Angela Natel On quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011 At 06:01

qual e o seu talento3 300x181 Quais são seus Talentos???

Fala galera, tudo bem???

Hoje é segunda, graças a Deus! E ao invés de pensar que este é um péssimo dia, podemos pensar que este é o início do que podemos fazer para Deus! Sendo assim, quando vc for escrever um email, pegar o telefone para falar com alguém, pense: qual é o propósito disso??? O que Deus quer fazer através de mim nesse lugar/situação???

Deus sempre tem algo a fazer/falar!!!

Bom, o post de hoje é especial para mim. Porque tem 2 semanas que não posto no blog (senti falta!) e semana passada estava falando pra Deus que precisava de inspiração para escrever algo pra vcs, porque tenho alguns temas para tratar aqui com vcs, mas nenhum deles despertou meu coração como esse que vou falar.

Gostaria que vc lesse este texto:

“Porque isto é também como um homem que, partindo para fora da terra, chamou os seus servos, e entregou-lhes os seus bens. E a um deu cinco talentos, e a outro dois, e a outro um, a cada um segundo a sua capacidade, e ausentou-se logo para longe. E, tendo ele partido, o que recebera cinco talentos negociou com eles, e granjeou outros cinco talentos. Da mesma sorte, o que recebera dois, granjeou também outros dois. Mas o que recebera um, foi e cavou na terra e escondeu o dinheiro do seu senhor. E muito tempo depois veio o senhor daqueles servos, e fez contas com eles. Então aproximou-se o que recebera cinco talentos, e trouxe-lhe outros cinco talentos, dizendo: Senhor, entregaste-me cinco talentos; eis aqui outros cinco talentos que granjeei com eles. E o seu senhor lhe disse: Bem está, servo bom e fiel. Sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor. E, chegando também o que tinha recebido dois talentos, disse: Senhor, entregaste-me dois talentos; eis que com eles granjeei outros dois talentos. Disse-lhe o seu senhor: Bem está, bom e fiel servo. Sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor. Mas, chegando também o que recebera um talento, disse: Senhor, eu conhecia-te, que és um homem duro, que ceifas onde não semeaste e ajuntas onde não espalhaste; E, atemorizado, escondi na terra o teu talento; aqui tens o que é teu. Respondendo, porém, o seu senhor, disse-lhe: Mau e negligente servo; sabias que ceifo onde não semeei e ajunto onde não espalhei? Devias então ter dado o meu dinheiro aos banqueiros e, quando eu viesse, receberia o meu com os juros. Tirai-lhe pois o talento, e dai-o ao que tem os dez talentos. Porque a qualquer que tiver será dado, e terá em abundância; mas ao que não tiver até o que tem ser-lhe-á tirado.” Mt 25:14

Bom, este texto fala muita coisa, mas a principal delas (na minha visão) é sobre o que vc faz com seus talentos. Se vc não sabia que tem talentos eu te digo que vc tem! Porque os talentos são heranças genéticas que recebemos dos nossos pais. Já nascemos com um potencial dentro de nós, com uma tendência para fazer algo, seja contas, escrever, desenhar, pensar logicamente… E ao longo da vida vamos descobrindo que gostamos mais de matemática do que de artes (meu caso hehe), ou mais de geografia do que história. E o talento é isso mesmo, a capacidade que vc tem de fazer algo, ele é como uma pedra bruta de diamante que precisa ser trabalhada para virar uma linda jóia. Por isso nosso papel é descobrir o que sabemos fazer e procurar maneiras de se desenvolver da melhor forma possível!

