Angela Natel On segunda-feira, 31 de agosto de 2009 At 06:49

Há dois tipos de Encontro:

O Encontro com o mundo: Tiago 4:4

O Encontro com Deus: Colossenses 1:13

O ENCONTRO COM O MUNDO

Um dia nós nos encontramos com o mundo e esse encontro nos deixou com muitas consequências. Só o encontro com Jesus pode tirar as consequências desse encontro com o mundo. O encontro com o mundo somente traz destruição.

O encontro com o mundo busca seus próprios interesses, a felicidade própria. O mundo tenta nos impedir de encontrarmos com Jesus: certamente muitos(as) aqui tiveram dificuldades para chegarem aqui (lutas durante esta semana, com o marido, a esposa, filhos, pais, no trabalho, falta de dinheiro, doenças, medo, dúvidas, desanimo...)

As pessoas seguem os caminhos que o mundo oferece. Passam por cima dos outros, buscam seus próprios interesses, denigrem a imagem uns dos outros, mentem, enganam, etc.

Os homens buscam a felicidade e Satanás se aproveita para enganá-los. É errado buscar a felicidade? Não, não é errado, mas, por onde andamos e o que fazemos para conseguir o que pensamos ser a nossa felicidade?

As pessoas só pensam em si, só elas são prioridade, na busca pela felicidade. Um dia nós fomos assim e andamos por muitos caminhos errados, a julgar sempre estar buscando a felicidade.

Os homens buscam a fama, o dinheiro e o prazer – isto é o Encontro com o mundo. Tudo isso inicia um processo de destruição: Provérbios 14:12

Pois as pessoas buscam a felicidade nos lugares errados. Acham que ter fama, prazer, dinheiro é tudo.

AS ILUSÕES DO MUNDO

A Fama

O desejo de ser conhecido por todos, de ser admirado.

A fama é uma das maiores mentiras na vida do homem. Desde criança o diabo trabalha para gerar em nós um desejo pela fama. Os artistas, os heróis, as modelos passam a ser os ídolos – é assim mesmo que os chamamos no mundo. Deixamo-nos iludir tanto quanto os próprios ídolos deste mundo.

O Dinheiro

O desejo pelo mundo gera situações estranhas:

- filhos matam os pais por causa de herança;

- pessoas jogam tudo o que têm e não conseguem nada;

- pessoas dão dinheiro num cartão de lotaria, mas não ofertam na Igreja;

- Pais sacrificam filhos para ficarem ricos;

O Prazer

Muitas pessoas, quando no mundo, só vivem em função de buscar prazer. Muitos casamentos são destruídos porque se busca prazer sexual em uma terceira pessoa, no adultério, na prostituição, na poligamia.

Geralmente, não interessa, ao homem do mundo, se sua esposa se satisfaz sexualmente, desde que ele obtenha o seu prazer pessoal. Pessoas pagam para se prostituir. Suas relações sexuais só servem para terem prazer físico, como se homens e mulheres fossem animais, nunca pensam que os seus parceiros são a imagem de Deus.

RESULTADOS DO ENCONTRO COM O MUNDO

Todos os três itens acima referem-se a coisas superficiais.

Ainda que consigamos fama, dinheiro e prazer passageiro, não temos garantida a “felicidade”. Este é o resultado do encontro com o mundo; isto foi o que o diabo programou para você: uma grande frustração.

Leia João 10:10 - A intenção do inimigo é roubar, matar e destruir.

João 8:44 - Ele é o pai da mentira.

Hoje viemos aqui para buscar algo diferente.

Nós que buscávamos coisas superficiais, hoje estamos buscando uma nova felicidade.

Concluímos, então: a felicidade tem nome: Jesus.

Ele te dará aquilo que o diabo nunca te deu.

Ele te proporcionará tudo o que tens necessidade.

O ENCONTRO COM JESUS

Leia João 4:1-30

É necessário sair para encontrar-se com Jesus

Quando encontramos com Jesus a nossa vida muda para melhor.

2ª Coríntios 5:17

Saímos da cidade para termos um Encontro com Ele.

Abraão, Moisés, Jesus... saíram da cidade. Nós também precisamos sair da agitação para nos encontrarmos com Deus.

Temos muitas preocupações no mundo. Por isso, nas aulas precisamos ficar sem atender telemóvel, sem nos distrair;

É preciso um despojar, um esvaziar de nós mesmos para encontrarmos com Jesus.

Por mais que Satanás utilizasse suas forças, para nos impedir de estar aqui, o inimigo não prevaleceu, pois Jesus quer encontrar-se conosco.

Neste Encontro A Tua Vida É Transformada

Exemplo: Vá ao espelho, olha-te como estás, veja toda a sujidade que está em você e depois do curso olha-te de novo e hás de ver a limpeza maravilhosa que Deus operou. O Senhor vai nos limpar e nos dar nova vida.

