Angela Natel On domingo, 31 de maio de 2009 At 06:01

Conhecer o mundo espiritual, Deus (o Criador de todas as coisas) e todas as suas criaturas, nos faz perceber o quanto Deus é grande e poderoso, e o quanto precisamos dEle! Mulungu yekha ni mkulu. (Só Deus é grande.) O Senhor Deus nos deu toda a revelação que precisamos para encontrar nEle a salvação (cipulumuso), a vida (moyo) e a libertação que necessitamos, e também para mantermos um relacionamento pessoal e diário com Ele que é o Criador do Universo. Que privilégio conhecer esse Deus que pode todas as coisas!
Com essas sete lições estivemos a ver quem Deus é, como Ele se revelou a nós, como nos salvou por meio da vida (moyo), morte (infa) e ressurreição de Jesus Cristo, e como deseja que vivamos. Estivemos a perceber também que, nem Satanás, nem seus demônios (que aparecem aos curandeiros, nghanga, nyabezi nyakugwesa e feiticeiros (nfiti) fingindo-se de espíritos ancestrais), NENHUM DELES tem as mesmas características que Deus. Nenhum deles é onisciente, nenhum deles é onipresente, nenhum deles é onipotente.
Só Deus, o nosso Deus, é tudo isso e muito mais!
A Palavra de Deus é cheia de explicações sobre a pessoa e o carácter dEle! Por isso não pare em sua busca por conhecer e practicar a Palavra de Deus. Busque conhecer Deus mais e mais! Ucifuna, un’kwanisa kudziwa bzizinji (Querendo, podes saber muitas coisas).
Que Deus te abençoe ricamente em Cristo Jesus e te encha com o Espírito Santo (Mzimu Wakucena), pois é Ele quem nos guia a toda a verdade.

Nkhombo ya Mbuya Wathu Jezu Krixtu, na lufoyi ra Mulungu Baba, ndipo na mphaso za Mzimu Wakucena zikhale namwe.
Angela Natel On sábado, 30 de maio de 2009 At 06:51





É importante lembrar que todos os espíritos malignos estão sujeitos a Jesus Cristo.
# Vamos ler:
Lucas 4:34
Mateus 28:18
Depois que você tem Jesus como Senhor (Mbuya, mweneciro) de sua vida, nunca mais precisará ter medo (cinthenthe) do poder de outros espíritos ou medo de trabalhos feitos. Deus exige que sirvamos apenas a Ele.
# Vamos ler:
Mateus 4:10
Deuteronômio 6:13
A escravidão do medo (cinthenthe) dos espíritos dos ancestrais não é apenas desnecessária, mas também errada. Quando pertencemos a Jesus Cristo, Ele, junto com o Pai (Baba) e o Espírito Santo (Mzimu Wakucena), é nosso Senhor (Mbuya, mweneciro) e nosso Deus.
Mas por que Jesus teve que morrer e ressucitar?
A morte (infa) e ressurreição de Cristo são os eventos mais importantes na história da humanidade.
# Vamos ler:
Romanos 5:6
Pelo sacrifício voluntário de Cristo, derrotou-se o problema do pecado (matazo).
# Vamos ler:
Sem a morte (infa) de Cristo não há nenhuma maneira pela qual Deus poderia permitir um ser humano pecaminoso vir à Sua presença santa. Pela morte (infa) de Cristo na cruz, foi aberto o caminho pelo qual as pessoas podem ser libertas do castigo merecido pelo pecado (matazo). Pela morte (infa) de Cristo na cruz, podemos ser reconciliados com Deus.



# Vamos ler:
Êxodo 12:5 a 13
I Coríntios 5:7
João 1:29 Assim como o sangue (mulopa) do cordeiro da páscoa protegeu os israelitas dos castigos de Deus para o Egito, o sangue (mulopa) de Jesus, o Cordeiro de Deus, nos protege do castigo de Deus para os nossos pecados (matazo)!



IMPORTANTE!
Pecado (matazo) é tudo o que Deus não quer que façamos. Agir errado não é apenas uma questão de trazer vergonha (kucitisa, kupasa manyazi) para a família ou clã. Agir errado é pecado (matazo). Pecado (matazo) é quebrar as leis (cakutonga) de Deus. Deus é aquele que determinou o que é bom e o que é mau. Deus é o Juiz, e Deus decidiu o que é certo e o que é errado, sem se prender a cultura ou tradição. Sua definição de bem e mal é chamada de ‘A lei (cakutonga) moral de Deus’. Esta lei está resumida nos Dez Mandamentos (cakutonga).
# Vamos ler:
Êxodo 20:1 a 17
Esta lei (cakutonga) está explicada melhor nas cartas do Novo Testamento. O pecado (matazo) é definido por Deus, não pelo que achamos que é vergonhoso. O que é vergonhoso em uma cultura pode não ser em outra. Por isso, o que vale para todas as pessoas, independente de sua cultura, é o que a Palavra de Deus diz que é pecado (matazo).
# Vamos ler:
Romanos 8:1
Ninguém receberá vida eterna por bom comportamento. Deus não aceita barganha ou suborno. A Bíblia está a dizer que Deus tirou a condenação dos que pertencem a Cristo.
# Vamos ler:
II Timóteo 1:10
João 14:19
Pela ressurreição de Cristo, a morte (infa) foi abolida para aqueles que crêem nEle. Sem a ressurreição de Cristo, não haveria esperança (cikhulupiriro) de vida eterna.
# Vamos ler:
I Pedro 1:3 e 4
A ressurreição de Cristo dá a cada cristão a esperança (cikhulupiriro) viva de estar no céu com Cristo para sempre.
A ressurreição também torna possível uma vida (moyo) livre da escravidão (ukapolo) e do controlo do pecado (matazo).
# Vamos ler:
Lucas 24:36 a 43
Jesus não apareceu apenas como um espírito, como os que muitas pessoas na África já viram. Ele fez questão de provar que tinha um corpo ressurrecto de carne e ossos.
# Vamos ler:
Romanos 6:4
Isso quer dizer que podemos viver sem sermos dominados pelo pecado (matazo), podemos ser santos!
Como será a volta de Jesus? Tani?
Os Testemunhas de Jeová ensinam que a volta de Jesus não será visível (as pessoas não poderão vê-lO), nem será num corpo carnal. Essas afirmações contrariam o ensino de Jesus.
# Vamos ler:
Actos 1:11
Como a Bíblia diz que Jesus voltará?
__________________________________________________________________________________________________________________________________________
A Bíblia diz que Jesus voltará da mesma forma que subiu ao céu. Isto quer dizer que Jesus voltará com um corpo físico e as pessoas poderão vê-lO.
# Vamos ler:
Mateus 24:30
Apocalipse 1:7
Mas quando Jesus há de voltar? Lini?
# Vamos ler:
Mateus 24:36
Assim, qualquer tentativa de marcar uma data para o retorno de Jesus não vem de Deus. A única coisa que podemos fazer é perceber os sinais do fim dos tempos, como guerras, fome, as pessoas a rejeitar a Deus e a viver cada vez mais no pecado (matazo) e o amor (lufoyi) se esfriar.
# Vamos ler:
Mateus 24:3 a 14
João 8:46 e 47
Assim, as pessoas que pertencem a Deus hão de ouvir as coisas que Deus diz. Mas as pessoas que não pertencem a Deus não hão de ouvir a palavra de Deus.

Que tipo de pessoa você é?
__________________________________________________________________________________________________________________________________________
Angela Natel On sexta-feira, 29 de maio de 2009 At 06:47

Enquanto crescia, teve de aprender a andar, ler e escrever, como qualquer outra criança.
# Vamos ler:
Lucas 2:52
Durante Sua vida terrena, a glória (mbiri) e as características de Deus estiveram ocultas pela humanidade de Jesus.
Muitas vezes em Sua vida terrena, Jesus demonstrou Sua igualdade com Deus Pai (Baba) por meio dos Seus milagres.
# Vamos ler:
João 10:37 e 38
Ele demonstrou que era Deus quando fez coisas que somente Deus pode fazer, como ressuscitar pessoas.
# Vamos ler:
João 11:43 e 44
Mas durante Sua vida terrena como homem de carne e sangue, houve ocasiões em que Jesus não fez uso da Sua onisciência.
# Vamos ler:
Mateus 24:36
Houve ocasiões em que Ele não fez uso da Sua onipotência.
# Vamos ler:
Mateus 4:3 e 4
Para tornar-se nosso Grande Sacerdote e para realizar nossa salvação (cipulumuso), Ele limitou-se a ser plenamente humano.
# Vamos ler:
Hebreus 4:14 e 15
Ao tornar-se um ser humano, Cristo fez-se dependente de Deus Pai (Baba) para toda e qualquer necessidade, assim como nós temos de fazer. Ele não transformou as pedras em pães no deserto para matar Sua fome. Em vez disso, dependeu de Deus quanto à provisão do Seu alimento, assim como nós temos de fazer. Ele se fez dependente de Deus Pai (Baba), pela oração, para que atendesse às Suas necessidades terrenas da mesma forma como nós temos de depender de Deus pela oração para ter nossas necessidades terrenas atendidas.
# Vamos ler:
Lucas 6:12
Como nosso Grande Sacerdote, Ele orou ao Pai (Baba) como Seu Deus em nosso favor.
# Vamos ler:
João 17:20 a 26
Por essa razão, era totalmente correcto que Jesus dissesse que o Pai (Baba) era maior do que Ele, durante Sua vida terrena.
# Vamos ler:
João 14:28
Por Jesus ser plenamente humano, Ele enfrentou dificuldades (bvuto, madede) na vida assim como nós. Em resultado da Sua humanidade completa, Ele pode solidarizar-se conosco em nossas fraquezas e tentações. Ele pode nos ajudar em nossas lutas. E, se Ele venceu as dificuldades (bvuto, madede) como humano, garantiu que nós também podemos vencê-las.
Por ter sofrido como nós, Ele é plenamente qualificado para nos representar perante Deus Pai (Baba) como nosso Grande Sacerdote.
Mesmo agora Ele ora por nós no céu com grande compaixão e misericórdia, porque experimentou pessoalmente nosso sofrimento (bvuto), mas sem pecar.
# Vamos ler:
Romanos 8:34
Hebreus 7:25
A Bíblia revela que Jesus Cristo é plenamente homem e plenamente Deus. Ele não é metade homem e metade Deus. Ele é o Deus-homem. Não há ninguém como Ele. Com seus olhos, ouvidos e outros sentidos, as pessoas não podem saber como Deus é. Jesus revela quem Deus é e como Ele é. Por isso, se queremos saber quem Deus é e como Ele é, temos de estudar o homem Jesus de Nazaré.
Jesus mostrou o poder de Deus. Escreva o que ele fez ao lado de cada referência:
# Vamos ler:
Marcos 6:45 a 51________________________________
Mateus 21:19 e 20_______________________________
Lucas 8:22 a 25_________________________________
Marcos 5:1 a 16_________________________________
João 11:38 a 44__________________________________
O que era incomum em Jesus é a maneira como Ele usava Seu poder. Em quase cada situação Ele usou Seu poder em benefício de outros, ou para ajudar os que estavam sofrendo, desanimados ou derrotados pela vida.
Diferente de tantos curandeiros e benzedeiras (nyabezi nyakulapa, nghanga), nyabezi nyakugwesa e feiticeiros, Ele não aceitou pagamento ou presentes das pessoas por curá-las ou ajudá-las. Ele simplesmente disse às pessoas que fossem contar aos outros das grandes coisas que Deus tinha feito por elas.
# Vamos ler:
Marcos 5:18 e 19
Como pôde Deus tornar-se servo dos seres humanos? Tani?
A própria idéia não faz sentido para nós. Mas ela aconteceu! Jesus fez mais do que tornar-se um humilde servo de pessoas. Ele permitiu que fosse torturado e morto por homens maus.
# Vamos ler:
Filipenses 2:8
Por quê?
Porque Jesus nos amava até antes que o mundo existisse, e porque decidira possibilitar (tornar possível) nosso perdão e salvação (cipulumuso).
# Vamos ler:
Efésios 1:4
Apocalipse 13:8
Como pode ser que Deus nos amou antes de termos nascido? Tani?
É porque Deus é amor (lufoyi).
# Vamos ler:
I João 4:8
Essa é a essência da Sua natureza. O amor (lufoyi) existe porque Deus existe. E nós vimos o amor (lufoyi) de Deus por meio do homem Jesus.
Jesus também mostrou a santidade de Deus.
# Vamos ler:
Hebreus 7:26
I Pedro 2:22
Os espíritos malignos, desde a época em que Jesus viveu aqui na terra, até hoje em dia, estão aterrorizados com Jesus Cristo por causa da Sua santidade e porque Ele é Deus. Os demônios O chamaram correctamente de o Santo de Deus.
# Vamos ler:
Marcos 1:24
Lucas 4:34
No Antigo Testamento, Deus se revelou como o Santo muitas vezes.
# Vamos ler:
Salmo 71:22
Salmo 89:18
Isaías 1:4
Isaías 5:19
Isaías 10:20
Oséias 11:9
Uma aplicação importante desse facto para hoje é que ninguém precisa mais temer o ódio de Satanás ou a irritação dos espíritos dos ancestrais. Jesus Cristo fez todas as coisas, o que inclui os anjos e seres espirituais.
# Vamos ler:
Colossenses 1:16
Ele é Senhor (Mbuya, mweneciro) sobre todos eles. Ele quer muito e pode libertar os seus servos dos ataques de Satanás e dos maus espíritos, em resposta à oração.
# Vamos ler:
Salmo 50:15
II Tessalonicenses 3:3
continua...
Angela Natel On quinta-feira, 28 de maio de 2009 At 06:43

