte (acesse o site - http://www.dpf.gov.br/ -
para obter mais informações);
3) Vacina de febre amarela validada internacionalmente na ANVISA (tome a vacina em qualquer posto de saúde e leve o comprovante para validação em algum posto da ANVISA).
4) Assinatura da Revista Portas Abertas.
Acesse o site - http://www.portasabertas.org.br/semfronteiras/
e saiba mais sobre o programa de viagens. Para outras informações, envie um email parasemfronteiras@portasabertas.org.br e tire suas dúvidas.

0 comentários:

Liberdade de Expressão


É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se:
“é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença"(inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da"argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.