Seu Coração Será Renovado

Tuas emoções serão renovadas. Toda ansiedade, ociosidade, tristeza, serão tiradas.

Jesus Cristo há de trazer libertação e livramento.

Teremos o coração de Jesus Cristo e o Seu sangue em toda a nossa vida.

Hoje o Senhor nos dará um novo coração, não sairemos mais os mesmos.

O Encontro com Jesus Cristo traz mudança de vida.

O Senhor tem se preocupado com a nossa vida, não podemos nos deixar corromper. Quem está com Deus, não tem o corpo para depósito de dor, tristeza, amarguras, iras, maldades, etc. Somos um vaso novo que todos os dias o Espírito Santo estará a encher.

Leia Isaías 40:31

Seja como a mulher samaritana

Leia João 4:9-12

Que abandonou tudo, e deixou-se ser ministrada por Ele; a partir disso ela levou a multidão consigo.

Estás em um Encontro a partir do qual multidões te seguirão. Você vai trazer vidas, frutos do que este Encontro lhe proporcionou, e as multidões, como fruto do seu trabalho, também virão a estes Encontros.

Leia João 4:39-42

Neste Encontro receberás a fortaleza de Jesus. Satanás é um gigante vencido.

Leia Filipenses 4:13

Deus sempre faz mais do que pedimos.

LEMBRETES IMPORTANTES

1a ) Algumas coisas que impedem o Encontro.

Não digas: “Ah, eu não mereço, fiz muitas coisas erradas”.

Leia Romanos 8:1

Não deixe o diabo trazer acusação – rejeite.

Não digas: “Já aceitei a Jesus, mas nada mudou. Acho que Deus está longe por causa dos meus pecados”.

Deus se importa consigo!

Você precisa de um Encontro com Jesus Cristo, e Ele vai de facto mudar toda a tua vida.

Teu pecado não afasta Deus, pelo contrário, Deus volta para te curar.

Leia Romanos 5:20, 21

2a ) A Bíblia afirma que:

Jesus Cristo está interessado em ter um Encontro conosco. Ele disse

Leia Apocalipse 3:20

Somos, em Cristo, a imagem de Deus

Leia Gênesis 1:26; 1ª Pedro 2:9

Se recebestes a Jesus Cristo, Ele certamente entrou no teu coração e te tornaste filho de Deus.

Temos tudo o que o nosso Pai tem.

LEMBRA-TE!!!

Nunca mais pergunte para Deus “Oh, onde estás? Ele diz: “Eu estou aqui!”

Deus é maior que seus problemas.

Estamos aqui hoje porque Jesus Cristo nos escolheu para estarmos aqui. Somos muito importantes para Ele! Quando nos escolheu, Ele não viu o que éramos, mas o que nós seríamos e o que faríamos.

Jesus Cristo disse a Paulo: “Por que me persegues?”

Você há de ser confrontado com tudo que fez, inclusive com o que fez a Jesus Cristo. Paulo passou por essa experiência, mas toda a maldição de sua vida Jesus Cristo transformou em benção.

Angela Natel On domingo, 30 de agosto de 2009 At 06:46

Gênesis 32.30; 2ª Samuel 12

Peniel é...

Lugar de se sentir profunda dor pelos pecados

Lugar de confronto consigo mesmo e com Deus.

Lugar de luta, de arrependimento, de guerra, de choro, de pranto.

Jacó esteve em Peniel e toda a sua vida foi mudada. Seu nome foi mudado de Jacó (que significa Ladrão, Mau Carácter) para Israel (que significa Ele luta e persiste com Deus). Seu carácter foi mudado. Jacó sentiu profunda dor nesse lugar.

I – A VIDA DE JACÓ

Jacó teve por Pai a Isaque e Rebeca. Seu avô era o patriarca Abraão. Tanto Abraão como Isaque eram homens de Deus, que andavam em aliança com Deus. Seus pais podem ter sido tementes a Deus e terem buscado a Deus conforme o seu entendimento. Mas, hoje cada um de nós precisa tomar as suas decisões, firmar os seus passos.

Jacó fez parte de uma resposta de oração, pois Rebeca, sua mãe era estéril e o Pai Isaque orou a Deus e ela engravidou de gêmeos.

Gênesis 25:21-34

A gravidez não foi fácil para a mãe a tal ponto que ela quase perdeu a vontade de viver, mas encontrou forças ao falar com Deus.

Primogenitura: o filho mais velho tinha o direito a toda a herança do Pai.

O engano entre irmãos podem trazer consigo muitas dores e machucaduras. Aparentemente não faz mal, mas a amargura fica.