Na parábola Jesus diz que um homem rico saiu para viajar e deu talentos (dinheiro em ouro) aos seus servos, para um deu 5, para outro deu 2 e para outro deu 1 e foi embora. Aqui quero falar duas coisas:

  1. Porque um recebeu 5, outro 2 e outro 1???
    Imagino que vc já deve ter visto na sua Igreja alguém reclamando sobre o porque uns irmãos recebem mais bençãos, ou estão nos “melhores” lugares como louvor, pregar… Para isso tenho duas respostas, a primeira é porque cada um tem um potencial diferente e um chamado diferente também. Por isso o dono da terra deu talentos diferentes aos seus criados, porque cada um tinha um potencial diferente e ele, como dono, conhecia esse potencial e sabia também que não podia dar para um mais do que os servos poderiam suportar. Deus faz isso conosco, Ele não nos dá algo que não sabemos lidar/suportar!!! A outra resposta vem no próximo tópico.
  2. Preciso de instruções???
    Quando o senhor entregou os talentos ele foi embora sem deixar nenhuma recomendação para os servos. Só que os bons servos (conheciam seu senhor) foram negociar (trabalhar) os talentos logo após a saída dele e conseguiram duplicá-los. Bom, na Igreja vemos pessoas à frente dos trabalhos e reclamamos que não estamos lá, mas não vemos (na maioria das vezes) a história daquelas pessoas, o quanto elas se dedicaram para estar lá e que começaram por baixo, com trabalhos simples e “sem reconhecimento” como cuidar de crianças, ou ficar de porteiro, ou limpar algo… Sim, a maioria destas pessoas que estão à frente de algo começaram por baixo eDEUS foi LEVANTANDO!!! Acredito que toda autoridade é estabelecida por Deus, é Ele quem levanta e estabelece e também quem faz cair (Dn 2:19). Essas pessoas começaram a trabalhar os talentos delas com coisas simples e foram “lapidando o diamante” delas, aumentando seus talentos! Eu aprendi isso quando era adolescente e comecei a fazer isso na minha casa, ajudava minha mãe a cuidar dos meus abençoados irmãos, arrumava a cozinha, limpava a casa… Não me importava não, depois fui para a Igreja fazer o que precisava ser feito, já limpei o chão, carreguei caixa de som, passei madrugadas organizando, fiz cantinas, fiz missões… E com tudo isso aprendi que Deus gosta de pessoas que estão disponíveis para fazer coisas simples! Ele nos levanta a Seu tempo e só o faz quando encontra um coração de servo em nós!

Continuando o texto dá para falar muitas outras coisas, mas quero te perguntar:

O que vc tem feito com o que recebeu?

Se vc continuar lendo a parábola verá que o servo que recebeu apenas 1 talento e o enterrou com medo do senhor foi jogado nas trevas exteriores e o talento dele (dinheiro) foi tirado e dado ao que tinha mais talentos. Sabe, eu e vc temos coisas preciosas dentro de nós, esses talentos nos foram dados para cumprir/fazer algo que só nós podemos fazer, eles estão intimamente relacionados com a nossavocação. Acredito que vc sabe orar, ou cuidar de crianças, ou evangelizar, ou interceder no seu quarto em oculto, ou ajudar na organização da Igreja, ou na limpeza… Vc sabe fazer isso, mas vc quer fazer??? Como disse, acredito que Deus nos dá coisas maiores quando vê em nós humildade e maturidade! Não estou falando que se vc fizer isso Deus irá fazer pregar para multidões, ou evangelizar o mundo, ou pregar na TV, não. Ele irá fazer essas coisas se estiverem de acordo com a sua vocação de vida, e essa pode ser para vc fazer coisas que não “aparecem” para os homens como interceder num culto, orar pelos perdidos, chorar pelas nações… Tudo isso aparece para DEUS, e é isso que importa!

No início dessa semana quero te desafiar a pensar nessas coisas ao invés de reclamar, de cobrir e abençoar ao invés de criticar, de ajudar ao invés de ficar parado! Porque acredito que a igreja não é um lugar de receber apenas, mas é um lugar onde podemos participar e dar coisas para Deus!

Vc tem talentos que hoje podem ser para fazer coisas pequenas, mas está nas suas mãos trabalhar eles, andar com pessoas que sabem fazer, aprender com elas e aumentar seus talentos ou ficar parado resmungando e enterrar o que vc tem!

Podemos ser diferentes, podemos abençoar o nome de Deus com nossas ações, é uma questão de escolha!!!!

Deus abençoe sua semana!

http://naomordamaca.com/2010/10/04/quais-sao-seus-talentos/

0 comentários:

Liberdade de Expressão


É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se:
“é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença"(inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da"argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.