Como Deus é? Tani?
Essa foi a pergunta que Filipe fez a Jesus. Ele queria que Jesus mostrasse Deus para ele.
# Vamos ler:
João 14:8
A resposta de Jesus foi simples:
# Vamos ler:
João 14:9 a 11
O que Jesus estava a dizer é que Ele se fez uma pessoa para mostrar exactamente como Deus é: Seu carácter, Sua bondade, Sua ira, Sua santidade, Seu amor (lufoyi), Sua justiça (cirungamo), Sua misericórdia.
O que os discípulos falaram sobre Jesus? Escreva ao lado de cada referência:
# Vamos ler:
Apocalipse 1:17________________________________
João 1:9_______________________________________
I Pedro 2:6 a 8__________________________________
Pedro 5:4______________________________________
João 1:3_______________________________________
Actos 5:31_____________________________________
João 20:28_____________________________________

Estamos a ver que os próprios discípulos de Jesus deram a Ele títulos que no Antigo Testamento são reservados somente para Deus, e atribuíram a Ele acções que somente Deus pode fazer.
O que Jesus disse dEle mesmo? Escreva ao lado de cada referência:
# Vamos ler:
João 8:12______________________________________
João 10:11_____________________________________
João 13:13_____________________________________
Apocalipse 2:23_________________________________
João 14:6______________________________________
______________________________________________
A própria Bíblia afirma que Jesus é Deus!
# Vamos ler:
I João 5:20
Actos 20:28
Colossenses 1:16 e 17
Filipenses 3:21
Colossenses 3:11
Apocalipse 17:14
Filipenses 2:10 e 11
Colossenses 2:9
# Vamos ler:
Hebreus 1:3
João 1:18
Colossenses 2:9
Estes versículos todos ensinam claramente que Jesus Cristo é ________________. Sim, eles estão a ensinar que Jesus Cristo é Deus. Deus se revelou à humanidade na pessoa de Jesus Cristo.
Mas, por que Jesus teve que se tornar uma pessoa de carne e sangue?
# Vamos ler:
I João 4:1 a 6
Estamos a ver que outra maneira de perceber se o espírito que está a manifestar é o Espírito Santo (Mzimu Wakucena) ou um espírito maligno é ver se a pessoa controlada por esse espírito confessa que Jesus Cristo veio em carne.
Por que isso é importante?
Porque quando Jesus Cristo, que é Deus, se tornou uma pessoa de carne e sangue, Ele propiciou (tornou possível) a salvação (cipulumuso) e a libertação de todas as pessoas, ao pagar o preço com seu sangue (mulopa) pelo nosso pecado (matazo).
# Vamos ler:
Colossenses 2:8 a 15
Confessar que Jesus veio em carne comprova que o Espírito Santo (Mzimu Wakucena) está a se manifestar na vida da pessoa porque ao se tornar uma pessoa de carne e sangue (mulopa) Jesus tornou possível a nossa salvação (cipulumuso) e condenou o reino de Satanás e suas obras.
O que aconteceu quando Deus se tornou um ser humano?
# Vamos ler:
Filipenses 2:5 a 8
Ao tornar-se um homem de carne e sangue, Jesus pôs de lado Sua igualdade com Deus Pai (Baba). Ele se esvaziou da Sua glória (mbiri) divina, para identificar-se totalmente com a raça humana. Não que Ele não possuísse as características de Deus. As características de Deus ficaram ocultas a maior parte do tempo por Sua humanidade. Ele decidiu intencionalmente não usar essas características em Sua vida terrena, a não ser quando o Pai (Baba) queria que Ele as usasse. Ele deixou de lado Sua glória (mbiri) e igualdade com o Pai (Baba), assim como nós podemos tirar um casaco que estamos a usar. O casaco ainda é nosso, mas decidimos não usá-lo.
Além de pôr de lado Sua igualdade com Deus durante Seus 33 anos na terra, Jesus também assumiu as limitações de habitar um corpo humano de carne e sangue.
Este é o significado da palavra ‘encarnação’. Seu corpo podia sentir fome, cansaço e dor assim como o nosso.
# Vamos ler:
Hebreus 4:15
Angela Natel On quarta-feira, 27 de maio de 2009 At 06:39


Como podemos saber se somos cheios do Espírito Santo (Mzimu Wakucena)? Tani?
# Vamos ler:
Actos 2:4
Actos 10:44 a 47
Actos 19:2 a 6
Actos 11:15 a 17
I Coríntios 1:22
Se tomarmos todos os exemplos da Bíblia em que se diz que as pessoas estavam cheias com o Espírito Santo (Mzimu Wakucena), a única característica comum a todas as situações parece ser que havia uma indicação clara do poder do Espírito Santo (Mzimu Wakucena) em acção por meio das palavras ou ações daquela pessoa.
# Vamos ler:
Gálatas 5:22 e 23
Actos 1:8
Romanos 8:26 e 27


Mesmo nas coisas simples do dia a dia, alguém que está cheio com o Espírito Santo (Mzimu Wakucena) dará evidências claras de um carácter semelhante ao de Cristo, um testemunho forte e eficaz de Cristo para amigos e familiares e uma vida de oração constante. A isso a Bíblia chama de fruto do Espírito Santo (Mzimu Wakucena), ou seja, um carácter que mostra o comando de Deus em Sua vida.
Pensando nisso, o que é mais importante: dons (mphaso, cipo) e manifestações de poder ou um carácter igual ao de Jesus com o fruto do Espírito?
__________________________________________________________________________________________________________________________________________
# Vamos ler:
Mateus 7:15 a 24
Percebemos, então, que Deus há de julgar as pessoas por seu carácter e não por manifestações de poder. O fruto do Espírito, portanto, é mais importante que dons (mphaso, cipo) e manifestações de poder.
O cristão se torna sem pecado (matazo) e perfeito quando é enchido com o Espírito Santo (Mzimu Wakucena)?
# Vamos ler:
I João 1:8 e 9
A Bíblia diz que podemos receber perdão e sermos purificados quando ________________________
______________________________________________________________________ Podemos receber perdão e sermos purificados quando confessamos o que fizemos de errado.
# Vamos ler:
Juízes 15:14 e 15
Juízes 16:1
Mateus 16:22 e 23
Estamos a ver que algumas pessoas na Bíblia que foram cheias do Espírito Santo (Mzimu Wakucena) caíram em pecado (matazo) trágico.
Todos os seres humanos nascem com uma natureza pecaminosa.
# Vamos ler:
Romanos 7:14 a 18
Mas nós, os que recebemos a Jesus como Senhor (Mbuya, mweneciro) de nossas vidas, fomos feitos filhos de Deus, segundo Sua natureza santa. Percebemos também no texto de Mateus 7:15 a 24 que uma pessoa pode manifestar poder em nome de Jesus (M’dzina la Jezu Krixtu) sem estar a fazer a vontade (cifundo) dEle. Por isso, precisamos escolher a cada dia viver uma vida (moyo) sem pecado (matazo), e buscar sermos cheios com o Espírito Santo (Mzimu Wakucena).
# Vamos ler:
João 1:12
I Coríntios 6:11
Agora podemos decidir se vivemos de acordo com a nossa própria vontade (cifundo) ou de acordo com a vontade (cifundo) de Deus, que é boa, agradável e perfeita.
# Vamos ler:
Romanos 12:2
Faça hoje a sua escolha!
Angela Natel On terça-feira, 26 de maio de 2009 At 06:37