Jacó foi orientado por sua mãe a enganar. Este engano traz consigo conseqüências gravíssimas. Mas, Jacó não pode jogar a culpa em sua mãe. Ele um dia ia ter que assumir uma postura em relação a esta situação.

Gênesis 27:24-36

A Bíblia ensina muito claro que devemos honrar os pais e a mentira traz destruição à vida dos filhos. Onde há engano a toda sorte de desconfiança e destruição de relacionamentos.

Esaú passou a odiar então seu irmão Jacó e tomou uma decisão em seu coração: Logo que o pai morrer vou matar a Jacó.

O ódio entre irmãos é fatal. Os primeiros irmãos que permitiram que a amargura entrasse em seu coração, trouxe morte. O primeiro assassinato foi de um irmão matando o outro. O ódio de irmão é o pior que existe. Mas, há salvação para situações assim. Existe cura e livramento para as nossas vidas.

Jacó precisa enfrentar as conseqüências do engano. Ele perde aparentemente tudo que tem e é isolado da sua família. Ele precisa enfrentar uma terra estranha e pessoas estranhas, por causa do engano. Ele poderia até dizer, não tive culpa simplesmente obedeci o que me foi dito. Procurei fazer o melhor e mesmo assim preciso enfrentar as conseqüências.

Jacó então vai para casa de seu tio Labão. Mas, no caminho ele tem um sonho e Deus fala com ele. Neste momento ele faz um voto para com Deus: será fiel a Deus e de tudo que obtiver por seu trabalho dará o seu dízimo.

Mesmo no isolamento Deus se importa e fala com Jacó. Deus não desiste de ninguém. Nas dificuldades muitas vezes fazemos votos a Deus e depois de termos sido abençoados esquecemos deles.

Jacó chega então na terra de sua parentela. Assim Jacó chega a casa de seu tio Labão e vive com ele e começa a trabalhar para ele.

Um dia Labão lhe chama e fazem um acordo de trabalho: sete anos de trabalho para poder casar com a segunda filha: Raquel. Labão tinha ainda uma outra filha, a mais velha, chamada Lia.

Jacó gostava tanto de Raquel que os sete anos passaram voando e chega o dia do casamento. Só que, Labão engana a Jacó, lhe embebeda no dia do casamento e ele acaba indo pra cama com a filha mais velha, Lia.

Assim como Jacó havia enganado, agora foi enganado pelo seu tio.

Mas, agora Jacó tinha um problema dentro de sua tenda: ele gostava mais de Raquel do que de Lia.

O ciúme dentro da casa de Jacó era muito forte e teve muitas lutas por causa disto.

Chegou o dia em que Jacó, agora com 12 filhos e uma filha queria voltar para a sua terra. Agora Jacó segue viagem e precisa enfrentar seu irmão Esaú. Jacó manda mensageiros dizendo: estou vindo para casa e me tornei muito rico.

Os mensageiros voltam com a notícia que Esaú vinha a seu encontro. Só que ele não vinha sozinho: ele trazia consigo 400 homens. Jacó teve medo e se perturbou, pois parecei que Esaú ia agora acertar as contas com seu irmão.

Um dia temos que enfrentar os problemas do nosso passado. Um dia precisamos encarar as situações ou pessoas.

Jacó começou a montar estratégias e orou a Deus, lembrando das promessas de Deus e pedindo por livramento.

Gênesis 32:9 a 12

Deus ouve a oração de Jacó. A resposta não veio como ele esperava. Pois naquela noite ele iria precisar lutar. Muitos de nós fazemos orações pedindo a ajuda de Deus e Deus responde. Não como queremos, mas responde da maneira que precisamos.

Jacó faz o que sabe: manda presentes para seu irmão; divide suas coisas em grupos e procura evitar todo e qualquer confronto com seu irmão. Ele procura amenizar ao máximo toda a situação e acalmar seu irmão.

Cada um de nós tem uma situação que não quer enfrentar. Procuramos evitar ao máximo qualquer confronto. Temos nossas estratégias para não falar de certas coisas. Compramos o favor das pessoas com coisas ou com nossas argumentações. Nos justificamos dando explicações.

Jacó mandou todo mundo na frente – inclusive sua família. Ele fica sozinho. Porém a Bíblia conta, que “um homem lutava com ele até o romper do dia” (Gn 32.24). Entendemos, que um anjo de Deus estava lutando com Jacó.

Jacó foi muito firme e lutou, lutou e parecia que ia vencer ao anjo, então o anjo tocou na articulação da coxa de Jacó e disse: deixa-me ir!

Jacó porém faz um pedido: Não te deixarei ir, se me não abençoares! (Gn 32.26b)

Jacó foi muito corajosos e lutou com firmeza. Ao perceber que lutava com Deus fez seu pedido: não lhe solto, até que você me abençoe.

