Angela Natel On sábado, 5 de fevereiro de 2011 At 12:16



Orientações para doadores de sangue

Há critérios que permitem ou que impedem uma doação de sangue, que são determinados por normas técnicas do Ministério da Saúde, e visam à proteção ao doador e a segurança de quem vai receber o sangue.


O doador deve...

- trazer documento oficial de identidade com foto (identidade, carteira de trabalho, certificado de reservista, carteira do conselho profissional ou carteira nacional de habilitação);

- estar bem de saúde;

- ter entre 18 e 65 anos;

- pesar mais de 50 Kg;

- não estar em jejum; evitar apenas alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação.


Impedimentos temporários

- Febre

- Gripe ou resfriado

- Gravidez

- Puerpério: parto normal, 90 dias; cesariana, 180 dias

- Uso de alguns medicamentos

- Pessoas que adotaram comportamento de risco para doenças sexualmente transmissíveis


Cirurgias e prazos de impedimentos

- Extração dentária: 72 horas

- Apendicite, hérnia, amigdalectomia, varizes: 3 meses

- Colecistectomia, histerectomia, nefrectomia, redução de fraturas, politraumatismos sem seqüelas graves, tireoidectomia, colectomia: 6 meses

- Ingestão de bebida alcoólica no dia da doação

- Transfusão de sangue: 1 ano

- Tatuagem: 1 ano

- Vacinação: o tempo de impedimento varia de acordo com o tipo de vacina


Impedimentos definitivos

- Hepatite após os 10 anos de idade

- Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças transmissíveis pelo sangue: hepatites B e C, Aids (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas

- Uso de drogas ilícitas injetáveis

- Malária


Intervalos para doação

- Homens: 60 dias (até 4 doações por ano)


- Mulheres: 90 dias (até 3 doações por ano)


Doe sangue com responsabilidade

Você sabe o que é janela imunológica? É o período entre a contaminação da pessoa por um determinado agente infeccioso (HIV, hepatite...) e a sua detecção nos exames laboratoriais.
No período da janela imunológica, os exames são negativos, mas mesmo assim o sangue doado é capaz de transmitir o agente infeccioso aos pacientes que o receberem.
A sinceridade ao responder as perguntas do questionário que antecede a doação é importante para evitar a transmissão de doenças aos pacientes.

Nunca doe sangue se você quiser apenas fazer um exame para Aids. Neste caso, procure um Centro de Testagem Anônima e gratuita.


Informe-se pelo Disque-Saúde: 0800-61-1997 ou pelos Centros de Testagem Anônima.



Cuidados pós-doação

- Evitar esforços físicos exagerados por pelo menos 12 horas

- Aumentar a ingestão de líquidos

- Não fumar por cerca de 2 horas

- Evitar bebidas alcóolicas por 12 horas

- Manter o curativo no local da punção por pelo menos de 4 horas

- Não dirigir veículos de grande porte, trabalhar em andaimes, praticar paraquedismo ou mergulho


Em caso de dúvidas, entrar em contato com o Serviço de Hemoterapia do INCA pelo telefone (2506-6021 / 2506-6580 / 2506-6064)



CURIOSIDADES

O sangue e a medicina transfusional estão cercados de situações curiosas e intrigantes. Confira.

Cálculo do volume sanguíneo





Informações extraídas de:




NÃO DÓI E PODE SALVAR A VIDA DO SEU PRÓXIMO !!!

PESQUISE ONDE VOCÊ PODE DOAR NA SUA CIDADE E PRATIQUE O AMOR!!!


BARRABÁS LIVRE >>> http://barrabas-livre.blogspot.com/2011/01/doe-sangue.html#ixzz1CYkx90t8

0 comentários:

Liberdade de Expressão


É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se:
“é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença"(inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da"argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.