O Espírito Santo (Mzimu Wakucena) dá a cada cristão um ou mais dons (mphaso, cipo) espirituais. Dons (mphaso, cipo) espirituais são capacidades espirituais dadas por Deus que, de várias maneiras, ajudam a Igreja. O propósito dos dons (mphaso, cipo) espirituais é edificar (fortalecer e fazer crescer) a Igreja local.
ATENÇÃO: Bhasopo!
Muitas pessoas podem tentar fingir que estão a ter algum dom (mphaso, cipo) espiritual para ter mais privilégios dentro da Igreja. Os demônios também podem imitar certas manifestações de dons (mphaso, cipo) espirituais. Por isso precisamos ficar atentos no propósito dessas manifestações. Se não estão a fortalecer a Igreja dentro da vontade (cifundo) de Deus expressa na Bíblia, se estão a contradizer o que está na Bíblia, então essas manifestações não vêm do Espírito Santo (Mzimu Wakucena) – ou é a pessoa que está a fingir ou é uma manifestação demoníaca.
Leia novamente João 16:14. Perceba que uma das maneiras de saber se uma manifestação espiritual vem do Espírito Santo (Mzimu Wakucena) é, portanto, ver se essa manifestação glorifica Jesus (traz glória (mbiri) e honra somente para Jesus). Se está chamar a atenção ou a trazer glória (mbiri) para pessoas ou para outro que não seja Jesus, a manifestação não vem do _________________________
______________________________________________.
Se está chamar a atenção ou a trazer glória (mbiri) para pessoas ou para outro que não seja Jesus, a manifestação não vem do Espírito Santo (Mzimu Wakucena).
# Vamos ler:
I João 4:1 a 6
Estamos a ver que outra maneira de perceber se o espírito que está a manifestar é o Espírito Santo (Mzimu Wakucena) ou um espírito maligno é ver se a pessoa controlada por esse espírito confessa que _____________________________
______________________________________________________________________
Outra maneira de perceber se o espírito que está a manifestar é o Espírito Santo (Mzimu Wakucena) ou um espírito maligno é ver se a pessoa controlada por esse espírito confessa que Jesus Cristo veio em carne.
Por que isso é importante?
Porque quando Jesus Cristo, que é Deus, veio em carne, Ele propiciou (tornou possível) a salvação (cipulumuso) e a libertação de todas as pessoas, ao pagar o preço pelo pecado (matazo).
# Vamos ler:
Colossenses 2:8 a 15
Confessar que Jesus veio em carne comprova que o Espírito Santo (Mzimu Wakucena) está a se manifestar na vida (moyo) da pessoa, porque ao se tornar uma pessoa de carne e sangue (mulopa) Jesus tornou possível a nossa __________________________ (cipulumuso) e condenou o reino de Satanás e suas obras.
O que é ser cheio do Espírito Santo (Mzimu Wakucena)?
# Vamos ler:
Marcos 1:23 a 26
Marcos 5:2 a 13
Marcos 9:20 a 27
Como já estudamos na lição sobre Satanás e seus demônios, quando alguém é totalmente controlado por um espírito, seu carácter e comportamento podem ser transformados dramacticamente. A pessoa pode ficar com força física e resistência incomum. Pode falar em uma lingua estranha, que não conhece. Pode dizer profecias ou mensagens de alguma entidade espiritual. Em alguns casos, a pessoa pode parecer não sentir certos tipos de dores físicas, como ser cortada por uma faca ou ser queimada. Mas, em geral, a pessoa não se lembra do que aconteceu quando volta a si, depois da manifestação, pois o espírito maligno a deixa inconsciente para poder dominar seu corpo.
Quando a Bíblia diz que uma pessoa está cheia do Espírito Santo (Mzimu Wakucena) está a dizer que essa pessoa está a ser controlada pelo Espírito Santo (Mzimu Wakucena).
Há alguns pontos em comum entre o controle por espíritos e o controle pelo Espírito Santo (Mzimu Wakucena):
1) Controle por espíritos resulta em obediência temporária total à vontade (cifundo) daquele espírito. Controle pelo Espírito Santo (Mzimu Wakucena) resulta em obediência temporária total à vontade (cifundo) de Deus.
2) Controle por espíritos quase sempre afeta as pessoas que cercam o possesso. Controle pelo Espírito Santo (Mzimu Wakucena) quase sempre afeta as pessoas que cercam quem está cheio dEle.
As diferenças entre ser controlado por espíritos malignos ou pelo Espírito Santo (Mzimu Wakucena) tem a ver com o carácter do espírito controlador.
Quando alguém é cheio com o Espírito Santo (Mzimu Wakucena), seu carácter e comportamento podem mudar radicalmente. Uma pessoa lenta e sem instrução pode tornar-se ousada em seu testemunho por Cristo.
# Vamos ler:
Actos 4:13
Algumas pessoas, na Bíblia, ficaram fisicamente muito fortes.
# Vamos ler:
Juízes 15:14 e 15
Outras falaram em línguas que não conheciam.
# Vamos ler:
Actos 2:4
Ainda outras transmitiram mensagens proféticas da parte de Deus. Mas perceba que uma profecia que vem de Deus sempre se cumpre!
# Vamos ler:
Lucas 1:41 a 43
Diferente do controle por um espírito maligno, o controle do Espírito Santo (Mzimu Wakucena) na vida (moyo) de um cristão sempre traz bênçãos para o povo de Deus e para a pessoa que está cheia do Espírito. Ser cheio do Espírito Santo (Mzimu Wakucena) traz sempre honra (mbiri) e louvor para Deus, nunca contradiz o que está escrito na Bíblia e não exige mais derramamento de sangue (mulopa) depois do sacrifício de Jesus.
# Vamos ler:
Actos 1:8
Estamos a ver, portanto, que ser enchido com o Espírito Santo (Mzimu Wakucena) dá poder e capacidade para trabalhar para o Senhor.
Mas como ser cheio do Espírito Santo (Mzimu Wakucena)? Tani?
# Vamos ler:
Romanos 8:9
Efésios 5:18
De acordo com a Bíblia, todos os que verdadeiramente pertencem a Cristo têm ___________________________________________________________
Sim, todos os que verdadeiramente pertencem a Cristo têm o Espírito Santo (Mzimu Wakucena). Mas nem todos os cristãos estão cheios do Espírito Santo (Mzimu Wakucena). É por isso que recebemos a ordem de nos enchermos dEle. Deus nos mandou sermos cheios do Espírito Santo (Mzimu Wakucena).
# Vamos ler:
Lucas 11:13
Aqui Jesus diz que Deus concederá o enchimento com o Espírito Santo (Mzimu Wakucena) aos Seus filhos que pedirem isso a Ele.
# Vamos ler:
Isaías 59:1 e 2
Assim, é preciso orar pela plenitude do Espírito Santo (Mzimu Wakucena) com o coração limpo e sincero. Qualquer hipocrisia ou pecado (matazo) na vida (moyo) da pessoa impedirá que essa oração seja respondida.
Se orarmos pela plenitude do Espírito Santo (Mzimu Wakucena) com o coração limpo e sincero, podemos ter certeza de que Deus está pronto para responder à oração. A Bíblia nos garante que, se pedirmos por coisas que são da vontade (cifundo) de Deus, Ele ouve a nossa oração e responde.
# Vamos ler:
I João 5:14 e 15


continua...
Angela Natel On segunda-feira, 25 de maio de 2009 At 06:34

Neste material vamos estudar sobre uma pessoa muito importante em nossa vida: o Espírito Santo (Mzimu Wakucena).
Mas, quando ouvimos a expressão Espírito Santo o que entendemos?
____________________________________________________________________________________________________________________________________________
É importante saber que usamos a expressão Espírito Santo quando estamos a nos referir ao Espírito Santo de Deus, e que o Espírito Santo (Mzimu Wakucena) não é um espírito como os ancestrais, anjos ou demônios.
O Espírito Santo (Mzimu Wakucena) é mais do que bom ou puro, Ele é separado das coisas comuns, separado do pecado (matazo) e separado de falsos deuses (kucena, kusiyana makhalidwe – é diferente de tudo o que criou). A palavra santo, em hebraico, é kadosh, e significa separado das coisas comuns. Isto quer dizer que Deus não é comum, não é qualquer deus (kusiyana makhalidwe), Ele é santo e por isso odeia profundamente o pecado (matazo). O Espírito Santo (Mzimu Wakucena) é o Espirito do Deus Criador, o Espírito de Deus, o Deus da Bíblia.
Como sabemos que o Espírito Santo (Mzimu Wakucena) é uma pessoa e não apenas um tipo de poder? Tani?
# Vamos ler:
João 16:13
A Bíblia identifica o Espírito Santo (Mzimu Wakucena) como pessoal. Ele tem mente e vontade (cifundo).
# Vamos ler:
Actos 13:2
O Espírito Santo (Mzimu Wakucena) orientou a Igreja para enviar _____________________________________________.
O Espírito Santo (Mzimu Wakucena) orientou a Igreja para enviar Paulo e Barnabé.
# Vamos ler:
Lucas 2:25 e 26
O Espírito Santo (Mzimu Wakucena) revelou a Simeão que ele não morreria antes de ver ___________________________.
O Espírito Santo (Mzimu Wakucena) revelou a Simeão que ele não morreria antes de ver o Salvador.
# Vamos ler:
I Pedro 4:10
O Espírito Santo (Mzimu Wakucena) decide quais dons (mphaso, cipo) espirituais dará a cada cristão.
# Vamos ler:
Romanos 15:30
Romanos 14:17
Efésios 4:30
Isaías 63:10
# Vamos ler:
Mateus 28:19
O Espírito Santo (Mzimu Wakucena) é apresentado na Bíblia como sendo (marque o que está correcto):
( ) maior que Deus Pai (Baba) e Deus Filho.
( ) menor que Deus Pai (Baba) e Deus Filho.
( ) igual a Deus Pai (Baba) e Deus Filho.
O Espírito Santo (Mzimu Wakucena) é apresentado na Bíblia como sendo igual a Deus Pai (Baba) e Deus Filho. Só há um Deus. Jesus afirmou que as três pessoas de Deus são iguais em importância, poder e posição. O Pai (Baba) é Deus, o Filho é Deus e o Espírito Santo (Mzimu Wakucena) é _________________________.
Sim, o Espírito Santo (Mzimu Wakucena) é Deus!
O Espírito Santo (Mzimu Wakucena) tem emoções, como amor (lufoyi), alegria (cikondweso) e tristeza (msunamo).
# Vamos ler:
II Tessalonicenses 2:7
É o Espírito Santo (Mzimu Wakucena) quem detém a iniquidade para que o mundo não seja insuportável para vivermos.
# Vamos ler:
João 16:8 a 14
João 6:44
Romanos 8:9
O Espírito Santo (Mzimu Wakucena) convence as pessoas do seu pecado (matazo) e volta a atenção delas para Cristo. É impossível ter fé (cibvero) em Cristo sem o trabalho do Espírito Santo(Mzimu Wakucena) .
# Vamos ler:
Hebreus 3:15
Hebreus 6:6
I Timóteo 4:2
Infelizmente, as pessoas podem resistir à obra do Espírito Santo (Mzimu Wakucena) e endurecer seus corações. Se endurecerem seus corações será impossível levá-las ao arrependimento, e elas estarão perdidas. Quando as pessoas endurecem seu coração em relação a Deus, elas perdem o entendimento do que é certo e errado. Nosso mundo está se tornando cada vez mais violento e mau porque as pessoas estão a endurecer seus corações para a voz do Espírito Santo (Mzimu Wakucena).
# Vamos ler:
João 3:5 e 6
É o Espírito Santo (Mzimu Wakucena) quem leva uma pessoa a se converter a Cristo.
# Vamos ler:
Efésios 2:1 e 2
O espírito de uma pessoa não convertida está morto por causa do pecado (matazo), e somente o Espírito Santo (Mzimu Wakucena) tem poder para fazer nascer e dar vida (moyo) a esse espírito humano morto.
# Vamos ler:
II Coríntios 3:18
O plano de Deus para cada cristão é que seja transformado em seu carácter até se tornar como Jesus Cristo, à Sua imagem e semelhança (ciyezezo). O Espírito Santo (Mzimu Wakucena) é quem efetua essa transformação à medida em que permitimos que Ele o faça, deitando fora de nossas vidas tudo o que não agrada a Deus.
# Vamos ler:
João 14:16 e 17
O Espírito Santo (Mzimu Wakucena) vem morar no coração do cristão e se opõe aos desejos (cifundo) pecaminosos.
# Vamos ler:
Gálatas 5:17
Filipenses 2:13
É o Espírito Santo (Mzimu Wakucena) a morar em nós que nos dá o desejo (cifundo) e a força, para mudar e ser como Cristo.
Entretanto, Deus não ignora nossa liberdade de escolha.
# Vamos ler:
Gálatas 5:16 a 26
Temos de escolher seguir a influência do Espírito Santo (Mzimu Wakucena) se quisermos ser transformados.
# Vamos ler:
I Pedro 4:10 e 11


continua...
Angela Natel On domingo, 24 de maio de 2009 At 06:27

E o que acontece com os cristãos que morrem?

De acordo com a Bíblia, os cristãos vão para a presença de Cristo no paraíso (o céu) quando morrem.
# Vamos ler:
Lucas 23:41 a 43
II Coríntios 5:1 a 8
Apocalipse 14:13
A Igreja Católica ensina que os cristãos vão primeiro para o purgatório, um lugar de purificação pelo fogo dos seus pecados (matazo) terrenos, para só mais tarde irem para o céu. Por isso a Igreja Católica ensina que se deve orar em favor das pessoas que já morreram. A idéia do purgatório e da oração pelos mortos não era ensinada na época dos cristãos da Bíblia, mas foi criada somente no ano de 1439 numa reunião chamada Concílio de Florença. Essa práctica tem o mesmo efeito que o bona, em que comemora-se o fim do luto oferecendo uma festa em homenagem ao falecido. Esse ensino contradiz vários textos tanto do Velho Testamento quanto do Novo Testamento.
# Vamos ler:
Levítico 19:28
Salmo 106:28
Mateus 22:32
Lucas 23:43
II Samuel 12:22 e 23
O que acontece com as pessoas que morrem sem um relacionamento pessoal com Jesus Cristo?
# Vamos ler:
João 8:24
Qual é o resultado de morrer sem o perdão dos pecados (matazo)?
# Vamos ler:
Lucas 16:23 e 24
Jesus revelou que a pessoa vai para um lugar de tormento e sofrimento (bvuto) eterno. A Bíblia também ensina que essas pessoas não querem pertencer a Cristo em suas vidas, por isso não pertencem a Ele quando morrem. Então seu destino é o tormento e o sofrimento (bvuto) eternos.