Jacó estava aqui numa crise muito grande. A sua vida estava em jogo. Mas, ele queria ser abençoado por Deus, pois somente em Deus obteria vitória.

Gênesis 32:27-30

Jacó recebe um novo nome: ISRAEL! Este nome significa: ele luta, ou persiste, com Deus. Jacó recebe uma nova identidade. A sua vida é mudada profundamente no seu encontro com Deus.

Jacó então enfrentar seu irmão e os dois fazem as pazes: eles se abraçaram, se beijaram e choraram. Jacó levanta um altar de adoração a Deus e lhe engrandece pelo seu livramento.

II – A MINHA VIDA

O que aconteceu com Jacó e o que acontece conosco no Peniel?

SOMOS CONFRONTADOS

Não podemos esconder nada de Deus. Ele nos conhece melhor do que nós a nós mesmos. Não há nada em nossa vida que possa estar encoberto.

No Peniel somos confrontados com os princípios divinos que quebramos. Poderás avaliar a sua vida como Deus a avalia.

Toda vez que andamos fora dos padrões de Deus, o diabo, nosso adversário, ganha vantagem sobre as nossas vidas. Ele vem e mata, rouba e destrói as nossas vidas.

Todo confronto com Deus gera cura e libertação para as nossas vidas.

SOMOS CONDUZIDOS AO ARREPENDIMENTO

Para isso a bondade de Deus nos leva ao arrependimento, a uma mudança de actitude, uma mudança na maneira de pensar.

No Peniel Deus vem e nos convence de todas as coisas que estão erradas em nossas vidas. Mas, não para nos acusar e sim para nos ajudar a vencer as barreiras que nos separam da vontade de Deus.

No arrependimento somos levados a concordar com Deus – a confessar os nossos pecados, coisas que sabemos que estão erradas em nossas vidas.

1ª João 1.9

Não podemos enganar a Deus, precisamos encarar os fatos e concordar com Deus:

* sou um(a) mentiroso(a) * sou um(a) enganador(a) * sou um(a) ladrão (ladra)

* sou um(a) adúltero(a) * sou um contador de piadas indecentes

* sou um sonegador de impostos * sou desobediente * falo insultos

* tenho cobiçado as coisas dos outros: mulher, roupa, casa, bens, emprego, posição, carro, etc. * tenho olhado para mulheres com olhos cheios de malícia

* tenho sido violento com os meus familiares * sou glutão

* sou um rebelde, pois não aceito autoridades * sou alcoólatra

* sou viciado no cigarro, drogas, comida *falo mal das pessoas, sou maledicente

* tenho pensamentos impuros quando olha para outras pessoas

Sermos sinceros e genuínos desta forma nos leva a sentir dor pelo pecado que cometemos. Quando o pecado é lembrado com dor, Deus nos concede a sua cura.

Arrepender-se é reconhecer o erro e decidir não fazê-lo mais.

Salmo 51:2-3

Quando renunciamos o pecado, arrancamos os argumentos do diabo de nossas vidas.

Colossenses 2:12-15

Muito de nós somos doentes no físico por causa de problemas na alma – o que hoje chamamos de psicossomáticos. A Bíblia já fala disso há muito tempo:

Salmo 32.3-4

O processo de arrependimento começa actravés de um quebrantamento diante da presença de Deus: sentimos dores profundas por havermos ofendido ao Pai. Não se trata de remorso, trata-se de um sentimento interior, de um coração impulsionado a retomar o caminho correcto de acordo com a vontade do Pai.

Você hoje precisa falar abertamente com Deus. Fala sobre tudo com Deus. O verdadeiro arrependimento acontece quando nos conscientizamos que, ao pecarmos, perdemos algo, e fazemos tudo para recuperar.

Não é vergonha ter errado e ter falhas em nossas vidas. Vergonhoso é ficar a esconder e justificar, colocar a culpa nos outros, nas situações, na sociedade, no governo, etc.

Deus se alegra com um coração sincero para com ele. Deus não rejeita um coração quebrantado e sincero.

Hoje é Peniel para as nossas vidas. Agora é o tempo de enfrentarmos Deus face a face.

Jacó lutou com Deus e prevaleceu. A sua vida nunca mais foi a mesma. Hoje você pode Ter o seu Peniel, o seu encontro face a face com Deus.

Houve um tempo de aparências – às vezes dizemos que está tudo bem quando tudo vai mal. A alegria só lhe foi devolvida quando concordar com Deus a respeito de sua vida.

O pecado nos tira do centro das decisões, já não sabemos decidir.

O pecado destrói as nossas finanças. No pecado não há proteção espiritual.

