Angela Natel On domingo, 17 de maio de 2009 At 07:55

De acordo com a Bíblia, a actividade dos anjos santos é ordenada apenas directamente por Deus.
# Vamos ler:
Salmo 103:20 e 21
De acordo com algumas religiões tradicionais, as pessoas podem convencer as divindades a agir em seu favor.
Na Bíblia, os seres humanos são advertidos a não adorar os anjos.
# Vamos ler:
Apocalipse 19:10
Apocalipse 22:8 e 9
Isso inclui não fazer sacrifícios e ofertas (matindi, unsembe) para eles. Os espíritos ancestrais e as divindades das religiões tradicionais, porém, com frequência recebem e até exigem sacrifícios e oferendas (matindi, unsembe).
As pessoas que fazem sacrifícios e oferendas (unsembe) aos espíritos ancestrais cairão nas mãos de Satanás ou de um de seus anjos caídos. Satanás tem poder para aparecer como um anjo de luz.
Adoração é exactamente o que Satanás quer.
# Vamos ler:
Mateus 4:8 e 9
As pessoas têm sido impedidas de conhecer a verdade sobre Deus e Sua salvação (cipulumuso) em Jesus Cristo, ao fazerem sacrifícios e oferendas a espíritos que indicaram que exigem esses actos de adoração. Isso é uma quebra do primeiro dos mandamentos (cakutonga) de Deus.
# Vamos ler:
Êxodo 20:3 a 5
Qualquer espírito ou divindade da crença tradicional que exige um sacrifício ou oferenda ritual de seres humanos é um anjo caído, um demônio. Os santos anjos de Deus jamais exigem esses actos de adoração.
Deus quer que as pessoas O busquem directamente para obter ajuda.
# Vamos ler:
Isaías 55:6 e 7
Ele não quer que as pessoas passem por espíritos intermediários ou especialistas humanos como feiticeiros, médicos tradicionais ou adivinhos (nyabezi nyakuwombeza, ombaomba). O único mediador entre Deus e o ser humano que Deus aceita é Jesus Cristo.
# Vamos ler:
I Timóteo 2:5
Deuteronômio 32:16 e 17
Aqui estamos a perceber o engano (mpumpso) mortal das religiões tradicionais. Os espíritos que se fazem passar por divindades e ancestrais são demônios de Satanás disfarçados.
Se alguém quer a ajuda de Deus, deve fazer seus pedidos e orações directamente a Ele, em nome de Jesus Cristo (M’dzina la Jezu Krixtu).
# Vamos ler:
João 16:23 e 24
Hebreus 4:14 a 16
Deus há de decidir como dar a resposta. Se Deus quer usar os santos anjos para ajudar as pessoas, Deus há de conduzí-los, e não as pessoas. As pessoas que tentarem pedir a ajuda de espíritos ou de feiticeiros e não de Deus, correm o risco de ser controladas por demônios.
# Vamos ler:
Deuteronômio 6:13 a 15
As pessoas que seguem outras religiões, a buscar o favor de outros deuses e espíritos e não do Deus verdadeiro, hão de acabar por ser enganadas e escravizadas por Satanás e seus demônios.
# Vamos ler:
I Coríntios 10:20
Isso é verdade, mesmo que o espírito pareça amável, pois os demônios sabem fingir muito bem.
Algumas pessoas acreditam que tudo o que acontece é resultado de algum espírito. A Bíblia não ensina que tudo é causado por anjos ou demônios.
# Vamos ler:
Lucas 12:54 e 55
As coisas nesta vida seguem seu rumo na natureza. Apenas em algumas situações (não todas) os anjos ou demônios intervêm nos assuntos da vida.
Precisamos viver:
( ) de acordo com o que a Bíblia ensina
( ) de acordo com as idéias da religião tradicional.
Precisamos viver de acordo com o que a Bíblia ensina e não de acordo com as idéias da religião tradicional.
Mas, afinal, como são os anjos e o que eles fazem? Tani?
# Vamos ler:
II Pedro 2:11
Mateus 28:2
Os anjos têm grande conhecimento, poder, habilidade e força.
# Vamos ler:
Salmo 34:7
Salmo 91:11
Os anjos estão a guardar e a proteger o povo de Deus em muitas situações.
É possível que muitos cristãos tenham sido ajudados por anjos em várias ocasiões de sua vida sem saber, estando a pensar que era apenas uma pessoa desconhecida.
# Vamos ler:
Hebreus 1:14
Hebreus 13:2
Os anjos fortalecem o povo de Deus física e mentalmente.
# Vamos ler:
Lucas 22:43
Daniel 10:16 a 18
Os anjos orientam na evangelização.
# Vamos ler:
Actos 8:26
Os anjos livram os cristãos de perigos humanos e de demônios.
# Vamos ler:
Salmo 34:7
Gênesis 19:9 a 11, 16
II Reis 6:17 e 18
Daniel 10:13 e 20
Algumas pessoas podem estar a perguntar por que algumas pessoas são ajudadas por anjos e outras não. Na Bíblia há pessoas que morreram por causa do nome de Jesus e nenhum anjo as livrou. Mesmo assim Deus foi gloricado pelo que aconteceu. O importante não é se ficamos vivos ou morremos, mas O IMPORTANTE É QUE JESUS CRISTO SEJA EXALTADO EM TODA A SITUAÇÃO.
O que mais os anjos fazem?
# Vamos ler:
I Reis 19:5 a 7
Lucas 1:11 a 20
Marcos 16:4 a 6
__________________________________________________________________________________________________________________________________________
Os anjos lembram o povo de Deus das coisas de Deus e lhes entregam mensagens de Deus.
# Vamos ler:
Lucas 16:22
Os anjos acompanham os cristãos para o céu quando morrem.
# Vamos ler:
Apocalipse 5:11 a 14
Os anjos adoram a Deus.

0 comentários:

Liberdade de Expressão


É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se:
“é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença"(inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da"argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.