# Vamos ler:
Mateus 25:31 a 46
O que a Bíblia diz sobre como o cristão deve relacionar-se com seus ancestrais?
Estamos a perceber que as crenças tradicionais quase sempre levam os vivos a buscar seus ancestrais ou outros os espíritos para obter orientação, ajuda, correção e bênçãos, em vez de buscar directamente a Deus. Ao fazer isso, essas pessoas quebram o primeiro dos mandamentos (cakutonga) de Deus:
# Vamos ler:
Êxodo 20:3
As crenças e prácticas tradicionais que envolvem espíritos de ancestrais não são de Deus. Essa crenças fazem parte de um plano de Satanás para enganar as pessoas e fazê-las cair sob o julgamento de Deus por quebrar seus mandamentos (cakutonga).
A Bíblia ensina a respeitarmos as pessoas mais velhas que estão vivas.
# Vamos ler:
Levítico 19:32
Deus quer que todas as pessoas dêem honra a seus pais da maneira certa.
# Vamos ler:
Êxodo 20:12
Provérbios 1:8
As pessoas podem dar honra a seus pais vivos demonstrando submissão e obediência a eles em tudo o que não os faz desobedecer o ensino da Palavra de Deus.
# Vamos ler:
Efésios 6:1
Colossenses 3:20
A forma mais elevada de honra que podem demonstrar a seus pais (e tios) é ter um carácter e conduta santo e bom. Assim, podemos trazer honra aos membros da nossa família que já morreram tendo uma vida santa e carácter e conduta bons, mostrando respeito pelos nomes deles, honrando as boas obras que fizeram enquanto viveram na terra, seguindo a fé (cibvero) cristã.
Entretanto, há de se cuidar para não voltar às crenças e prácticas da religião tradicional. Mphole! É preciso tomar muito cuidado para não honrar os ancestrais em lugar de honrar a Deus. O cristão deve buscar somente a Deus, actravés de Jesus Cristo, para orientação, correção, ajuda e bênçãos para a vida. Quando alguém tem um problema, precisa orar a Deus Pai (Baba) em nome de Jesus Cristo (M’dzina la Jezu Krixtu). Não pode buscar a bênção, direção ou ajuda de algum ancestral (pessoa morta), divindade ou espírito.
# Vamos ler:
Salmo 16:4
I Coríntios 8:4
Espera-se dos vivos que honrem os membros de sua família, mas eles jamais devem tentar entrar em contacto com os mortos ou buscar a ajuda dos parentes falecidos. Nem mesmo tentar acalmar a ira de espíritos (kudjedjeresa mtima, kudjedjeresa mzimu).
# Vamos ler:
Deuteronômio 18:10 a 12
Deus não quer que Seu povo ofereça alimentos ou bebidas (kusekerera mzimu, kuikha mizimu) para as pessoas que já morreram, nem que sejam antepassados poderosos.
# Vamos ler:
Deuteronômio 26:14
Trazer essas oferendas (kusekerera mzimu, kuikha mizimu, unsembe) é a mesma coisa que seguir as prácticas das outras religiões que Deus condena. É uma forma de idolatria que Deus proíbe. Por que você acha que Deus proíbe essas coisas? _____________________________
______________________________________________________________________
Deus proíbe porque sabe que a pessoa que faz estas coisas está a entrar em contacto com demônios. Ao tentar contactar os mortos, a pessoa pode fazer contacto com um espírito mentiroso e enganador (mnyengi).
# Vamos ler:
Deuteronômio 20:18
Quando se faz esses sacrifícios e oferendas (kusekerera mzimu, unsembe) para os espíritos de pessoas mortas, quem verdadeiramente recebe esses sacrifícios e oferendas são os demônios.
# Vamos ler:
Deuteronômio 32:16 e 17
I Coríntios 10:19 e 20
Deus deu ao Seu povo a ordem de queimar e destruir os objectos associados a religiões tradicionais, que colocam os ancestrais ou qualquer outro espírito no lugar de Deus. É preciso abandonar totalmente essas crenças e prácticas.
Não romper de maneira definitiva e permanente com as crenças e prácticas da religião tradicional tem enfraquecido muito a Igreja na África. Não deitar fora as prácticas não cristãs é um pecado (matazo) sério, que traz o julgamento de Deus.
Muitas pessoas, até mesmo que se dizem cristãs, costumam usar talismãs, amuletos, remédios para proteção, fitas (dzango) amarradas no corpo e outros símbolos (cizindikiro) que estão a comunicar um significado no mundo espiritual. Esses símbolos (cizindikiro) podem estabelecer ligações espirituais por causa do que eles representam.
Os curandeiros ou benzedeiras (nyabezi nyakulapa, nghanga), nyabezi nyakugwesa e feiticeiros (nfiti), e até mesmo os líderes de Igrejas denominadas cristãs, usam e ensinam as pessoas a usar objectos como um tipo de amuleto, um objecto que tem um poder que proteje as pessoas de algum tipo de mal. Isso é um acto de feitiçaria e é proibido por Deus.
# Vamos ler:
Ezequiel 13:18 a 20
Deuteronômio 18:9 a 12
O que a Bíblia diz que Deus sente com relação a essas prácticas? _________________________________

A Bíblia diz que Deus odeia essas prácticas. Precisamos aprender a confiar somente em Deus e usar a autoridade do nome de Jesus para sermos libertos de todo tipo de mal. Por isso, vamos deitar fora todos esses objectos.
# Vamos ler:
Tiago 4:17
A conseqüência de não obedecer a Deus pode ser a perda da proteção de Deus na vida das pessoas.
# Vamos ler:
Juízes 10:13 e 14
Isso pode explicar porque muitos cristãos africanos estão a sofrer. Porque ainda não estão a confiar totalmente em Deus, mas a buscar ajuda de espíritos malignos, amuletos e objectos da sorte.
Da mesma forma, transformar jóias, vestimentas e perfumes em elementos místicos, com relação com o mundo espiritual, traz a ira de Deus sobre as pessoas.
# Vamos ler:
Ezequiel 16:16
Ezequiel 6:13 e 14
Ezequiel 7:20
Isaías 30:11 a 15
A pessoa que ama a Deus não deve buscar respostas entre os adivinhos (nyabezi nyakuwombeza, ombaomba), feiticeiros (nfiti), nyabezi nyakugwesa, curandeiros (nyabezi nyakulapa, nghanga), médiuns, nvula; não deve colocar sua confiança nos amuletos, fetiches, talismãs ou objectos de proteção e sorte. A pessoa que ama a Deus deve seguir o que a Palavra de Deus ensina.
# Vamos ler:
Levítico 19:26 a 31
Levítico 20:6 e 27
II Reis 21:6
II Reis 23:24
Deuteronômio 18:9 a 14
Isaías 8:19 e 20
Actos 8:9
Actos 13:8 a 12
Deuteronômio 7:5 e 26
No Novo Testamento, o povo da cidade de Éfeso entendeu que isso mostrava seu arrependimento do pecado (matazo). Em conseqüência, os efésios convertidos queimaram todos os objectos ligados às suas crenças e prácticas não cristãs.
# Vamos ler:
Actos 19:18 e 19
Os cristãos de hoje na Africa precisam aprender a fazer a mesma coisa para serem totalmente libertos da escravidão do medo (cinthenthe) e da feitiçaria.
Angela Natel On sábado, 23 de maio de 2009 At 06:24

# Vamos ler:
Hebreus 9:27
Aqui há outra referência ao facto de que uma pessoa que morre não pode retornar ao mundo dos vivos, mas morre uma só vez e depois é destinada ao céu ou ao inferno pelo juízo de Deus. Essa declaração esclarece que os espíritos humanos têm somente uma existência nessa vida.
Mas a Palavra de Deus relacta a experiência do rei (Nya’kwawa) Saul que foi consultar uma adivinha (nyabezi nyakuwombeza, uvimi):
# Vamos ler:
1 Samuel 28:3 a 25
Saul sabia que estava a fazer algo errado ao consultar os mortos, pois antes ele mesmo proibiu essa práctica em Israel por causa da lei (cakutonga) de Deus.
# Vamos ler:
Levítico 19:31
I Samuel 28:9
Mesmo assim, em desespero, o que Saul tentou fazer? _________________________________________
______________________________________________________________________ Saul tentou falar com os mortos.
Mas, como podemos saber que não era o espírito de Samuel a aparecer para Saul? Como podemos saber que a médium (adivinha) estava a mentir? Tani?
1) Porque a práctica da feitiçaria e da comunicação com os mortos é proibida por Deus:
# Vamos ler:
Deuteronômio 18:9 a 13
2) Porque o próprio profeta Samuel, quando estava vivo, condenou a feitiçaria:
# Vamos ler:
1 Samuel 15:23
3) Porque Deus condena quem practica a feitiçaria:
# Vamos ler:
Levítico 20:6 e 27
4) Saul morreu dias após consultar a adivinha, então não foi ele quem contou essa história para ser escrita aqui. O facto foi contado pelos servos de Saul.
# Vamos ler:
I Samuel 28:7 e 8
E esses servos eram estrangeiros:
# Vamos ler:
I Samuel 21:7
Foram esses servos que levaram Saul à adivinha:
# Vamos ler:
I Samuel 28:7
Isso quer dizer que a história sofreu influência das crenças pagãs desses servos.
5) Saul não viu Samuel. A mulher entrou em transe e disse ter visto um homem subindo. Saul não viu mas mesmo assim concluiu que era o espírito de Samuel.
# Vamos ler:
I Samuel 28:11 e 14
6) A Bíblia diz que Saul morreu porque consultou uma adivinha. Isso mostra que a manifestação do espírito não vinha de Deus, mas era demoníaca:
# Vamos ler:
I Crônicas 10:13 e 14
7) O espírito que apareceu para a adivinha não falou a verdade, portanto não poderia ser um profeta de Deus a falar. Samuel era um homem de Deus e jamais mentiria.
# Vamos ler:
João 8:44
Satanás é o pai da mentira. A Bíblia diz que toda pessoa que mente é filho do Diabo. O que aconteceu é que um espírito enganador (demônio -(mnyengi) se faz passar por Samuel.
# Vamos ler:
I Samuel 28:19
Este espírito afirmou que Saul seria entregue nas mãos dos Filisteus. Contudo, isso é mentira, pois Saul tentou suicídio, mas quem o matou foi um amalequita e não um filisteu. Depois seu corpo foi cremado pelos homens de Jabes-Gileade, que também não eram filisteus.
# Vamos ler:
I Samuel 31:4
II Samuel 1:4 a 10
8) O espírito também disse que todos os filhos de Saul iriam morrer, mas a Bíblia cita que Armoni e Mefibosete escaparam e que Isbosete reinou por dois anos.
# Vamos ler:
II Samuel 21:8
II Samuel 2:10
9) O espírito disse também que Saul iria morrer no dia seguinte, o que não ocorreu:
# Vamos ler:
I Samuel 30:1
10) PERCEBA: o texto diz que o espírito subiu da terra. Se estamos a falar de um homem de Deus, ele teria de vir do céu (kudzulu) e não de baixo. Este facto só comprova que, na verdade, é um espírito maligno (ou demônio), pois quem sobe do abismo, de acordo com a Bíblia, são demônios e não pessoas de Deus.
# Vamos ler:
I Samuel 28:11 e 13
Apocalipse 9:2, 3 e 11
Assim percebemos que os espíritos das pessoas que já morreram (os ancestrais) não estão mais entre nós, mas estão, ou no céu, ou no inferno, de acordo com a escolha que fizeram quando estavam vivos. Percebemos também que Deus não permite que as pessoas que já morreram estejam a se comunicar com as pessoas que estão vivas.
Mesmo que o espírito fale a verdade ou algo bom, não pode ser o espírito de uma pessoa falecida, porque Deus não está a permitir que isso aconteça.
# Vamos ler:
Actos 16:16 a 18
Neste exemplo, o espírito que acompanhava a adivinha falava:
( ) coisas más ( ) coisas boas
O espírito que acompanhava a adivinha só falava coisas boas para Paulo. Mesmo assim ele estava a se perturbar. Então ele expulsou o espirito em nome de Jesus (M’dzina la Jezu Krixtu).
# Vamos ler:
II Coríntios 11:3
Percebemos também que os demônios, que existem há mais tempo que nós, estão a observar as pessoas, seus segredos e maneiras, a fim de, quando estas virem a morrer, possam imitá-las aos seus parentes e aos feiticeiros (nfiti), nyabezi nyakugwesa e curandeiros (nyabezi nyakulapa, nghanga) para enganá-los. Eles fazem isso para continuar fazendo as pessoas de escravos da mentira, para que não conheçam a verdade de Deus que liberta as pessoas.
# Vamos ler:
João 10:10
João 8:32