Se arrependa! O que é arrependimento? Não é remorso. No remorso há choro, há sofrimento, mas depois volta e faz tudo de novo. No arrependimento há entrega total, rendição total, não há contra-argumentos. O arrependimento é uma dor profunda que vem por se reconhecer que pecou contra o Senhor, que foi cometido um ato terrível. É não querer nunca mais voltar a cometer o acto.

Para a mudança acontecer tem que haver arrependimento. O arrependimento é uma dor profunda que nos faz decidir nunca mais voltar ao pecado. Todas as vezes que recebemos a proposta de pecado (tentação), nos lembramos da dor do nosso arrependimento e dizemos “não” ao pecado

Jesus se opõe a qualquer pessoa tolerante para com o pecado

1ª Coríntios 5.2; Gálatas 5.21

Somos santos que odiamos e aborrecemos o pecado. Deus quer que cresçamos com Ele e é preciso Ter arrependimento hoje. Quando o pecado é lembrado com dor, há cura. Em Peniel você terá um encontro face a face com Deus. Chore em Sua presença. Hoje é dia de romper com o passado. Jesus deseja riscar o escrito da dívida que é contra nós

Angela Natel On sábado, 29 de agosto de 2009 At 06:42


2ª Timó­teo 3:16-17

Quais são os passos para ouvir-se a voz de Deus?

Deuteronômio 28:1-2

Devemos amar a Palavra de Deus (a Bíblia) e seguir suas indicações. A Bíblia é o maior de todos os tesouros, pois tem respos­tas para todas as nossas necessidades.

O QUE É A BÍBLIA

A palavra Bíblia vem dos termos gregos “biblos”, e “biblion”,e significam “livro”. Os livros gregos eram escritos no junco do biblo (planta chamada papiro), e daí vem o nome grego biblos, que posteriormente se aplicou aos livros sagrados.

João 8:31-32

A IMPORTÂNCIA DA BÍBLIA

Além de ser importante por transformar totalmente a vida daqueles que têm contacto com ela, a Bíblia se destaca também porque:

• contém a voz de Deus e a revelação de Cristo

2ª Coríntios 5:20

• contém as leis divinas

Jeremias 31:33-34

• difundiu-se historicamente. Seu conteúdo (em 66 livros) resume o trabalho de uns 40 escritores de diferentes épocas os quais contribuíram para que seu conteúdo se mantivesse vigente em nosso dias.

Mateus 24:35; Isaías 55:10 e 11

Aspectos que diferenciam a Bíblia dos outros livros:

• A Bíblia é a revelação de Deus ao homem

2ª Pedro 1:19-20

• Refere-se à salvação (cipulumuso) do homem

João 6:32-33

• Refere-se à verdade

2ª João 2:2 1

• Revela Jesus como personagem central

João 14:9

COMO SE APROXIMAR DA PALAVRA

1. Ouvir atentamente a voz de Deus diariamente, (Deuteronômio 28:1-2),

2. Guardar Sua Palavra (ler com actitude correcta),

3. Meditar nela, isto é, estudá-la.

João 5:39

4. Obedecer a seus mandamentos

Salmo 119:105

5. Comunicá-la - confessá-la

Romanos 10:10

COMO ESTUDAR A PALAVRA

A. Escolha um lugar apropriado, calmo.

B. Estabeleça um hábito de estudo,

C. Tenha um caderno devocional para nele registrar:

- A Mensagem de Deus para mim hoje,

- A Promessa de Deus para mim,

- Mandamento a obedecer,

- Aplicação pessoal,

- Texto ou versículo a memorizar.

BENEFÍCIOS DE APROXIMAR-SE DA PALAVRA

• Ensina (doutrina),

• Corrige,

• Instrui,

COMO ALCANÇAR ESSE PODER PARA A MINHA VIDA?

Separe 15 minutos por dia e faça o seguinte:

• 5 minutos para falar com Deus.

• 5 minutos para ler a Bíblia. Comece lendo o evangelho de João e vá até Apocalipse;

• 5 minutos para meditar no que leu.

Se percebermos o valor de viver em comunhão com Deus, encontraremos “o tesouro do céu”.

APLICAÇÃO

Disponha-se a, dia após dia, manter um genuíno relacionamento com Deus através de um organizado estudo da Bíblia. Proponha-se a ler um número diário de capítulos e a memorizar aqueles textos nos quais Deus lhe fala directamente. Comece pelo livro de João. Mostre seu caderno de meditação Bíblica diária para seu mestre.

Versículo para Memorizar:

“Quem ouve esses meus ensinamentos e não vive de acordo com eles é como um homem sem juízo que construiu a sua casa na areia. Caiu a chuva, vieram as enchentes, e o vento soprou com força contra aquela casa. Ela caiu e ficou totalmente destruída.” (Mateus 7:26-27).

