Angela Natel On sexta-feira, 31 de julho de 2009 At 06:38

O nome ‘Jeremias’ significa: “Yahweh estabelece ou exalta ou designa”
Autor: Jeremias e/ou Baruque (45:1)
Data em que foi escrito: Durante o ministério
Data dos acontecimentos descritos no livro: 627-574 a.C. – Reinado de Josias até o Exílio – 2Rs 22-25; 2Cr 34-36
Jeremias veio da aldeia de Anatote, a uns cinco quilômetros de Jerusalém. Seu pai, Hilquias, era sacerdote (leia 2ª Reis 22; Jeremias 1:1). O Senhor escolheu o jovem Jeremias (de 21 anos de idade) para profeta na hora mais difícil da vida do povo de Deus (leia Jeremias 1:6-8).
Jeremias não teve permissão para se casar porque Deus tinha uma missão especial para a sua vida (leia Jeremias 16:1,2). Ele profetizou por mais de 40 anos e suamensagem nunca agradou o povo. Chegaram a bater nele e a colocá-lo na prisão. Jeremias tinha que escolher entre os seus desejos e a vontade de Deus. É importante lembrar, porém, que Deus nos prepara para tudo quanto pede de nós.
Você já viu alguém trabalhando o barro (matope) na roda do oleiro? Quando a roda gira, o oleiro molda o barro na forma de um vaso. Se o vaso começa a tomar uma forma errada, então o oleiro quebra o vaso e começa todo o processo de modelagem novamente.
Essa é a mesma imagem que Deus utilizou para o profeta Jeremias explicar a disciplina que se aplicaria à nação de Judá por seu mau comportamento (leia Jeremias 18:1-11). Essa é a missão do profeta: anunciar o que Deus diz!
O livro de Jeremias e o Lamentações foram ambos escritos por Jeremias e mostram um homem intensamente emotivo e compassivo (Jesus cita Jeremias mais do que qualquer outro profeta). Jeremias escreve a respeito de sua insuficiência e lutas pessoais. Durante 40 anos, Jeremias advertiu os cidadãos e líderes de Judá a respeito de seu descumprimento das leis de Deus. Confrontar o povo com seus pecados é arriscado, e Jeremias sofreu consequências sociais e políticas por ter sido fiel ao pregar as exortações de Deus.
Jeremias profetizou que Deus permitiria que Judá fosse invadida e que a cidade de Jerusalém e o Templo construído por Salomão seriam destruídos. Tudo isso aconteceria por Judá ter rejeitado a Deus. Mas, apesar dessa disciplina, o amor de Deus pelos judeus nunca cessaria (leia Jeremias 29:11-14).
O chamado de Jeremias – 1
Antes da queda de Jerusalém – 2-39
Após a queda de Jerusalém – 40-52

1 comentários:

cristiane disse...

EU QUERIA SABER MAIS ALGUMAS INFORMAÇÕES SOBRE JEREMIAS E COMECEI A PESQUISAR. DE TODOS O MELHOR FOI ESSE. PARABENS. tannemusic@hotmail.com

Liberdade de Expressão


É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se:
“é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença"(inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da"argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.