continua...
Angela Natel On sexta-feira, 22 de maio de 2009 At 06:20

Na religião tradicional africana, há um relacionamento muito importante entre os vivos e seus parentes mortos recentemente.
A história de Jesus falando com Moisés e Elias no monte da Transfiguração confirma claramente a crença das religiões tradicionais de que os que morreram têm uma existência consciente depois da morte (infa) física.
# Vamos ler:
Mateus 17:1 a 5
Moisés morreu há mais de 1200 anos antes de Cristo, e Elias foi tirado da terra vivo uns 800 anos antes do nascimento de Cristo. No entanto, nesta ocasião os discípulos Pedro, Tiago e João viram _____________________________________________ conversando com Jesus.
Pedro, Tiago e João viram Moisés e Elias conversando com Jesus. Portanto, a cosmovisão africana de que a morte (infa) física é uma porta para o mundo dos espíritos está bem correcta, de acordo com a Palavra de Deus. Mas, algumas crenças e costumes da religião tradicional estão totalmente errados, e estão a afastar as pessoas de um relacionamento pessoal com Deus por meio de Jesus Cristo.
Satanás tem muitas maneiras de enganar as pessoas. Ele é conhecido como tentador, enganador (mnyengi). Nas religiões do mundo inteiro existem prácticas que precisamos compreender percebendo o que a Bíblia ensina que elas são, como a comunicação com os mortos, a magia negra e branca (curandeirismos, simpatias – como fazer remédio para o marido não deixar a esposa, feitiços - ciduidui), possessão de espíritos, adivinhação (maneiras de explicar eventos presentes ou predizer o futuro, uvimi), rituais de iniciação e outras cerimônias. As pessoas são actraídas para essas prácticas por causa do poder que existe nelas. As pessoas querem ter poder para controlar o seu mundo.
Você está a lembrar de alguma outra cerimônia que faz contacto com o mundo espiritual para ter poder ou protecção? __________________________________
______________________________________________
______________________________________________________________________ (se precisar de mais espaço, escreva numa folha separada)
Mas, o que as pessoas não estão a perceber é o perigo que estão a correr quando participam dessas prácticas. E não se trata apenas de um perigo espiritual, mas até mesmo físico. Muitas pessoas sabem que a medicina tradicional (curandeiros: nyabezi nyakulapa, nghanga) trabalha com cortes e medicamentos no corpo das pessoas. O que as pessoas não sabem é que a medicina tradicional tem sido um dos maiores propagadores de HIV/SIDA, a espalhar a doença por meio de objectos em contacto com o sangue (mulopa) contaminado de muitas pessoas a fazer incisões (kuceka nembo) e colocar remédios com feitiços.
Mas o que a Bíblia diz sobre as pessoas que morreram e a comunicação com elas?
Como estivemos a ver na história da conversa de Jesus com Moisés e Elias, está certo dizer que as pessoas que morreram estão conscientes e continuam a existir. Essas pessoas lembram do que aconteceu durante sua vida.
# Vamos ler:
Lucas 16:19 a 31
Neste texto podemos perceber que depois que o homem rico morreu, ele estava ciente do erro (matazo) que tinha cometido em não servir a Deus enquanto estava a viver. Ele desejou, então, que Lázaro fosse enviado para falar sobre isso para a sua família. Mas seu pedido não foi atendido. Aqui Jesus está a nos alertar que, quando uma pessoa morre, seu destino já está certo: ou ela vai ao inferno, ou ela vai para o céu. Como estamos a perceber na história, não é possível sair de um lugar e ir para o outro (Lázaro não podia ir ao encontro do rico), nem sair de onde está para retornar ao mundo dos vivos (como o rico estava a querer para avisar sua família). Assim, os espíritos dos mortos não têm permissão para se comunicar directamente com os vivos.
Na conversa de Jesus com Moisés e Elias no monte, os discípulos não falaram com eles, apenas estavam a ver eles.
Essas duas histórias estão a nos ensinar que Deus não quer que os vivos falem com os mortos.
# Vamos ler:
Deuteronômio 18:10 a 12
Na história de Lucas 16:19 a 31 também estamos a aprender que, com a morte (infa), há uma separação definitiva entre os espíritos das pessoas que amaram e serviram a Deus e os espíritos das outras pessoas. Lázaro era um homem pobre que amava a Deus durante a sua vida. Quando morreu, foi acompanhado por anjos até um lugar de consolo.
# Vamos ler:
Lucas 16:19 a 25
O rico amou apenas a si mesmo durante a sua vida. Quando morreu, foi para um lugar de tormento.
# Vamos ler:
Lucas 16:23 e 24
Esse tormento existe para as pessoas que não reconheceram Jesus como Senhor (Mbuya, mweneciro) de suas vidas e, por isso, não foram perdoadas de seus pecados (matazo).
# Vamos ler:
Salmo 9:17
Os espíritos têm sido vistos em quase todo o mundo. Eles afirmam ser espíritos dos ancestrais, podem parecer-se exactamente com os parentes mortos das pessoas e até falar como eles. Em alguns lugares eles são chamados de fantasmas (ciphoko, mzukwa).
Quem são esses espíritos?
Estamos a ver que Deus determinou um lugar para as pessoas que já morreram e não permite que as pessoas saiam de lá. Por isso a idéia de que os espíritos ancestrais estão a viver em Embondeiros, por exemplo, é uma idéia falsa, que Satanás usa para enganar as pessoas.
# Vamos ler:
Lucas 16:24 a 26
II Coríntios 5:8
Esses espíritos não têm liberdade para sair desse lugar sem uma permissão especial (como Moisés e Elias que vieram falar com Jesus, o Filho de Deus, com sua glória (mbiri) a aparecer). Por isso, não há possibilidade de que o espírito que se manifesta seja de facto daquele ancestral que parece ser.
Na lição anterior estivemos a ver que anjos e demônios não são como as pessoas, mas são seres espirituais que não se casam. Mesmo assim Satanás e seus demônios podem enganar as pessoas assumindo a forma de anjo ou até mesmo de outra pessoa que já faleceu, para tentar nos confundir.
# Vamos ler:
II Coríntios 11:14
Apocalipse 16:13
Assim, também há um terrível engano (mpumpso) quando as pessoas estão a tentar se comunicar com os espíritos ancestrais, ou estão a pensar que eles se comunicam conosco, mesmo que digam ser espíritos protectores.
Como já lemos, Satanás pode assumir a forma de anjo de luz para tentar enganar as pessoas. Ele e seus demônios estão a observar as pessoas desde que nascem e conhece todos os segredos delas. Esses demônio têm poder e habilidade para imitar a aparência e a voz das pessoas falecidas.
Tudo isso os demônios fazem para que nós, os vivos, não confiemos em Deus. Assim, o ciwanda não pode ser um espírito de uma pessoa, mas é um demônio a fingir ser o espírito de uma pessoa má. A Bíblia também deixa muito claro que outros espíritos (demoníacos, não humanos) podem tomar posse de corpos humanos, e mudar muito a personalidade e até a aparência dessas pessoas.
# Vamos ler:
Marcos 5:2 a 9
E, o que ainda é mais importante, para compreender as aparições dos mortos, para os demônios é possível apresentar aparições visíveis aos olhos humanos.
# Vamos ler:
Apocalipase 16:13 e 14.
Assim, quando as pessoas morrem, os demônios podem se disfarçar e tomar a forma da pessoa que morreu e falar as coisas que só ela sabia, com sua voz, e enganar as pessoas para que fiquem escravas da feitiçaria.
continua...
Angela Natel On quinta-feira, 21 de maio de 2009 At 08:07