Angela Natel On sexta-feira, 28 de agosto de 2009 At 06:40

João 3:16-21

“Se você morresse neste momento, que Deus não o permita, qual seria o des­tino eterno de sua alma?”

Suponha que chegue ao céu; o que responderia se Deus lhe perguntasse: Por que você crê que merece a vida eterna?

IMPLICAÇÕES DO PLANO DE SALVAÇÃO (cipulumuso)

O plano de salvação (cipulumuso) projectado por Deus tem os seguintes aspectos: Justi­ficação, regeneração, santificação e a redenção.

JUSTIFICAÇÃO

Justificação significa “declarar justo”: é o acto mediante o qual Deus declara Justo o pecador que crê em Jesus e confessa sua fé, aceitando Seu sacrifício pelo pecado na cruz, essa pessoa passa a ser Justo e aceitável diante de Deus.

Romanos 3:24

SANTIFICAÇÃO

Ser santo significa estar separado das coisas que não agradam a Deus. Isso a pessoa só consegue por meio da graça (Nkhombo). Santificar-se eqüivale a consagrar-se plenamente em Deus, tanto moral quanto espiritualmente. A santidade é uma manifestação do carácter de Deus produzida no crente pela operação do Espírito Santo. 1ª Tessalonicenses 5:23

REGENERAÇÃO

Regeneração é a recriação do espírito humano. Ela provoca uma mudan­ça de pensamento em relação ao pecado, proporcionando que nossa mente perceba tudo o que é relacionado com Deus, especialmente em relação ao Seu Filho, a Sua obra redentora. É o Espírito Santo quem permite a regeneração, tanto moral como espiritual, no interior do homem.

1ª Coríntios 2:14

REDENÇÃO

A salvação (cipulumuso) está relacionada diretamente à redenção do homem, e significa o pagamento de um resgate por alguém escravi­zado.

Ao não encontrar na terra quem pudesse pagar, com a própria vida, o pre­ço do resgate (redimir) do homem, de seus pecados, Deus enviou o Seu único Filho para que pagar esse preço, livrando, assim, a humanidade da conde­nação eterna.

Romanos 5:8; Efésios 1:7

PROMESSAS DE DEUS PARA VOCÊ

1. VIDA ETERNA

João 6:47-61

2. PERDÃO DOS PECADOS

1ª João 1:8-10

3. POSIÇÃO DE FILHO.

João 1:12

4. HERANÇA COM CRISTO.

Romanos 8:17

Coisas que você deve saber sobre:

• Sua nova natureza.

2ª Coríntios 5:17

• O testemunho íntimo.

Romanos 8: 15-16



O que o seu ser há de desejar:

• Fome de estudar a Bíblia.

1ª Pedro 2:2

• Desejo de uma vida santa.

1ª Pedro 1:15-16

• Amor pelos irmãos.

1ª João 3:14

• Ser testemunha permanente de Cristo.

Actos 4:20

APLICAÇÃO

Examine integralmente sua vida e observe se há nela alguma situação de pecado que não tenha sido confessada diante de Deus. Renuncie essa situação em voz alta e pro­cure experimentar da santificação que o plano de salvação (cipulumuso) traz consigo.

Versículo para Memorizar:

“Porque Deus amou o mundo tanto, que deu o seu único Filho, para que todo aquele que nele crer não morra, mas tenha a vida eterna. Pois Deus mandou o seu Filho para salvar o mundo e não para julgá-lo.” (João 3:16-17).

Angela Natel On quinta-feira, 27 de agosto de 2009 At 06:37

Deuteronômio 1:8

A obra de Cristo, ao vir ao mundo, morrer, ser sepultado e ressurgir, foi um alto preço para que todo aquele que nEle crê experimente uma pro­funda libertação dos poderes demoníacos e de sua influência.

Isaías 61:1

A libertação torna-se efectiva, quando a pessoa sente que a opressão da maldição não mais o persegue; quando os vícios não mais o dominam; quan­do não há mais conseqüências dos pecados dos antepassados; quando sentimos que a plenitude de Deus flui permanentemente através de nos­sas vidas.

A CONDIÇÃO DO PECADOR

O homem separou-se de Deus e practicou todo tipo de mal. Isso o levou a sofrer as conseqüências, experimentando todo tipo de maldição; assim o inimigo levantou fortalezas e prisões. Lembramos que Satanás só constrói fortalezas onde encontrou direito legal (o pecado dá direito a Satanás para construir uma fortaleza na vida da pessoa), por causa da rebelião contra Deus. En­tão o homem tornou-se escravo do pecado, com todas as suas conseqüências, sendo a primeira delas uma natureza depravada e a separação de Deus.

