Angela Natel On segunda-feira, 26 de setembro de 2016 At 19:09
Angela Natel On sexta-feira, 23 de setembro de 2016 At 06:17

1. Cremos que a evangelização é a missão principal da igreja.
2. Cremos que o convertido deve guardar tudo aquilo que Cristo ensinou.
3. Cremos que a igreja deve dar prova sociológica da realidade do evangelho através da beleza da comunhão cristã em amor.
4. Cremos que a plenitude de uma sociedade justa, fraterna e igualitária só será alcançada quando o reino de Deus for instaurado na segunda vinda do nosso Salvador.
5. Cremos que o amor é aquele princípio de vida -implantado pelo Espírito Santo no coração do convertido- que o leva a viabilizar a existência de todo aquele que a providência divina faz cruzar o seu caminho.
6. Cremos que a igreja não deve se deixar cooptar por nenhum partido político.
7. Cremos que a democracia e o Estado de direito são valores inegociáveis. 
8. Cremos que todo ser humano deve ser objeto da compaixão da igreja, em especial, os doentes, os pobres, os enlutados, os angustiados.
9. Cremos que é amor atuar politicamente quando essa é única forma de trazer dignidade de vida ao que sofre.
10. Cremos que Martin Luther King e William Wiberforce fizeram bem ao lutar nas ruas e no parlamento pelos direitos humanos.
11. Cremos que Cristo reina soberano sobre as ciências sociais, que devem ser usadas pela igreja para ampliar sua compreensão sociológica. 
12. Cremos que a igreja deve fomentar a busca de solução pacífica para os conflitos entre os homens.
13. Cremos que a filantropia sempre será indispensável. 
14. Cremos que sem oração a igreja murcha.
15. Cremos que o avivamento sempre será a maior necessidade da igreja.
16. Cremos que teologia da missão integral sem amor é morta. 
17. Cremos que as Escrituras são a nossa única regra de fé e prática.
18. Cremos que através da igreja podemos tornar o mundo mais justo e fraterno.
19. Cremos que a queda exige que o Estado use do poder da espada para deter a maldade humana, mas que a criação do homem à imagem e semelhança de Deus exige que o Estado respeite os direitos humanos.
20. Cremos que, seja qual for o nome que venhamos a dar para essa teologia da missão da igreja no mundo, a nós nos cabe fazer o que estiver ao nosso alcance para que o maior número possível de homens tenha aquilo que lhes permita expressar na sociedade seu potencial de seres que carregam as insígnias do seu Criador.

Antônio Carlos Costa

Fonte: http://palavraplena.typepad.com/accosta/2016/09/somos-todos-da-miss%C3%A3o-integral.html

Angela Natel On quinta-feira, 22 de setembro de 2016 At 13:58
Electus: Ana Paula Valadão e a Egolatria de uma Igreja Enfe...: Por Thiago Oliveira “Queixo pra cima, Princesa! Rainha! Senão a coroa cai”. Essa é uma frase “mantrica” que se repete numa música* ca...
Angela Natel On quinta-feira, 15 de setembro de 2016 At 16:40
Angela Natel On segunda-feira, 12 de setembro de 2016 At 12:26

Link do evento no Facebook:
https://www.facebook.com/events/1019945644792315/


Angela Natel On sábado, 10 de setembro de 2016 At 06:27
Hermes C. Fernandes: Carta Aberta a todos os candidatos às eleições de ...: Por Hermes C. Fernandes Sinto muito  em lhe dizer que não poderei hipotecar o apoio do nosso rebanho à sua candidatura. Por uma quest...
Angela Natel On At 06:21
Hermes C. Fernandes: A falência da Indústria Religiosa: Por Hermes C. Fernandes Por qu e despertamos o ódio de tanta gente quando expomos a Verdade em contraposição dos métodos e estrat...
Angela Natel On quinta-feira, 1 de setembro de 2016 At 04:58
Hermes C. Fernandes: O impeachment do Rei Davi e o golpe parlamentar br...: Por Hermes C. Fernandes Após o impeachment  da presidente Dilma Rousseff, o país segue dividido, mergulhado numa crise que perpassa...

Liberdade de Expressão


É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se:
“é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença"(inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da"argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.