Agora vamos ver o que acontece quando uma pessoa é controlada (ou possuída) por um espírito maligno.
# Vamos ler:
Marcos 1:23 a 26
Marcos 5:2 a 13
Marcos 9:20 a 27
A Bíblia reconhece que a possessão de pessoas e até de animais por espíritos maus é real.
# Vamos ler:
Mateus 8:31 e 32
Quando alguém é totalmente controlado por um espírito maligno, seu carácter e comportamento podem ser transformados dramaticamente. A pessoa pode ficar com força física e resistência incomum. Pode falar em uma lingua estranha, que não conhece. Pode dizer profecias ou mensagens de alguma entidade espiritual. Em alguns casos, a pessoa pode parecer não sentir certos tipos de dores físicas, como ser cortada por uma faca ou ser queimada. Mas, em geral, a pessoa não lembra do que aconteceu quando volta a si, depois da manifestação, pois o espírito maligno a deixa inconsciente para poder dominar seu corpo.
Crianças podem ser possuídas por espíritos malignos se seus pais as apresentaram ao pecado (matazo) e à violência, muitas vezes relacionado ao sexo fora do casamento, por seu mau exemplo, por seu convite ou seu abuso.
# Vamos ler:
Êxodo 34:7
Êxodo 20:5
Isso vale para os pais que deram lugar a qualquer espírito que não seja o Espírito Santo (Mzimu Wakucena) de Deus em suas vidas. Ao praticar qualquer ritual que tenha relação com outros espíritos, o pai ou a mãe podem estar fazendo com que seus filhos sejam escrevos de demônios. Isso explica porque muitas crianças são atormentadas com espíritos malignos ou apresentam influência demoníaca bem cedo em sua vida.
A Bíblia ensina, como estivemos a ver no início dessa lição, que Jesus tem toda a autoridade sobre os espíritos malignos.
# Vamos ler:
Mateus 8:16
Mateus 9:32
Marcos 7:25
Lucas 9:42
As respostas dos espíritos à presença de Jesus revelam que eles reconheceram a verdadeira identidade de Jesus.
# Vamos ler:
Marcos 1:24
Os espíritos malignos revelaram seu grande medo (cinthenthe) do poder de Jesus e entenderam que Ele veio condená-los.
# Vamos ler:
Mateus 8:29
Para quem Jesus deu autoridade para expulsar demônios? _____________________________________
Jesus deu autoridade aos cristãos para expulsar os demônios em nome dEle!
# Vamos ler:
Lucas 10:17 e 19
Lucas 9:1
Marcos 16:17
Estamos a perceber que Jesus nos deu autoridade em nome dEle para expulsarmos esses demônios das vidas das pessoas.
Temos essa autoridade porque estamos ligados a Cristo, e Cristo é superior a todos os principados e poderes demoníacos.
# Vamos ler:
Efésios 1:19 a 22
Efésios 2:6
A razão para a presença dos demônios é o pecado (matazo) na vida da pessoa. Por isso não haverá libertação permanente da influência dos demônios até que a pessoa possessa esteja disposta a confessar e abandonar seus pecados (matazo), e a renunciar as suas crenças e prácticas não cristãs.
# Vamos ler:
Provérbios 28:13
Não é sábio e é até perigoso tentar expulsar demônios de uma pessoa que não está disposta a fazer essa confissão e renúncia. Pecados (matazo) específicos precisam ser confessados e rejeitados especificamente antes que qualquer libertação eficaz aconteça.
Algumas pessoas podem estar tão complectamente sob a influência dos demônios que estes hão de falar em seu lugar.
# Vamos ler:
Marcos 5:9 e 10
Quando isso acontece, os cristãos talvez tenham de mandar esses demônios calarem e ficar imóveis em nome de Jesus, ou expulsar esses demônios em nome de Jesus (M’dzina la Jezu Krixtu), para antes tratar com a pessoa e seus pecados (matazo) e sua necessidade de arrependimento. Aconselhar pessoas endemoninhadas exige que antes se descubra o pecado (matazo) através do qual os demônios conseguiram sua influência. Para isso a pessoa precisa estar pelo menos temporariamente liberta do controle do demônio sobre sua mente e seus sentidos. Por isso pode ser necessário silenciar ou expulsar os demônios em nome de Jesus (M’dzina la Jezu Krixtu). Entretanto, não há proveito nem é sábio falar com os demônios, já que são mentirosos e especialistas em enganar.
ATENÇÃO! Bhasopo!
Entretanto, há quatro considerações importantes a esse respeito:
1) As pessoas que estão em pecado (matazo) consciente estão a abrir uma porta para a acção demoníaca em sua vida.
# Vamos ler:
Efésios 4:26 e 27
2) Nos rituais de muitas religiões tradicionais as pessoas convidam os espíritos para tomar posse de suas vidas (kugwesa mambo). Os demônios estão sempre prontos a assumir o controle das pessoas que estão a convidá-los, mesmo quando as pessoas estão a pensar que estão a convidar espíritos de parentes falecidos. Quando isso acontece, é necessário que um cristão expulse o espírito em nome de Jesus (M’dzina la Jezu Krixtu) e depois a própria pessoa que convidou o espírito se arrependa de seus pecados (matazo), renuncie o convite que fez ao demônio e rejeite a permanência desse espírito em sua vida. Por isso também tem que dizer: Ndacimina (nunca mais hei de fazer)! Jesus pode libertar a pessoa somente se ela quiser ser liberta!
# Vamos ler:
Actos 10:37 e 38
3)Você precisa ter um relacionamento pessoal com Jesus Cristo para ter autoridade em Seu nome para expulsar os demônios. Caso contrário, eles não lhe obedecerão. Porque a autoridade está no nome de Jesus (M’dzina la Jezu Krixtu) e não em si.
# Vamos ler:
Actos 16:16 a 19
Actos 19:13 a 16
4) A pessoa que for liberta de possessão demoníaca precisa tomar a decisão de entregar sua vida ao controlo de Jesus Cristo, e pedir para ser cheio do Espírito Santo (Mzimu Wakucena), para que o Espírito Santo (Mzimu Wakucena) venha e encha sua vida. Então precisa manter uma vida de santidade, longe do pecado (matazo) e das antigas prácticas.
# Vamos ler:
Lucas 11:24 a 26
Aqui estamos a ver que a casa representa a vida de uma pessoa. Se um espírito maligno é expulso da vida da pessoa, mas a pessoa não busca entregar sua vida a Jesus, se ela não mantém um relacionamento com o Senhor Jesus, em obediência e santidade, e não é cheia com o Espírito Santo (Mzimu Wakucena), aquele espírito maligno que saiu há de voltar e, se encontrar a vida sem o Espírito Santo (como a casa vazia), há de retornar para a vida da pessoa acompanhado de mais sete espíritos. Portanto, sem uma decisão verdadeira da pessoa por Cristo, a pessoa corre sérios riscos de ter sua situação piorada.
A questão básica é o pecado (matazo) que precisa ser exposto, confessado e rejeitado antes que a pessoa possa experimentar libertação permanente da influência demoníaca. É por isso que a Bíblia fala principalmente do pecado (matazo) e muito pouco sobre demônios. O arrependimento inclui a confissão específica (pecado (matazo) por pecado (matazo)), a renúncia de todo o pecado (matazo) e de todas as obras de Satanás. Esse tipo de renúncia era practicada pelos primeiros cristãos como parte da conversão da pessoa que declarava:
RENUNCIO A VOCÊ, SATANÁS, E A TODAS AS SUAS OBRAS E CONDUTAS!
Você já confessou seus pecados (matazo) a Deus e já fez essa declaração e renúncia? Não perca mais tempo. Faça isso hoje. Fale para Deus os pecados (matazo) que você cometeu e está a cometer, peça perdão, renuncie as prácticas com espíritos e renuncie hoje a Satanás e suas obras!
Em alguns casos deve-se renunciar a influência pecaminosa ou o abuso dos pais ou de outros parentes, até dos que já morreram. A pessoa que renunciou aos seus pecados (matazo) precisa ser ensinada e encorajada com paciência na vida cristã, para não recair nos pecados (matazo) antigos, abrindo as portas para outra invasão demoníaca e sua situação fique pior do que antes.
Os demônios ficam irados quando são expulsos da pessoa. Eles tentam agredir e tentar essas pessoas de muitas maneiras. Pessoas que foram libertas de demônios precisam aprender muito sobre a disciplina na obediência à palavra de Deus. Também precisam de apoio, oração e discipulado por outros cristãos.
# Vamos ler:
Actos 19:18 e 19
A confissão e a renúncia pública das prácticas pagãs e pacaminosas precisa ser feita para que a pessoa esteja complectamente livre do controle de Satanás sobre a sua vida.
# Vamos ler:
Juízes 6:11 a 14
Juízes 6:25 a 27
Deus não capacitaria Gideão a derrotar os midianitas antes que ele destruísse todos os ídolos da religião falsa da sua família. Do mesmo modo, hoje em dia Deus não capacitará uma pessoa a derrotar Satanás enquanto ela não rejeitar e deitar fora as crenças e prácticas da religião pagã, junto com outros pecados (matazo) conhecidos em sua vida.
Essa renúncia precisa ser seguida de um discipulado sério e de crescimento na obediência à palavra de Cristo. Sem acompanhamento e discipulado, existe o perigo de que o novo crente volte às prácticas da sua religião anterior, em momentos de crise pessoal. É por falta de discipulado cuidadoso que tantos cristãos na África voltaram às prácticas tradicionais em períodos de necessidade pessoal. A grande carência da Igreja na África de hoje é de discipulado e crescimento em maturidade em Cristo pela obediência à Palavra de Deus!
Precisamos lutar contra Satanás e seus demônios?
# Vamos ler:
Efésios 6:1 a 18
Uma armadura é a proteção mais forte para a vida de um guerreiro. Deus nos deu uma armadura espiritual. Se aprendermos a usar essa armadura, o inimigo não poderá nos vencer.
Se prestarmos atenção no texto, vamos perceber que nossa proteção está em actitudes de acordo com a vontade (cifundo) de Deus. Isso está a dizer que não devemos manipular até mesmo a Palavra de Deus em benefício próprio, pois a Palavra de Deus (Bíblia) foi nos dada para realizarmos a vontade (cifundo) de Deus, por isso precisamos obedecê-la:
FALAR A VERDADE – protege a vida (moyo)
SER JUSTO – protege o coração
PREGAR O EVANGELHO, TER PAZ (Mtendere) COM AS PESSOAS – protege nossa maneira de viver, nosso caminhar
TER FÉ (cibvero) EM DEUS – protege dos ataques directos de Satanás e seus demônios
TER CERTEZA DA SALVAÇÃO – protege nossos pensamentos e nosso conhecimento
CONHECER E PRACTICAR A PALAVRA DE DEUS (BÍBLIA) – ataca Satanás e seus demônios e destrói suas obras.
ORAÇÃO – protege nossos irmãos.
Deus nos deu tudo o que precisamos para vencer a batalha no mundo espiritual. Não precisamos mais lutar contra pessoas, precisamos amar as pessoas e levar elas a conhecer a Deus e a serem salvas por Ele.
# Vamos ler:
Tiago 4:7 a 12
De acordo com esse texto, o que devemos fazer?
COM DEUS – _________________________________
______________________________________________________________________
COM AS PESSOAS - ___________________________
______________________________________________________________________
COM SATANÁS - ______________________________
______________________________________________________________________
Assim havemos de vencer essa batalha!


Angela Natel On quarta-feira, 20 de maio de 2009 At 08:05

A origem das religiões está cheia de crenças e ignorância. Além disso parece haver anjos caídos que buscam a adoração das pessoas e tentam controlar a vida delas.
# Vamos ler:
I Timóteo 4:1
Colossenses 2:18
Mateus 4:8 e 9
Como muitos africanos sabem, os espíritos malignos ameaçam as pessoas com doenças, tragédias e outros castigos se não lhes obedecerem.
Estes demônios são muito espertos. Eles enganam as pessoas fingindo que são divindades ou os espíritos de ancestrais falecidos. Como se espera que as pessoas respeitem as divindades e os espíritos dos seus antepassados, elas fazem tudo o que esses espíritos enganadores mandam. Veja o que Deus diz desse engano (mpumpso):
# Vamos ler:
Amós 2:4
As pessoas têm um vínculo emocional muito forte com seus parentes e antepassados. As religiões tradicionais em todo o mundo, que buscam a ajuda dos espíritos dos ancestrais, revelam um mesmo padrão de crenças que têm iludido as pessoas com eficiência. Essas crenças têm impedido muitas pessoas de ter um relacionamento pessoal com Jesus Cristo.
Portanto, estamos a ver que demônios não são espíritos de ancestrais de carácter mau falecidos há muito tempo. Demônios são ________________________ que se rebelaram contra Deus e seguem o comando de Satanás.
Demônios são anjos que se rebelaram contra Deus e seguem o comando de Satanás.
O que os demônios fazem?
1) Engano (mpumpso)
# Vamos ler:
João 8:44
I Reis 22:22
Muitas pessoas na África têm sido enganadas pelas idéias falsas da religião tradicional e por falsos profetas que afirmam falar da parte de Deus. Esse engano (mpumpso) vem de espíritos mentirosos.
2) Assassinato
# Vamos ler:
Jó 1:12 e 19
Na África conhece-se muitos casos de pragas rogadas contra pessoas que depois sofreram violência, tragédia ou morte (infa). Os demônios certamente estão envolvidos nessas maldições e tragédias.
Somente quando as pessoas conhecem a verdade e o poder salvador de Cristo como seu Senhor (Mbuya, mweneciro) e seu Salvador, podem ser libertas do medo (cinthenthe) de Satanás e dos espíritos maus.
3) Tortura
# Vamos ler:
Lucas 8:27 a 29
Quantas pessoas nos hospitais psiquiátricos hoje em dia sofrem de loucura demoníaca? Quantas sofrem de amargura (falta de perdão), ressentimento, depressão, raiva de Deus e outras formas de tortura mental, porque crêem e obedecem às mentiras dos demônios, em vez de crer e obedecer a verdade de Deus?
4) Impureza e violência sexual
# Vamos ler:
Lucas 8:2
Eclesiastes 2:8
II Reis 23:13
A impureza sexual é uma área da vida em que a sugestão e tentação demoníaca encontra lugar no coração pecaminoso do ser humano.
5) Influência sobre governos
# Vamos ler:
Daniel 10:12 a 21
II Coríntios 4:4
É por isso que precisamos orar pelos líderes dos governos.
# Vamos ler:
I Timóteo 2:2
As orações do povo de Deus ajudam a libertar a mente desses líderes da influência forte de Satanás e seus demônios, e esses líderes hão de poder ouvir a voz do Espírito Santo (Mzimu Wakucena) a lhes orientar.
6) Impedimentos à expansão do evangelho
# Vamos ler:
I Tessalonicenses 2:18
7) Empecilhos à oração
# Vamos ler:
Daniel 10:12 e 13
Mateus 26:38 a 43
8) Perseguição geral do povo de Deus
# Vamos ler:
II Coríntios 12:7
Lucas 22:31
9) Promoção de idolatria, feitiçaria e as diversas prácticas pagãs ocultas.
# Vamos ler:
Salmo 106:35 a 37
A Bíblia indica que os demônios incentivam as pessoas a participar das várias prácticas não cristãs, como os sacrifícios tradicionais, comunicação com os mortos, adivinhação (uvimi), feitiçaria e muitas outras coisas.
# Vamos ler:
Deuteronômio 18:9 a 12
Deuteronômio 32:16 e 17
I Samuel 15:23
Apocalipse 18:2
O poder sobrenatural maligno exercido pelas bruxas, curandeiros e feiticeiros vem dos demônios, pois não vêm de Deus.
10) Produção de acontecimentos estranhos e milagres ilusórios
A história da humanidade está cheia de histórias estranhas de eventos sobrenaturais, sem explicação científica. Objectos movendo-se por si mesmos, espíritos e fantasmas (ciphoko, mzukwa) vistos e até fotografados, objectos e até pessoas começarem a pegar fogo sem nada por perto, pessoas possuídas por espíritos realizando feitos impossíveis de força sem dano para si, como dobrar barras de ferro ou andar sobre brasas sem queimar-se.
Como essas coisas podem acontecer? Tani?
# Vamos ler:
II Tessalonicenses 2:9
Apocalipse 16:13 e 14
Satanás tem poder para realizar milagres enganosos. Ele e seus demônios fazem milagres para enganar as pessoas e impedí-las de crer na verdade sobre Deus.
11) Acusação e difamação dos cristãos diante de Deus
# Vamos ler:
Apocalipse 12:10
Romanos 8:33, 38 e 39
O Reino espiritual é controlado por leis (cakutonga) espirituais instituídas por Deus. Essa leis (cakutonga) indicam que um demônio só pode tocar na vida, nos bens, na família ou na saúde de uma pessoa em duas situações específicas:
1. Se Deus permitir isso para que a pessoa amadureça espiritualmente, como aconteceu com Jó.
# Vamos ler:
Jó 1:9 a 12, 22
Jó 2:1 a 7
2. Se a pessoa tem pecado (matazo) em sua vida.
# Vamos ler:
I João 5:18
Neste texto estamos a ver que o Maligno não pode tocar legalmente na vida da pessoa que está a viver uma vida de santidade. Um pouco de pecado (matazo) há de trazer um grande julgamento, mesmo que você esteja a dizer que tudo está sob controlo, Deus está a dizer que você é escravo desse pecado (matazo).