João 8:34

Escravos do Mundo, com todos os seus enganos e valores destruidores, que deixam um terrível vazio na alma.

1ª João 2:16,17

Ecravos dos prazeres da Carne, com todos seus vícios, que não apenas corrompem a mente, mas enfraquecem a saúde, provocando todo tipo de enfermidade e encur­tando a vida.

Gálatas 5:24; Gálatas 5:19-21

Escravos do Diabo, com todas as suas prisões.

1ª João3:10

E o Senhor Jesus, repreendendo os líderes religiosos da sua época que agiam com uma atitude hipócrita, disse-lhes:

João 8:44

Quando alguém permite o pecado em sua vida surgem prisões, maldições e fortalezas, que afectam as diferentes áreas da vida da raça humana.

Essas três áreas são as que o inimigo está a tentar controlar, dominar e escravizar:

1ª Tessalonicenses 5:23

No espírito - cega a pessoa, conservando-a em trevas. Isso faz com ela se entregue aos pecados da idolatria e à prática de todo tipo de feitiçaria e encantamentos. Pensa que está servindo a Deus e não entende que O está desagradando.

Coríntios 4:4

Na alma - com todo tipo de sentimento mau, como: rejeição, amargura, ferida, ódio, tristeza, depressão e opressão. As mais for­tes feridas recebidas pelo ser humano têm lugar em sua alma; sua principal causa é a rejeição, porém Jesus a sofreu na cruz do Calvário, para que sejamos aceitos por meio dEle. Somente actravés de Jesus as feridas da alma podem ser curadas.

3. No corpo - o inimigo atacou com todo tipo de enfermidade e defor­midade. Quem rejeita a Deus abraça os males conseqüentes do pe­cado, com todas as maldições que ele traz, conforme declara a pala­vra:

Deuteronômio 28:61

4. Nas finanças, com toda pobreza e ruína. Moisés continua a ad­vertir em nome do Senhor:

Deuteronômio 28:29 a 31

A PROVISÃO DE DEUS PARA NOSSA LIBERTAÇÃO

Somos livres actravés do poder que existe na cruz. Na cruz Jesus levou todas as nossas maldições, conforme está escrito

Gálatas 3:13

Naquela cruz Jesus conquistou o direito de nos libertar, por isso não fala­mos da cruz em si, mas do que a obra que Jesus fez na cruz representa.

A morte de Cristo era a nossa morte; nela foram canceladas todas as nossas dívidas. Ali toda o ódio e ardor de Satanás foi vencido pelo poder de Jesus; a cruz foi transformada em arma mortal para o adversário e todo império das trevas; através do que Jesus fez na cruz o homem foi liberto da escravidão do pecado, da opressão de Satanás, e das conseqüências da maldição imposta sobre ele; a obra de Jesus na cruz torna o homem livre e permite que caminhe pelo caminho da bênção. Paulo declarou:

Coríntios 1:18 a 23

A cruz nos liberta:

• Do pecado

Romanos 6:23

• Das prisões demoníacas

Actos 10:38

• Da ruína

Salmo 107:20

• Da aflição

Isaías 63:9

PREPARAÇÃO PARA LIBERTAÇÃO

A. Desejar viver em liberdade. Deus está disposto a libertar, providenciou os mei­os de libertação em Cristo, mas o homem é livre e tem que querer.

Mateus 11:28

B. Identificar as causas das prisões.

Salmo 139:23,24

C. Arrepender-se e confessar os pecados. A libertação não é substi­tuto do arrependimento. Se pelo pecado Satanás conquistou direito legal de estar na sua vida, esse direito só é quebrado pelo arrependimento,

Lucas 13:3

D. Ter Fé.

Hebreus 11:6

E. Apropriar-se da verdade.

João 8:36

F. Orar e jejuar.

Mateus 17:21

Versículo para Memorizar:

“Então Jesus disse para os que creram nele: —Se vocês continuarem a obedecer aos meus ensinamentos, serão, de fato, meus discípulos e conhecerão a verdade, e a verdade os libertará.” (João 8:31-32).

Angela Natel On quarta-feira, 26 de agosto de 2009 At 06:34

João 3:3

Você considera que experimentou o novo nascimento?

Nós sabemos que Deus é uma trindade: Pai, Filho e Espírito Santo, e os três são UM (há um só Deus).

Gênesis 1:26 e 27; Gênesis 2:7

Portanto, o ser humano foi criado à imagem (ciyezezo) de Deus. Assim como Deus é um, mas é uma trindade, cada pessoa é uma, mas tem três partes. Veja:

Tessalonicenses 5:23

Agora sabemos que SOMOS um espírito, TEMOS uma alma e MORAMOS em um corpo; vamos ver o que aconteceu depois da criação…

Gênesis 2:16, 17; Romanos 5:12

Assim, a Palavra de Deus nos ensina que no dia em que o homem e a mulher pecaram eles morreram. Como? Já que somos espírito, foi o espírito do homem que morreu com o pecado, assim seu corpo também começou a envelhecer e foi condenado a morrer.