continua...
Angela Natel On terça-feira, 19 de maio de 2009 At 07:02

Mas como outros anjos se envolveram na rebelião de Satanás? Tani?
# Vamos ler:
II Pedro 2:4
Judas 6
Apocalipse 12:4 e 9
Aqui está a dizer que o dragão ou serpente (Satanás) levou consigo um terço dos anjos no céu, seduzindo-os a rebelarem-se contra Deus, como fez com Adão e Eva no jardim do Éden.
# Vamos ler:
Gênesis 3:4 a 6
Deus permitiu tudo isso porque não usa da força bruta e da violência para conseguir a obediência das Suas criaturas. Ele nos fez, e Ele quer que O amemos de livre e espontânea vontade (cifundo).
# Vamos ler:
Deuteronômio 6:5, 24
Deus sabe que é bom para nós que lhe obedeçamos. Ele quer que O amemos pelo que Ele é, não por sermos forçados a amá-lO.
Mas quem controla o sistema de valores do mundo hoje?
# Vamos ler:
João 12:31
João 16:11
II Coríntios 4:4
Estamos a ver que Satanás organizou um movimento rebelde invisível neste mundo. O actual sistema de valores do mundo não é da vontade (cifundo) de Deus. É da vontade (cifundo) de Satanás.
Satanás é também chamado Diabo, que é uma palavra em língua grega que significa acusador, caluniador.
Satanás sabe que Deus é justo. Deus só vai condenar uma pessoa que está a pecar. Satanás engana as pessoas para fazer elas pecarem, e depois vai pessoalmente acusar os fiéis na presença de Deus.
# Vamos ler:
Jó 1:8 a 11
Jó 2:3 a 5
Apocalipse 12:10
Satanás também é chamado de Maligno, Tentador e Príncipe da Potestade do Ar.
# Vamos ler:
Mateus 13:19
Mateus 4:4
Efésios 2:2
Como Satanás é um ser criado, não é Deus, só pode estar em lugar por vez, não pode estar em mais de um lugar ao mesmo tempo, não é onipresente como Deus. Por isso, ele age por meio dos anjos caídos que o acompanharam em sua rebeldia. Esses anjos caídos chamamos demônios, que estão espalhados por toda a terra (lense ra pansi), e estão sob o comando do chamado ‘Príncipe deste mundo’, o próprio Satanás.
É provável que esses anjos maus tentam influenciar nações e tribos com propósitos malignos. A Bíblia se refere a esses anjos maus como “forças espirituais do mal” e “principados e potestades”.
# Vamos ler:
Efésios 6:12
Colossenses 2:15
Por isso os cristãos são advertidos a não amarem o mundo nem o que há nele.
# Vamos ler:
I João 2:15 e 16
Mas o que Satanás e seus demônios têm poder para fazer?
Além de tudo isso, Satanás e seus demônios podem assumir a forma que quiserem a fim de enganar as pessooas.
# Vamos ler:
2 Coríntios 11:14
Apocalipse 16:13
Como estamos a ver, os demônios, que são anjos caídos, podem assumir uma aparência física.
# Vamos ler:
Jó 1:12 e 19
Satanás, um anjo caído, também pode afectar o mundo material.
# Vamos ler:
I Timóteo 4:1
É claramente possível que os anjos e os espíritos malignos se tornem visíveis aos olhos humanos. Se o fazem para ajudar ou enganar depende do tipo de espírito que são (se são anjos santos ou anjos caídos). Temos de reconhecer que, já que os espíritos têm essa capacidade, eles podem enganar as pessoas. É bem provável que, por meio dessas aparições visíveis de espíritos maus, pessoas de muitas religiões do mundo inteiro tenham sido enganadas.
# Vamos ler:
Salmo106:35 a 37
Deuteronômio 32:16 e 17
Deus revela uma fonte demoníaca por trás da idolatria supersticiosa.
Os africanos tradicionais sabem que certos espíritos exigem adoração ritual e obediência das pessoas sob sua influência. Algumas vezes esses espíritos já apareceram visivelmente com essas exigências, ou em sonhos, ou as comunicaram por meio de uma pessoa possessa ou um adivinho (nyabezi nyakuwombeza, ombaomba). As evidências todas apontam para o mesmo facto de que o contacto feito é, na verdade, com os poderes satânicos das trevas.
É por isso que todas essas prácticas são proibidas por Deus.
# Vamos ler:
Deuteronômio 18:9 a 12


continua...
Angela Natel On segunda-feira, 18 de maio de 2009 At 07:58


Da mesma forma que o conceito de Deus não é facilmente percebido em nossa cultura, é difícil perceber que demônios e o próprio Satanás não são pessoas ou espíritos ancestrais maus (que viveram há muito tempo na terra). Satanás ni munthu lini (Satanás não é uma pessoa).
Na verdade, Satanás e seus demônios são seres espirituais criados por Deus e que, diferente das pessoas, podem assumir a forma física que quiserem.
# Vamos ler:
Mateus 22:30
Hebreus 1:13, 14

Mas como surgiu o mal (kuipa)? Tani?
A Bíblia conta uma história de uma rebelião contra Deus, que ocorreu muito antes de a raça humana existir na terra. Essa história explica a origem do mal (kuipa) no universo.
# Vamos ler:
Ezequiel 28:11 a 18
Esse texto é dirigido, à primeira vista, ao rei (Nya’kwawa) de Tiro. No entanto, uma leitura atenta do texto revela que o personagem central da história não pode ser o rei de Tiro. Vejamos:
# Vamos ler:
Ezequiel 28:13
A Bíblia diz em Gênesis capítulos 2 e 3 que apenas
_____________________________________________ estiveram no jardim do Éden.
A Bíblia diz em Gênesis capítulos 2 e 3 que apenas Deus, Adão, Eva e Satanás estiveram no jardim do Éden.
# Vamos ler:
Ezequiel 28:14e16
A Bíblia diz que querubim é um tipo de anjo. Portanto, o texto está a se referir a um anjo que se rebelou contra Deus antes da criação dos seres humanos. A semelhança entre o rei de Tiro e esse anjo rebelde é o orgulho (dumbo, matukutuku).
De acordo com a história, um dos anjos que Deus criou aparentemente era um guarda perto do trono de Deus. Esse anjo foi criado muito belo e sábio, mas corrompeu-se em resultado do orgulho (dumbo, matukutuku). No Novo Testamento, o Espírito Santo (Mzimu Wakucena) revelou por meio do apóstolo Paulo que a queda e a condenação de Satanás foram resultado da sua arrogância (orgulho - dumbo, matukutuku).
# Vamos ler:
I Timóteo 3:6
Reunindo estes dados, percebemos que a pessoa descrita em Ezequiel 28:11 a 18 é realmente Satanás.
Mas, como esse anjo foi consumido pelo orgulho (dumbo, matukutuku)? Tani?
De acordo com a história, ele começou a pensar sobre a grande beleza e sabedoria que Deus lhe deu quando o criou.
# Vamos ler:
Ezequiel 28:13 e 17
Talvez ele começou a pensar mais em si mesmo do que em Deus, e ficou orgulhoso (matukutuku). À medida que sua vaidade aumentava, ele começou a adorar a si mesmo, em vez de adorar a Deus. Sabemos pelo encontro de Jesus com Satanás no deserto que o grande desejo de Satanás é ser adorado por Deus.
# Vamos ler:
Mateus 4:1 e 9
Satanás queria que Deus adorasse a ele, a criatura em vez dele adorar a Deus, o Criador!
# Vamos ler:
Isaías 14:12 a 14
No versículo 12 há uma pessoa identificada como Lucifer (nome que significa filho da Luz), que tem ambição de dominar sobre todos os anjos e tornar-se como Deus.
O profeta Isaías revelou os pensamentos íntimos de Satanás quando escreveu os versículos 13 e 14: Por causa do orgulho (dumbo, matukutuku), este anjo planeou um golpe contra Deus!
Com seu orgulho (dumbo, matukutuku) e sua decisão bem planeada de rebelar-se contra Deus, Satanás parece ter introduzido o mal (kuipa) no universo. O orgulho (dumbo, matukutuku) foi a raiz da qual vieram todos os outros pecados (matazo).
Por quê?
Porque o orgulho (dumbo, matukutuku) faz a pessoa colocar a si mesma em primeiro lugar, e isso a leva a rebelar-se contra Deus quando Ele não lhe atende os desejos.
Quantas pessoas conhecemos que voltaram a consultar curandeiros (nyabezi nyakulapa, nghanga), nyabezi nyakugwesa e feiticeiros porque Deus não lhes atendia? Quantas têm deixado de participar com a Igreja porque não recebem o que desejam? São pessoas voltadas para si mesmas, e não interessadas em adorar a Deus e fazer Sua vontade (cifundo). Esse é o mesmo erro (matazo) que caiu Satanás.
A rebeldia contra Deus separa a pessoa da vida e da santidade de Deus. Deus é a fonte de toda vida (moyo), bondade e santidade. A ausência de vida (moyo) é morte (infa). A ausência de bem é mal (kuipa). A ausência da santidade de Deus é pecado (matazo). A rebelião de Satanás criou as condições para que o mal (kuipa) e o pecado (matazo) se desenvolvessem no universo. Assim, o orgulho (dumbo, matukutuku) de Satanás levou a existência do mal (kuipa) e da morte (infa).
Quando Satanás decidiu rebelar-se, separou-se de Deus. Ao fazer isso, ele se separou do único que poderia fazer ele ser santo e bom.

A decisão de Satanás foi um terrível acto de autodestruição.
# Vamos ler:
Provérbios 16:18
As tolas pessoas que escolhem adorar a si mesmas em vez de adorar a Deus, que vão se reunir como Igreja apenas para satisfazer seus desejos e necessidades e não para fazer a vontade (cifundo) de Deus, que buscam ganhar antes de dar e por isso decidem rebelar-se contra Deus hão de acabar a destruir a si mesmas. Além disso, hão de ter o mesmo castigo final que Satanás no inferno.
# Vamos ler:
Mateus 25:41
Sem a santidade e a vida de Deus, Satanás ficou corrompido e mau, e morreu espiritualmente. Para percebermos isso, vamos a imaginar que uma manga há de se tornar uma fruta bela e deliciosa se estiver unida ao galho da mangueira. No momento em que ela é tirada do galho, ela tem cortado o acesso ao seu alimento na árvore, e começa a apodrecer. Assim, tudo o que está vivo, quando perde a vida (moyo), começa a ser destruído e morre.
Em sentido espiritual, é isso que aconteceu a Satanás e aos anjos que se rebelaram com ele. A vida (moyo) é um dom (mphaso, cipo) de Deus. Separação de Deus resulta em morte (infa). Separados de Deus, Satanás e seus demônios se tornaram totalmente corrompidos. O mesmo acontece para os seres humanos que decidem permanecer no pecado (matazo).
# Vamos ler:
João 8:44
João 10:10
Agora o desejo (cifundo) de Satanás é enganar e destruir. Ele se tornou o adversário, o inimigo (nyamadulanthaka) de tudo o que Deus é e faz, inimigo (nyamadulanthaka) do povo de Deus e inimigo (nyamadulanthaka) de tudo o que é santo e bom. É isso que significa o nome Satanás, na língua hebraica: adversário, inimigo (nyamadulanthaka).
# Vamos ler:
I Pedro 5:8
Ele tentará destruir todos que puder, apesar de não poder agir sem o conhecimento e a permissão de Deus.
# Vamos ler:
Jó 1:6 a 19
Lucas 22:31
Quando Cristo retornar a este mundo, Satanás será atirado no lago de fogo e enxofre e atormentado ali para todo o sempre.
# Vamos ler:
Apocalipse 20:10


continua...
Angela Natel On domingo, 17 de maio de 2009 At 11:56
Ainda há muito o que aprender sobre anjos, mas o Senhor (Mbuya, mweneciro) há de nos revelar pouco a pouco à medida em que formos conhecendo a Ele pessoalmente.
O mais importante é que hoje compreendemos que os anjos são seres criados por Deus para servir os propósitos dEle.
Os anjos não recebem adoração nem ordens ou comando das pessoas, mas apenas obedecem as ordens directas de Deus.
Como Deus é maravilhoso em providenciar essa ajuda e protecção para nossas vidas!
Angela Natel On At 10:41
Com o total apoio da Central Brasileira de Missões, Alfabetização pela Bíbia, CIEB e do COMEP realizou-se a Marca para Jesus em Curitiba PR.
Segundo estimativa da Polícia Militar do estado do Paraná, mais de 70.000 pessoas participaram da Marcha para Jesus.

Concentração esta que começou na Praça Santos Andrade, tomando conta das Avenidas de Curitiba, passando pela Avenida Cândido de Abreu e encontrando outra grande multidão em frente ao Palácio do Iguaçu, sede do Governo do Estado do Paraná, com a presença de grandes autoridades eles diziam Jesus Cristo é o Senhor.
Parabéns ao povo de Curitiba e Região Metropolitana, que cada vez mais participa deste mega evento evangelístico.


Estamos agradecendo à imprensa escrita, falada e televisiva, que quebraram certas barreiras e anunciaram a Marcha para Jesus.


Parabéns.


Angela Natel On At 07:55

De acordo com a Bíblia, a actividade dos anjos santos é ordenada apenas directamente por Deus.
# Vamos ler:
Salmo 103:20 e 21
De acordo com algumas religiões tradicionais, as pessoas podem convencer as divindades a agir em seu favor.
Na Bíblia, os seres humanos são advertidos a não adorar os anjos.
# Vamos ler:
Apocalipse 19:10
Apocalipse 22:8 e 9
Isso inclui não fazer sacrifícios e ofertas (matindi, unsembe) para eles. Os espíritos ancestrais e as divindades das religiões tradicionais, porém, com frequência recebem e até exigem sacrifícios e oferendas (matindi, unsembe).
As pessoas que fazem sacrifícios e oferendas (unsembe) aos espíritos ancestrais cairão nas mãos de Satanás ou de um de seus anjos caídos. Satanás tem poder para aparecer como um anjo de luz.
Adoração é exactamente o que Satanás quer.
# Vamos ler:
Mateus 4:8 e 9
As pessoas têm sido impedidas de conhecer a verdade sobre Deus e Sua salvação (cipulumuso) em Jesus Cristo, ao fazerem sacrifícios e oferendas a espíritos que indicaram que exigem esses actos de adoração. Isso é uma quebra do primeiro dos mandamentos (cakutonga) de Deus.
# Vamos ler:
Êxodo 20:3 a 5
Qualquer espírito ou divindade da crença tradicional que exige um sacrifício ou oferenda ritual de seres humanos é um anjo caído, um demônio. Os santos anjos de Deus jamais exigem esses actos de adoração.
Deus quer que as pessoas O busquem directamente para obter ajuda.
# Vamos ler:
Isaías 55:6 e 7
Ele não quer que as pessoas passem por espíritos intermediários ou especialistas humanos como feiticeiros, médicos tradicionais ou adivinhos (nyabezi nyakuwombeza, ombaomba). O único mediador entre Deus e o ser humano que Deus aceita é Jesus Cristo.
# Vamos ler:
I Timóteo 2:5
Deuteronômio 32:16 e 17
Aqui estamos a perceber o engano (mpumpso) mortal das religiões tradicionais. Os espíritos que se fazem passar por divindades e ancestrais são demônios de Satanás disfarçados.
Se alguém quer a ajuda de Deus, deve fazer seus pedidos e orações directamente a Ele, em nome de Jesus Cristo (M’dzina la Jezu Krixtu).
# Vamos ler:
João 16:23 e 24
Hebreus 4:14 a 16
Deus há de decidir como dar a resposta. Se Deus quer usar os santos anjos para ajudar as pessoas, Deus há de conduzí-los, e não as pessoas. As pessoas que tentarem pedir a ajuda de espíritos ou de feiticeiros e não de Deus, correm o risco de ser controladas por demônios.
# Vamos ler:
Deuteronômio 6:13 a 15
As pessoas que seguem outras religiões, a buscar o favor de outros deuses e espíritos e não do Deus verdadeiro, hão de acabar por ser enganadas e escravizadas por Satanás e seus demônios.
# Vamos ler:
I Coríntios 10:20
Isso é verdade, mesmo que o espírito pareça amável, pois os demônios sabem fingir muito bem.
Algumas pessoas acreditam que tudo o que acontece é resultado de algum espírito. A Bíblia não ensina que tudo é causado por anjos ou demônios.
# Vamos ler:
Lucas 12:54 e 55
As coisas nesta vida seguem seu rumo na natureza. Apenas em algumas situações (não todas) os anjos ou demônios intervêm nos assuntos da vida.
Precisamos viver:
( ) de acordo com o que a Bíblia ensina
( ) de acordo com as idéias da religião tradicional.
Precisamos viver de acordo com o que a Bíblia ensina e não de acordo com as idéias da religião tradicional.
Mas, afinal, como são os anjos e o que eles fazem? Tani?
# Vamos ler:
II Pedro 2:11
Mateus 28:2
Os anjos têm grande conhecimento, poder, habilidade e força.
# Vamos ler:
Salmo 34:7
Salmo 91:11
Os anjos estão a guardar e a proteger o povo de Deus em muitas situações.
É possível que muitos cristãos tenham sido ajudados por anjos em várias ocasiões de sua vida sem saber, estando a pensar que era apenas uma pessoa desconhecida.
# Vamos ler:
Hebreus 1:14
Hebreus 13:2
Os anjos fortalecem o povo de Deus física e mentalmente.
# Vamos ler:
Lucas 22:43
Daniel 10:16 a 18
Os anjos orientam na evangelização.
# Vamos ler:
Actos 8:26
Os anjos livram os cristãos de perigos humanos e de demônios.
# Vamos ler:
Salmo 34:7
Gênesis 19:9 a 11, 16
II Reis 6:17 e 18
Daniel 10:13 e 20
Algumas pessoas podem estar a perguntar por que algumas pessoas são ajudadas por anjos e outras não. Na Bíblia há pessoas que morreram por causa do nome de Jesus e nenhum anjo as livrou. Mesmo assim Deus foi gloricado pelo que aconteceu. O importante não é se ficamos vivos ou morremos, mas O IMPORTANTE É QUE JESUS CRISTO SEJA EXALTADO EM TODA A SITUAÇÃO.
O que mais os anjos fazem?
# Vamos ler:
I Reis 19:5 a 7
Lucas 1:11 a 20
Marcos 16:4 a 6
__________________________________________________________________________________________________________________________________________
Os anjos lembram o povo de Deus das coisas de Deus e lhes entregam mensagens de Deus.
# Vamos ler:
Lucas 16:22
Os anjos acompanham os cristãos para o céu quando morrem.
# Vamos ler:
Apocalipse 5:11 a 14
Os anjos adoram a Deus.
Angela Natel On sábado, 16 de maio de 2009 At 08:52

A Bíblia nos diz muitas coisas sobre o mundo dos espíritos. Como a Bíblia é a Palavra de Deus, temos de comparar todas as idéias que existem sobre o mundo dos espíritos com o que a Bíblia nos revela. Se Deus diz que algo é verdade, então isso é verdade, mesmo que não se encaixe na nossa maneira de ver as coisas. Do mesmo modo, se Deus diz que uma idéia é errada, temos de rejeitar essa idéia, não importa se fomos ensinados a acreditar nela. Se não agirmos assim, havemos de ser facilmente enganados.
# Vamos ler:
Colossenses 1:16
A Bíblia está a dizer que todos os espíritos no universo foram criados por ______________________________________________
Todos os espíritos no universo foram criados por Jesus Cristo. Está claro, portanto, que existe um mundo de seres espirituais. Também está claro que esses espíritos foram criados por Cristo e que existem para os Seus propósitos. Eles estão todos sujeitos a Ele, sem exceção. Estes espíritos criados têm um grau elevado de poder e autoridade. Eles podem causar efeitos bem reais sobre o que acontece no mundo visível (M’dziko la Pansi).
Portanto, quem são os anjos?
Anjo ni munthu lini (anjo não é uma pessoa).
# Vamos ler:
Salmo 148:2 a 5
A Bíblia ensina que, antes de criar o ser humano na terra, ele criou um vasto número de seres espirituais, chamados de “legiões celestes”. A palavra legião identifica um grande grupo, como uma milícia. As legiões celestes podem incluir todas as criaturas que Deus fez antes de começar Sua criação na terra. Não sabemos quantas criaturas e quantos tipos diferentes de seres criados existem. Sabemos, porém, que são muitos.
# Vamos ler:
Apocalipse 5:11
Neemias 9:6
Salmo 103:20 e 21
Salmo 148:2
De acordo com esses textos, as legiões celestes são os ________________________________________.
As legiões celestes são os anjos. A palavra anjo vem da palavra na língua grega angelos, que significa mensageiro (mtumi). Na Bíblia, os anjos (mtumi) às vezes são chamados de estrelas (talvez por causa de sua aparência a brilhar) ou de filhos de Deus:
# Vamos ler:
Apocalipse 12:4 e 9
Jó 1:6
Jó 38:4 e 7
Existem dois grandes grupos de anjos (mtumi) descritos na Bíblia. O grupo maior são os anjos santos. Esses são os poderosos e fiéis servos de Deus.
# Vamos ler:
Marcos 8:38
É sobre esses anjos santos (que chamaremos anjos) que estamos a estudar nesta lição.
O grupo menor (a terça parte das legiões celestiais, de acordo com Apocalipse 12:4) são os anjos maus (que chamaremos de espíritos malignos ou demônios) que caíram em rebeldia junto com Satanás.
# Vamos ler:
Mateus 25:41
Deles trataremos na lição 4 deste livro.
# Vamos ler:
Hebreus 1:14
Voltando aos anjos (santos), estamos a perceber que os anjos são espíritos. Existem diferentes tipos de anjos. Pelo que a Bíblia revela, os diferentes tipos de anjos têm graus diferentes de poder e autoridade. Alguns desses espíritos são descritos com formas incomuns.
# Vamos ler:
Isaías 6:2
Apocalipse 4:7 e 8
Os Serafins (seraf, no singular na língua hebraica) são cheios de olhos e têm seis asas.
# Vamos ler:
Ezequiel 1:1, 5 a 8
Ezequiel 10:20 a 22
Os Querubins (querub, no singular na língua hebraica) são descritos com forma humana, mas com quatro rostos e quatro asas.
# Vamos ler:
Gênesis 18:1 e 22
Gênesis 19:1
Lucas 24:4
Alguns anjos podem aparecer em forma humana, como foi com Abraão e no túmulo de Cristo.
Os anjos não são os espíritos dos falecidos, nem seres humanos glorificados. Eles são seres muito inteligentes e poderosos criados por Deus. A Bíblia faz diferença entre os espíritos dos falecidos e os anjos.
# Vamos ler:
Lucas 16:22
Lucas 20:34 a 36
Marcos 12:25
Hebreus 12: 22 e 23
Os anjos não podem morrer, não se casam nem têm famílias. Entretanto, anjos podem falar com pessoas:
# Vamos ler:
Actos 1:10 e 11
Os anjos também podem afectar o mundo material:
# Vamos ler:
II Samuel 24:15 e 16
Isaías 37:36
Apocalipse 7:1
Apocalipse 8:6 a 7
Agora escreva o que você está a perceber sobre os anjos (quem são, quem os criou, como eles são): __________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Esteja atento para o facto de que há diferenças importantes entre o conceito tradicional de divindades ou deuses da natureza e os anjos.


CONTINUA...

Liberdade de Expressão


É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se:
“é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença"(inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da"argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.