Efésios 2:1 a 6

Que maravilha! Então estávamos mortos em nosso espírito (por causa do pecado). Mas quando cremos que Jesus ressuscitou dos mortos e confessamos que Ele é Senhor (Mbuya) de nossas vidas, nós RESSUSCITAMOS com Cristo – Este é o novo nascimento!

Ao nascermos humanamente, tudo em nós já está estabelecido: o sexo, a cor da pele, a altura e o peso, o temperamento, os hábitos e desejos. Mas nascer de novo também é ter um corpo espiritual, uma mente espiritual, a mente de Cristo.

O novo nascimento é um acto criativo no qual Deus toma a fé do crente e a une ao poder do Espírito Santo, produzindo, então, o milagre de um coração novo de um espírito novo:

João 3:6

TODA PESSOA PRECISA DO NOVO NASCIMENTO

Provérbios 20:9

Jesus não falou sobre o novo nascimento com uma pessoa cheia de pecados (matazo), mas Ele falou isso a Nicodemos, um homem que ensinava a lei de Deus, orava duas horas ao dia, jejuava duas vezes por semana e era zeloso da doutri­na, por isso não tem qualquer fundamento a idéia da pessoa, por mais santa que pareça ser, reabilitar-se a si mesma. O novo nascimento não é gerado por uma actitude intelectual, mas é conseguido de uma maneira espiritual.

QUEM TORNA POSSÍVEL O NOVO NASCIMENTO?

Tiago 1:18

Há um poder na Palavra de Deus, o poder renovador, o poder doador da vida, da ressurreição, que faz mudanças profundas e verdadeiras na vida das pessoas. Jesus Cristo declarou:

João 8:32

A Verdade é Jesus; Ele mesmo disse:

João 14:6; João 6:63

O Novo Nascimento só é alcançado quando a pessoa recebe o Espírito Santo; para receber o Espírito Santo a pessoa deve morrer para o pecado. O Espírito Santo é San­to. Só habitará em um corpo santo.

O profeta Ezequiel declarou:

Ezequiel 36:26-27

Esse novo nascimento é produzido diretamente pelo Espírito Santo, que, atra­vés da fé, gera o espírito de vida no novo crente.

VANTAGENS DO NOVO NASCIMENTO

Somente o homem espiritual tem a capacidade de ver o Reino de Deus. Seus olhos espirituais são abertos para perceber todas as coisas que estão escondidas ao homem natural. Paulo declarou:

1ª Coríntios 2:9

Podemos resumir as vantagens do novo nas­cimento nos seguintes aspectos:

1 - Abrem-se os olhos, O pecado cega os olhos espirituais, porém, ao receber Jesus como Senhor (Mbuya) e Salvador de nossas vidas, nossos olhos espirituais são abertos.

2 - As trevas transformam-se em luz. O pecado conduz por caminho de escuridão; a conversão leva-nos a dar-lhe as costas, dirigindo nos­sos passos a um caminho novo, que é o caminho da luz.

3 - Saímos do domínio de Satanás para o de Deus. O pecado escra­vizou-nos por isso ficamos debaixo do domínio de Satanás, mas ao converter-nos a Cristo, ficamos sob o governo de Deus.

4 - Pela fé em Jesus, recebe-se o perdão de pecados (matazo). Fé é crer que nossos pecados (matazo) merecem um castigo, mas que Jesus, em Seu corpo carregou com os nossos pecados (matazo).

5 - Recebemos herança entre os santificados. Paulo declarou:

Romanos 8:32

CONCLUSÃO

Independentemente de sua condição, todas as pessoas precisam de um novo nascimento. Não podemos reabilitar-nos a nós mesmos, O novo nasci­mento é produzido por meio da Palavra de Deus e do Espírito Santo.

Somente actravés do novo nascimento, o homem pode receber a visão espiritual e sair da escuridão para a luz, do pecado para a santidade.

O novo nascimento é alcançado através da fé. Devemos gerar em nós mesmos a idéia do homem novo, a morte para o velho homem.

APLICAÇÃO

Analise sua vida e veja se já experimentou o novo nascimento. À luz das vantagens do novo nascimento, avalie se você recebeu os bene­fícios consagrados para o novo crente.

Versículo para Memorizar:

“Pelo que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo” (2ª Coríntios 5:17).

Liberdade de Expressão


É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se:
“é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença"(inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da"argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.